Carlos Costa desmente Salgado em carta ao Parlamento

Banco Central Europeu

Carlos Costa, governador do Banco de Portugal

Carlos Costa, governador do Banco de Portugal

O governador do Banco de Portugal (BdP), Carlos Costa, refutou esta terça-feira as afirmações feitas pelo ex-presidente do BES Ricardo Salgado sobre a alegada aceitação Amílcar Morais Pires para futuro presidente da Comissão Executiva do banco.

A posição de Carlos Costa consta numa carta enviada à comissão parlamentar de inquérito (CPI) à gestão do BES e do Grupo Espírito Santo (GES), horas depois das declarações feitas por Ricardo Salgado na mesma comissão.

“Aproveito a oportunidade desta carta para refutar veementemente diversas afirmações feitas pelo dr. Ricardo Salgado durante a audição na CPI a respeito da alegada aceitação do dr. Morais Pires para futuro presidente da Comissão Executiva do Banco Espírito Santo”, lê-se na missiva, que é acompanhada por correspondência trocada entre Carlos Costa e Ricardo Salgado.

Num email enviado a 20 de junho de 2014, Ricardo Salgado pede ao governador do BdP “com urgência a autorização” para que seja dada a indicação de Amílcar Morais Pires como próximo presidente executivo do banco.

Salgado alegava, entre outros motivos, que existiam “bancos a suspender as linhas interbancárias“, estando “em hold até ao esclarecimento total sobre o novo comando executivo” do banco e que o então presidente do IGCP – Agência de Gestão da Tesouraria e da Dívida Pública, João Moreira Rato, manifestava “grande preocupação sobre o potencial impacto no mercado”.

“Desta forma, acredito ser essencial indicar ao mercado a proposta da ESFG [Espírito Santo Financial Group] para a assembleia geral de 31 de julho para a nomeação de Amílcar Morais Pires como CEO”, acrescentava Salgado.

Na resposta, enviada no mesmo dia, Carlos Costa afirma que “o Banco de Portugal não está em condições de validar um nome proposto, por um acionista de referência, para a presidência da Comissão Executiva, sem avaliar o preenchimento dos requisitos de idoneidade”.

O governador do BdP afirmou ainda que a escolha do novo presidente executivo competia, no caso do BES, ao Conselho de Administração.

O ex-administrador financeiro do BES Morais Pires, tido como braço direito de Ricardo Salgado, chegou a ser apontado para substituir o histórico presidente do banco, cargo que acabou por ser assumido por Vítor Bento.

Na carta enviada à comissão de inquérito, Carlos Costa esclarece ainda, sobre a proposta de nomeação de Ricardo Salgado para presidente do Conselho Estratégico, que “ao Banco de Portugal apenas compete legalmente avaliar a idoneidade dos membros dos órgãos de administração e fiscalização das instituições de crédito, e não de outros órgãos estatutários”.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Presidente promulga lei que lança app Stayaway Covid

O Presidente da República promulgou, esta terça-feira, o diploma que estabelece o responsável pelo tratamento dos dados e regula a intervenção do médico no sistema 'Stayaway Covid'. À margem de uma visita a Lagoa, no Algarve, …

Prémios e dados pessoais. Worten alerta clientes para falso SMS em circulação

A Worten alerta os clientes para não partilharem dados pessoais em resposta a mensagens publicitárias falsas que estão a circular por SMS em nome da retalhista, a anunciar um prémio. "Alertamos que não devem ser facultados …

GNR já passou 2200 coimas por falta de limpeza de terrenos. Mais de cem câmaras multadas

Mais de uma centena de câmaras municipais foram multadas por falta de limpeza de terrenos, sendo a ausência de tratamento nas margens das estradas e junto às linhas de distribuição elétrica a principal infração registada …

Presidente do Governo da Catalunha pede a Filipe VI que abdique

O presidente do governo regional da Catalunha, Quim Torra, pediu na terça-feira ao rei Filipe VI que abdique e solicitou ao presidente do parlamento que convoque uma sessão plenária extraordinária para estabelecer uma "posição comum" …

Virologista chinesa diz que novo coronavírus foi "criado em laboratório militar"

A virologista chinesa que fugiu para os Estados Unidos deu mais uma entrevista onde assegura que o novo coronavírus foi "criado num laboratório militar". Numa nova entrevista, citada pelo jornal online Observador, Li Meng-Yan, a virologista …

Ministério da Saúde abre 435 vagas para médicos de família

É o maior número de vagas dos últimos anos colocadas a concurso para a contratação de médicos especialistas em medicina geral e familiar para o SNS. De acordo com o jornal Público, o Ministério da Saúde …

MP brasileiro processa pastor por anunciar cura com feijões para a covid-19

O Ministério Público brasileiro pediu a abertura de um processo contra o pastor evangélico Valdemiro Santiago e a Igreja Mundial do Poder de Deus, que anunciaram a cura da covid-19 a partir do cultivo de …

Dívida do Estado à ADSE ascende a 200 milhões de euros

A dívida do Estado à ADSE, em 2019, ascendia a 198,2 milhões de euros, segundo o parecer do Conselho Geral e de Supervisão (CGS) ao relatório e contas do ano passado, publicado no site do …

Governo dos Açores violou Constituição ao impor quarentena obrigatória

O confinamento obrigatório de 14 dias que o governo regional dos Açores tem imposto a quem chega à região autónoma é inconstitucional, dizem os juízes do Tribunal Constitucional. As autoridades açorianas violaram a Constituição ao impor …

China caminha a passos largos para a normalidade. Gaming, cerveja e Ikea dão empurrão

A China não regista, desde 17 de maio, vítimas mortais causadas pelo novo coronavírus. No entanto, há dois surtos ativos que parecem não impedir a população de caminhar em direção à normalidade. À semelhança do resto …