Carrilho absolvido do crime de violência doméstica por falta de provas

Tiago Petinga / Lusa

O ex-ministro da Cultura, Manuel Maria Carrilho

O ex-ministro da Cultura Manuel Maria Carrilho foi absolvido do crime de violência doméstica contra a ex-mulher Bárbara Guimarães. A juíza do processo considera que não há provas suficientes para uma condenação.

Manuel Maria Carrilho era acusado de violência doméstica e de 23 crimes de difamação, contra a sua ex-mulher Bárbara Guimarães, num processo que respeita a acusações relacionadas com o período em que os dois estiveram casados.

No final de Outubro, o ex-ministro foi condenado a quatro anos de prisão, com pena suspensa, pelo crime de violência doméstica num outro processo movido por Bárbara Guimarães, por factos ocorridos já depois do divórcio.

Agora é ilibado de quase todos os crimes que lhe eram imputados, menos um, de difamação, relacionado com declarações que prestou à comunicação social sobre o alegado problema de alcoolismo de Bárbara Guimarães.

Foi condenado a 150 dias de multa, num total de 900 euros, e ainda ao pagamento de uma indemnização de três mil euros por danos não patrimoniais à apresentadora.

Quanto ao crime de violência doméstica, a juíza Joana Ferrer fala em “prova pericial inconclusiva” e refere que a “prova testemunhal abundante”, “não foi capaz de sustentar a acusação”. “Não resulta da matéria de facto provada que o arguido tem cometido o crime de violência doméstica”, destaca também, citada pela Lusa.

Reagindo à sentença, Carrilho diz-se “aliviado” e “feliz”, conforme declarações que prestou aos jornalistas à saída do tribunal. “Acho que se fez justiça”, notou o ex-ministro.

“Chega para mim ao fim um verdadeiro calvário de quatro anos em que tantas falsidades se espalharam, assentes em provas que não existiram e numa vítima que se revela tratar-se de uma falsa vítima“, realçou ainda.

O seu advogado diz que está já à espera do recurso da defesa e refere que o processo assentava numa “prova muitíssimo débil” e que, por isso, o Ministério Público nem sequer deveria ter deduzido acusação.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

RESPONDER

Homicídio com 32 anos resolvido com a menor amostra de ADN de sempre

Um caso de homicídio ocorrido há 32 anos, que muitos consideraram impossível de ser resolvido, foi finalmente desvendado (e tudo graças à amostra de ADN mais pequena de sempre usada para decifrar um caso). De acordo …

Braços robóticos controlados remotamente podem vir a realizar cirurgias delicadas

Um equipa de investigadores está a trabalhar para eliminar movimentos rígidos nos braços robóticos, de modo a torná-los mais ágeis. O objetivo é que no futuro estes possam empilhar pratos ou até realizar cirurgias delicadas. Os …

Alemão foi forçado a remover estátua do pai por esta se parecer com Hitler

Um alemão foi obrigado a retirar uma figura de madeira de um cemitério, que seria para homenagear o seu falecido pai, por ter semelhanças com o antigo ditador nazi. As autoridades do município de Weil im …

Podcast evita morte de um condenado (seis vezes)

Curtis Flowers foi julgado seis vezes pelo mesmo promotor de justiça. Um programa de investigação mudou o seu destino. O promotor continua a acreditar que Curtis é culpado. A própria equipa responsável pelo 60 Minutes, programa …

EUA venderam álbum único dos Wu-Tang Clan (que pertencia a Martin Shkreli)

O álbum do grupo Wu-Tang Clan, confiscado em 2018 ao antigo gestor de fundos Martin Shkreli, também conhecido como "o empresário mais odiado do mundo", foi agora vendido pelo Governo norte-americano. Num comunicado divulgado esta terça-feira, …

Bezos ofereceu 1,7 mil milhões de euros à NASA para entrar na corrida da próxima viagem à Lua

O empresário norte-americano ofereceu 1,7 mil milhões de euros à NASA numa tentativa de reacender a batalha espacial entre a sua empresa, a Blue Origin, e a do "rival" Elon Musk, a SpaceX. De acordo com …

Clientes com certificado digital válido impedidos de entrar em restaurantes

Estão a ser reportados vários casos de clientes que, ao apresentarem o certificado digital para poderem entrar num restaurante, não conseguem fazê-lo porque o documento está a ser considerado inválido pelos dispositivos eletrónicos. Segundo a rádio …

Covid-19 trouxe "paranoia" ao mercado

Diretor do Norwich City, da Premier League, acha que os responsáveis por alguns clubes não sabem bem o que estão a fazer nos últimos tempos. O Norwich City iria jogar contra o Coventry City, num encontro …

Israel cria "task force" para reverter boicote da Ben & Jerry's na Cisjordânia

Israel criou uma task force para pressionar a empresa de gelados norte-americana Ben & Jerry's e a sua proprietária, Unilever, a reverterem a decisão de boicotar a ocupação israelita na Cisjordânia. "Precisamos de aproveitar os 18 …

Violência armada. 430 mortos na última semana nos EUA e 2021 pode ser dos piores anos de sempre

Só na semana passada registaram-se cerca de 430 mortos e mais de 1000 feridos associados a tiroteios, num ano que está a ser marcado pelo aumento da violência armada nos Estados Unidos. O ano passado foi …