Leiloada carta de Nobel antissemita a desprezar Einstein e os judeus

Uma carta escrita em 1927 pelo Prémio Nobel Philipp Lenard a um colega a reclamar das conquistas de Einstein e do suposto domínio judaico da ciência foi a leilão no Nate D. Sanders Auctions, em Los Angeles, com preço de 13.700 euros.

De acordo com o Live Science, Philipp Lenard, que escrevia para Wilhelm Wien, outro vencedor do Prémio Nobel, foi um dos primeiros apoiantes do Partido Nazi na Alemanha.

A carta escrita em alemão, mas oferecida com uma tradução para o inglês, é escrita por Lenard a Wein por considerar que partilham pontos antissemitas, embora Wien “provavelmente não queira escrever nada sobre isso, mas é quase desnecessário de qualquer forma. Acho que sei que não vê nada disto de forma diferente”.

O cientista lamentou a “ação de Einstein”, referindo-se à recente aceitação de Einstein na Academia de Ciências da Baviera em Munique. A “inteletualidade superficial” da academia que elevou Einstein foi um “testemunho inesperado do seu domínio pelos judeus”, escreveu Lenard.

Depois, Lenard perguntou-se como a sua carta poderia ser vista no futuro, “desde que qualquer pessoa não-judia ainda esteja viva”, escreveu.

Lenard, que nasceu na Hungria em 1862, ganhou o Prémio Nobel de Física em 1905 pelo seu trabalho com raios catódicos, levando à descoberta de eletrões e raios-X, segundo a Fundação Nobel. As suas experiências também exploraram o efeito fotoelétrico – a ejeção de eletrões quando a luz incide sobre o metal – e “nunca perdoou Einstein” por alcançar um maior reconhecimento a respeito desse fenómeno.

Mas a inimizade de Lenard contra Einstein também refletia convicções antissemitas arraigadas. Lenard era um membro tão dedicado do Partido Nacional Socialista de Hitler que os oficiais nazis o nomearam Chefe da Física Ariana, de acordo com a biografia.

Em 1927, Einstein já estava bem ciente de que sentimentos antissemitas perigosos estavam a ultrapassar a decência comum na Alemanha, junto com uma maré crescente de nacionalismo fanático e fascismo.

Cinco anos antes, em 1922, Einstein escreveu um bilhete à sua irmã Maja enquanto estava escondido. Fugiu de Berlim após extremistas de direita terem assassinado o seu amigo Walther Rathenau, um judeu e ministro das Relações Exteriores alemão.

“Estou muito bem, apesar de todos os antissemitas entre os meus colegas alemães”, escreveu Einstein. “Estamos a viver uma época económica e politicamente sombria.”

ZAP ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. A carta não é de Nobel (Alfred) – como dá a entender o título – mas sim de um galardoado com o prémio Nobel (Philipp Lenard)!

  2. “Depois, Lenard perguntou-se como a sua carta poderia ser vista no futuro, “desde que qualquer pessoa não-judia ainda esteja viva”, escreveu.”- Como foi possível que pessoas com muitíssimo, muito, moderado ou até pouco valor tivessem de morrer porque eram de determinada raça? – Isto passou-se em pleno século XX. -Hoje existe outro tipo de racismo, mais moderado mas não deixa de o ser. Criou-se uma onda, principalmente em boa parte dos órgãos de comunicação de que tudo que seja esquerda é bom, caso contrário, é mau. E por aqui me fico.

RESPONDER

Doença cerebral misteriosa intriga médicos no Canadá

 A doença misteriosa foi identificada, pela primeira vez, em 2015, num doente considerado um "caso isolado e atípico". Há quase dois anos, Roger Ellis desmaiou depois de ter tido uma convulsão durante o 40.º aniversário de …

Estudo sugere que há quatro tipos de Alzheimer

Uma equipa de investigadores sugere que há quatro tipos da doença de Alzheimer, que atacam diferentes zonas do cérebro e têm sintomas distintos. Um novo estudo sugere que o Alzheimer é uma doença bem mais complexa …

Jovens tentam salvar vidas na Índia através do Youtube. Plataforma elimina vídeos por serem "perigosos"

A Índia continua a debater-se com a grave crise sanitária desencadeada pela covid-19. Jovens indianos publicaram no Youtube vídeos a produzir oxigénio em casa, usando processos químicos ensinados nas escolas. A plataforma eliminou-os. De acordo com …

Shuvuuia era um dinossauro do tamanho de uma galinha, que caçava às escuras

Os investigadores descobriram que Shuvuuia, um pequeno dinossauro do tamanho de uma galinha, tinha uma excelente audição e visão noturna, que lhe permitiam caçar de noite. São poucas as aves que têm aquilo que é preciso …

Na China, é ilegal pedir comida em excesso nos restaurantes

A China aprovou uma lei anti-desperdício de alimentos que proíbe clientes de restaurantes de pedirem mais do que precisam, uma legislação abrangente pode prejudicar a experiência de comer fora de casa. A lei, que entrou em …

Sindicato de pilotos denuncia pedidos da TAP para voos em folga

O Sindicato dos Pilotos da Aviação Civil (SPAC) denunciou pedidos da Transportadora Aérea Portuguesa (TAP) para que alguns trabalhadores efetuem voos em dias de folga, ao mesmo tempo que afirma ter pilotos em excesso. Num email …

Bayern Munique 'festeja' nono título consecutivo com goleada

O Bayern Munique coroou este sábado o seu nono título consecutivo na Liga alemã de futebol com uma goleada no triunfo diante do Borussia Moenchengladbach (6-0), num jogo com um hat-trick de Lewandowski. Antes de pisar …

A piscina infinita mais alta do mundo fica no Dubai

Haverá poucas coisas tão libertadoras como dar um mergulho numa piscina infinita com vista para o oceano. Agora, quem visitar o Dubai poderá fazê-lo numa piscina a quase 300 metros acima do nível do mar. Segundo …

"Polskie Babcie", as avós que lutam pela democracia na Polónia

Um grupo de idosas polacas organiza protestos, todas as semanas, para lutar pela democracia no país, governado pelo partido de direita nacional-conservador e democrata-cristão Lei e Justiça (PiS). É hora de ponta em Varsóvia, capital da …

Cimeira Social. Jerónimo de Sousa diz que não se respondeu aos verdadeiros problemas

O secretário-geral do PCP, Jerónimo de Sousa, afirmou este sábado, no Porto, que a Cimeira Social da União Europeia não respondeu às necessidades associadas ao emprego, à valorização dos salários e ao fim da precarização …