Carlos Alexandre meteu “pé na argola”. Há novas dúvidas na escolha do juiz do caso Sócrates

José Sena Goulão / Lusa

O juiz Carlos Alexandre

As suspeitas que Carlos Alexandre lançou sobre a escolha do juiz que vai liderar a fase de instrução da Operação Marquês, feita por via electrónica, podem ter-se virado contra si próprio, lançando dúvidas sobre a forma como foi seleccionado para a fase da investigação do processo.

O Conselho Superior da Magistratura (CSM) está a investigar a distribuição de processos no Tribunal Central de Instrução Criminal (TIC). Um dado que surge depois de Carlos Alexandre, que liderou a fase de investigação da Operação Marquês, que tem como principal arguido o ex-primeiro-ministro José Sócrates, ter lançado suspeitas quanto à distribuição electrónica do caso para a fase de instrução, que foi entregue a Ivo Rosa, o outro juiz do TIC.

Numa entrevista à RTP, Carlos Alexandre questionou o sorteio, considerando que “há uma aleatoriedade que pode ser maior ou menor consoante o número de processos de diferença que exista entre mais do que um juiz”.

Mas essas declarações “parecem ter-se virado contra ele próprio“, como aponta o Expresso, realçando que o CSM está também a analisar a forma como a Operação Marquês chegou às mãos de Carlos Alexandre, na fase de investigação.

Este processo, que é o mais mediático da história recente da justiça portuguesa, foi sorteado manualmente a 9 de Setembro de 2014, ficando entregue a Carlos Alexandre, um dia depois de ter sido feito um sorteio informático.

O CSM alegou, na altura, que o sorteio foi manual por não poder ser feito por via electrónica, “dados os problemas de funcionamento que determinaram o encerramento do Citius em Setembro de 2014″, como cita o Expresso.

Todavia, um dia antes, ou seja, a 8 de Setembro de 2014, foi feito o sorteio electrónico de um processo, o que choca com o argumento avançado pelo CSM.

O Expresso nota que entre Setembro e Outubro de 2014, foram sorteados electronicamente quatro processos em 115 distribuições efectuadas.

“O facto de ao longo desses dois meses o software de distribuição informática de processos ter sido usado com sucesso em quatro ocasiões — a 1, 8 e 12 de setembro e a 8 de outubro — parece contradizer o que o CSM tinha divulgado”, aponta o Expresso.

O CSM já terá ouvido Carlos Alexandre no passado dia 9 de Outubro, a propósito das suas declarações à RTP.

“É melhor a decidir do que a falar”

Comentando as suspeitas lançadas pelo magistrado que é conhecido como o super-juiz, por ter tido nas mãos alguns dos casos mais importantes da justiça portuguesa dos últimos anos, Marques Mendes considera que ele é “melhor a decidir do que a falar”.

“Sempre que abre a boca para dar uma entrevista mete o pé na argola“, considera o comentador político no seu espaço de opinião no Jornal da Noite da SIC. Marques Mendes entende que Carlos Alexandre “fez um mau serviço à justiça e a si próprio” com as declarações que prestou.

Além disso, Marques Mendes diz que o juiz acabou também a dar razão aos que o acusam de ter uma obsessão pelo processo Operação Marquês.

Certo é que as dúvidas lançadas por Carlos Alexandre, que acabam por questionar também a forma como o caso lhe foi entregue, podem ter implicações nas decisões que tomou, caso se comprovem irregularidades.

As defesas de José Sócrates e de Armando Vara, dois dos arguidos da Operação Marquês, argumentam precisamente que houve irregularidades na distribuição do caso a Carlos Alexandre, solicitando a nulidade de todas as decisões que tomou desde a data do sorteio manual, a 9 de Setembro de 2014.

ZAP //

 

PARTILHAR

29 COMENTÁRIOS

  1. Já estava a tardar, TUDO vai dar em NADA. Estava-se mesmo a ver que era uma questão de tempo, o Xuxas são espert neste tipo de situações, saem sempre limpinhos limpinhos. São doutorados em trafolhices, roubos, vigarices, corrupções… Só falta ele o JS no final ainda pedir mais dinheiro ao Estado Português ( como foi o da pedofilia- que nunca mais ninguém o viu na politica, por que será??).
    METEM NOJOOOO

    • Mas ainda há socialistas que juram que o Filosofo é inocente e juram pela alma da mãe deles.

      E como dizia o outro cor de rosa, que nunca recebeu um céntimo de ninguém, salvo casos muito mas muito excepcionais, quem se mete com o ” farinha amparo” leva no toutiço ( versão livre)

  2. será que ainda ninguém percebeu o que vai acontecer?
    Com o PS no Governo e com o Costa a dizer sempre bem do Sócrates está tudo em curso para libertar o Sócrates e fazer dele um exemplo.
    Mais uma vez as instituições, com o “forcing” dos governantes estão, vão libertar os criminosos que “roubaram” milhões e depois, como se vê na proposta de orçamento para 2019, aumenta-se os impostos em cerca de 15% para assim poderem continuar a roubar e a agradar aos amigos…
    E aqui agora até se pode incluir BE e PCP que estão a dar o aval a este roubo.

