Leiloada carta de Nobel antissemita a desprezar Einstein e os judeus

Uma carta escrita em 1927 pelo Prémio Nobel Philipp Lenard a um colega a reclamar das conquistas de Einstein e do suposto domínio judaico da ciência foi a leilão no Nate D. Sanders Auctions, em Los Angeles, com preço de 13.700 euros.

De acordo com o Live Science, Philipp Lenard, que escrevia para Wilhelm Wien, outro vencedor do Prémio Nobel, foi um dos primeiros apoiantes do Partido Nazi na Alemanha.

A carta escrita em alemão, mas oferecida com uma tradução para o inglês, é escrita por Lenard a Wein por considerar que partilham pontos antissemitas, embora Wien “provavelmente não queira escrever nada sobre isso, mas é quase desnecessário de qualquer forma. Acho que sei que não vê nada disto de forma diferente”.

O cientista lamentou a “ação de Einstein”, referindo-se à recente aceitação de Einstein na Academia de Ciências da Baviera em Munique. A “inteletualidade superficial” da academia que elevou Einstein foi um “testemunho inesperado do seu domínio pelos judeus”, escreveu Lenard.

Depois, Lenard perguntou-se como a sua carta poderia ser vista no futuro, “desde que qualquer pessoa não-judia ainda esteja viva”, escreveu.

Lenard, que nasceu na Hungria em 1862, ganhou o Prémio Nobel de Física em 1905 pelo seu trabalho com raios catódicos, levando à descoberta de eletrões e raios-X, segundo a Fundação Nobel. As suas experiências também exploraram o efeito fotoelétrico – a ejeção de eletrões quando a luz incide sobre o metal – e “nunca perdoou Einstein” por alcançar um maior reconhecimento a respeito desse fenómeno.

Mas a inimizade de Lenard contra Einstein também refletia convicções antissemitas arraigadas. Lenard era um membro tão dedicado do Partido Nacional Socialista de Hitler que os oficiais nazis o nomearam Chefe da Física Ariana, de acordo com a biografia.

Em 1927, Einstein já estava bem ciente de que sentimentos antissemitas perigosos estavam a ultrapassar a decência comum na Alemanha, junto com uma maré crescente de nacionalismo fanático e fascismo.

Cinco anos antes, em 1922, Einstein escreveu um bilhete à sua irmã Maja enquanto estava escondido. Fugiu de Berlim após extremistas de direita terem assassinado o seu amigo Walther Rathenau, um judeu e ministro das Relações Exteriores alemão.

“Estou muito bem, apesar de todos os antissemitas entre os meus colegas alemães”, escreveu Einstein. “Estamos a viver uma época económica e politicamente sombria.”

  ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. A carta não é de Nobel (Alfred) – como dá a entender o título – mas sim de um galardoado com o prémio Nobel (Philipp Lenard)!

  2. “Depois, Lenard perguntou-se como a sua carta poderia ser vista no futuro, “desde que qualquer pessoa não-judia ainda esteja viva”, escreveu.”- Como foi possível que pessoas com muitíssimo, muito, moderado ou até pouco valor tivessem de morrer porque eram de determinada raça? – Isto passou-se em pleno século XX. -Hoje existe outro tipo de racismo, mais moderado mas não deixa de o ser. Criou-se uma onda, principalmente em boa parte dos órgãos de comunicação de que tudo que seja esquerda é bom, caso contrário, é mau. E por aqui me fico.

RESPONDER

Governo proíbe menores de 16 anos de assistirem a tourada

Os menores de 16 anos vão deixar de poder assistir a touradas, decidiu o Governo, nesta quinta-feira. A decisão de aumentar a idade mínima para 16 tem origem num "relatório do Comité dos Direitos da …

Mais 777 novos casos de covid-19 e seis mortes nas últimas 24 horas

Portugal registou na quarta-feira seis mortes devido à covid-19 e 777 novas infeções, de acordo com o boletim da Direção-Geral da Saúde (DGS) divulgado nesta quinta-feira. Segundo o boletim epidemiológico, há em Portugal 321 pessoas internadas, …

OE2022. Marcelo Rebelo de Sousa refere que "empatar tempo é perder o jogo"

O Presidente da República apelou esta quinta-feira a um “esforço de concertação” entre os decisores políticos, considerando que “não se trata de ceder nos princípios”, mas em aproveitar a oportunidade que o país tem para …

Caso Meco. Dux e Lusófona absolvidos de indemnizar famílias das vítimas

O ex-dux da Universidade Lusófona e a instituição de ensino foram absolvidos, esta quinta-feira, de pagar o pedido de indemnização que tinha sido movido pelas famílias das vítimas. Segundo avança o jornal online Observador, o Tribunal …

Costa põe na agenda bandeiras de Esquerda - e mostra-se disponível para negociar OE com "humildade"

O primeiro-ministro apareceu à última hora na reunião do grupo parlamentar do PS, acompanhado pelo ministro das Finanças, para explicar aos deputados o Orçamento do Estado para 2022 que está em risco de chumbo, depois …

Caos jurídico e mar de papéis. Juíza de mãos atadas com a estratégia de Sócrates

O mar de papéis, de recursos e de requerimentos do processo que implica José Sócrates está a complicar a vida à justiça, e não há luz ao fundo do túnel quanto ao momento em que …

"Legionella" detetada em balneários de pavilhão de escola em Portalegre

A bactéria foi detetada na água dos chuveiros de um balneário do pavilhão desportivo da Escola Secundária Mouzinho da Silveira, em Portalegre, mas “não há nenhum caso da doença", revelou o diretor do estabelecimento escolar. Em …

Diocese de Viseu está a investigar duas suspeitas de abuso sexual

A diocese de Viseu está a investigar dois casos de suspeita de abuso sexual de menores cometidos por membros da Igreja Católica. De acordo com o jornal Público, que avança a notícia esta quinta-feira, um dos …

Pessoas num mercado chinês

OMS armada com plano ousado e nova equipa para encontrar origens da covid-19. China pode atrapalhar

A Organização Mundial da Saúde anunciou esta quarta-feira a composição da equipa que irá passar a investigar novos vírus infecciosos que possam provocar pandemias e que terá como uma das missões estudar a origem do …

O vice-almirante Henrique Gouveia e Melo, coordenador do plano de vacinação contra a covid-19 em Portugal

Gouveia e Melo foi à TV japonesa revelar os segredos do sucesso da vacinação em Portugal

Esta quarta-feira, a TV Asashi emitiu uma reportagem sobre as campanhas de vacinação contra a covid-19 um pouco por todo o mundo. Portugal e o sucesso da sua estratégia mereceram destaque. Com 85% da população vacinada …