Carrilho absolvido do crime de violência doméstica por falta de provas

Tiago Petinga / Lusa

O ex-ministro da Cultura, Manuel Maria Carrilho

O ex-ministro da Cultura Manuel Maria Carrilho foi absolvido do crime de violência doméstica contra a ex-mulher Bárbara Guimarães. A juíza do processo considera que não há provas suficientes para uma condenação.

Manuel Maria Carrilho era acusado de violência doméstica e de 23 crimes de difamação, contra a sua ex-mulher Bárbara Guimarães, num processo que respeita a acusações relacionadas com o período em que os dois estiveram casados.

No final de Outubro, o ex-ministro foi condenado a quatro anos de prisão, com pena suspensa, pelo crime de violência doméstica num outro processo movido por Bárbara Guimarães, por factos ocorridos já depois do divórcio.

Agora é ilibado de quase todos os crimes que lhe eram imputados, menos um, de difamação, relacionado com declarações que prestou à comunicação social sobre o alegado problema de alcoolismo de Bárbara Guimarães.

Foi condenado a 150 dias de multa, num total de 900 euros, e ainda ao pagamento de uma indemnização de três mil euros por danos não patrimoniais à apresentadora.

Quanto ao crime de violência doméstica, a juíza Joana Ferrer fala em “prova pericial inconclusiva” e refere que a “prova testemunhal abundante”, “não foi capaz de sustentar a acusação”. “Não resulta da matéria de facto provada que o arguido tem cometido o crime de violência doméstica”, destaca também, citada pela Lusa.

Reagindo à sentença, Carrilho diz-se “aliviado” e “feliz”, conforme declarações que prestou aos jornalistas à saída do tribunal. “Acho que se fez justiça”, notou o ex-ministro.

“Chega para mim ao fim um verdadeiro calvário de quatro anos em que tantas falsidades se espalharam, assentes em provas que não existiram e numa vítima que se revela tratar-se de uma falsa vítima“, realçou ainda.

O seu advogado diz que está já à espera do recurso da defesa e refere que o processo assentava numa “prova muitíssimo débil” e que, por isso, o Ministério Público nem sequer deveria ter deduzido acusação.

ZAP ZAP // Lusa

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

RESPONDER

Imunidade de grupo pode ser impossível de atingir, avisam especialistas

No futuro, o vírus SARS-CoV-2 pode tornar-se endémico, mas menos perigoso e mais controlável, como “uma constipação comum”. Alguns especialistas avisam que as novas variantes do vírus SARS-CoV-2 e o ritmo lento da vacinação um …

Britânicos precisarão de documento de identificação com fotografia para votar

Nas próximas eleições para o Parlamento britânico, daqui a três anos, só poderão votar eleitores que possuam documento de identificação com fotografia, medida que visa diminuir a fraude eleitoral e que deverá ser anunciada na …

Em 2018, a PJ estava "na penúria" e a "ponto de encerrar"

Com recados ao Governo, a Directora Nacional Adjunta da Polícia Judiciária (PJ), Luísa Proença, lamenta o desinvestimento que tem sido feito pelo poder político na força de autoridade e revela que em 2018, quando chegou …

José Seguro acusa líderes europeus de "matar lentamente" a Europa

O antigo líder socialista António José Seguro defendeu no domingo que a ambiguidade dos líderes políticos e a morosidade dos processos de decisão nas instituições da União Europeia (UE) estão "a matar, lentamente, a Europa". O …

Marcelo não se pronuncia sobre pedidos de demissão de Cabrita

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, recusou pronunciar-se sobre os pedidos de demissão de Eduardo Cabrita. Marcelo Rebelo de Sousa entende que os pedidos de demissão de ministros são "típicos da luta político-partidária" e …

TAP vai pedir a insolvência da Groundforce

Pedro Nuno Santos, ministro das Infraestruturas, disse esta segunda-feira aos representantes dos trabalhadores que a TAP vai avançar com um pedido de insolvência da Groundforce. A TAP anunciou esta segunda-feira que vai avançar, ainda hoje, com …

Ida de Luís Filipe Vieira para o Benfica "foi um pedido de várias instituições financeiras"

Luís Filipe Vieira diz que os bancos quiseram, no início dos anos 2000, que fosse para o SL Benfica devido à sua situação financeira, pois estavam interessados na sua viabilização. Aos deputados, o presidente das …

Alemanha autoriza vacina da Johnson & Johnson a menores de 60 anos

A Alemanha recomenda a vacina da Johnson & Johnson (Janssen) contra o novo coronavírus a partir dos 60 anos, mas permitirá o seu uso em pessoas abaixo desta idade após consulta médica e decisão pessoal. O …

Livatino é o primeiro juiz a ser beatificado. Foi morto pela máfia italiana

A Igreja Católica beatificou este domingo o juiz italiano Rosario Livatino, assassinado em 1990 pela máfia em Agrigento, na Sicília, Itália. Rosario Livatino, que hoje teria 69 anos, foi assassinado em 21 de setembro de 1990 …

Castelo do Drácula oferece vacinas contra a covid-19 aos visitantes

O castelo do Drácula, na Roménia, está a oferecer vacinas contra a covid-19 a todos os que o visitem. Nas ilhas Baleares, os turistas vão poder contar com um seguro de repatriamento. Segundo conta a BBC, …