  3. PORTUGUESES, ainda vão ver o juiz Carlos Alexandre castigado e o Zé trokas ilibado. Eles funcionam assim.
    É pena que o Zé povinho ainda acredite no pai natal. Para já que se saiba, era nórdico..

  4. pena isso nada v vai dar, mas não vai dar para justiça, mas o tustão que esse sujeito vai receber como indeminização vai nos custar muito do bolço

  5. isto é extraordinário.

    então o processo de escolha para além do ridiculo informático que não lembra a ninguém ter falhado 3 vezes, pelos vistos é ainda pior.

    mas o que têm os juízes que estão na berlinda a ver com o caso?
    por acaso foram eles que ‘desenharam’ o processo de escolha?

  6. O Juiz Carlos Alexandre parece estar sozinho entregue aos tubarões, a não ser que apareça mais alguém dentro da magistratura que queira colocar um ponto final neste flagelo em que está mergulhada a justiça.
    Não haverá outra oportunidade para dar a volta para que todos, (Juízes, Procuradores,investigadores e o povo Português) se possamos orgulhar da Justiça que temos.
    Acredito que o desfecho deste processo terá uma influência maior do que possas imaginar no futuro da democracia Portuguesa.
    Os Juízes não têm que ser mais favoráveis ou menos favoráveis, não podem haver Juízes que os arguidos gostem mais ou menos, todos têm que aplicar a lei.
    Não podem haver Juízes que não se entendem com procuradores, mais parecendo que estão a competir, ambas as partes estão ao serviço da justiça,(verdade).
    Os processos ,BPN, Marquês, Submarinos,face oculta,…não só nos envergonham como nos metem na miséria, não Há democracia que resista sem Justiça.

    • Tem andado distraído. Durante a fase de investigação houve mais de 50 recursos interpostos pela defesa e à exceção de um, todos foram indeferidos. O único juiz que deferiu um recurso foi o famoso Rui Rangel, que pelas notícias posteriores é no mínimo questionável enquanto pessoa de bem.
      Assim mais de 50 juízes já se manifestaram no âmbito deste processo e sempre a favor do juiz Carlos Alexandre.

          • Só viste ao meu comentário ou só o meu mereceu resposta? Chamei-te o que se chamaste a mim sem me conheceres de lado nenhum? Ou queimaste-te? Merecias outra resposta mas não sou da tua raça!!

    • Não é “não podem haver”, é não pode haver.
      O verbo haver, quando é sinónimo de existir, só se conjuga na 3ª pessoa do singular, e o verbo auxiliar segue o mesmo caminho.
      Quanto ao conteúdo do texto, estou plenamente de acordo.

  7. Este juiz anda a meter as patas e a estragar todo o processo!!
    Devia estar caladinho e fazer o seu trabalho – e o trabalho de um juiz é tudo menos andar a dar entrevistas e a mandar bitaites…
    Cada a vez que este juiz abre a boca, o Sócrates e “amigos” até devem bater palmas!…

  8. Que diriam o Sócrates e os seus advogados se tivesse dado erro 3 vezes e no fim saísse carlos Alexandre, de certeza que o sorteio não seria válido, usariam todos os argumentos para o descrevilizar.

  9. Para quê tanta coisa?
    Desde o início que o resultado final do “processo” se deixa antever!
    – E o pior é que, como habitual, SOMOS TODOS NÓS QUEM PAGA A FATURA…

  10. Quando o juiz que acompanha a investigação e o procurador da mesma “dormem” na mesma cama, está tudo dito!! Quanto aos “recursos” recusados… a cumplicidade foi demasiado evidente para ser séria.
    Ninguém questiona a “entrega em mãos” do processo a Carlos Alexandre, que deveria ter sido sujeito a distribuição electrónica, mas depois todos dizem que a “escolha do computador” (que escolheu Ivo Rosa) foi manipulada. O juiz Alexandre demonstrou desrespeito pelo seu colega de profissão e ressabiamento por ter sido preterido! Parece que o único juiz sério deste país é esta figura sinistra, que disse não ter amigos ricos com contas no estrangeiro e afinal pediu dinheiro emprestado a um ex-procurador, seu amigo, acusado de corrupção e que tem 300.000 euros numa conta de Andorra e mais 480.000 noutras paragens. O empréstimo foi feito com o dinheiro “sujo” que o ex-procurador terá recebido do angolano. Apanha-se mais depressa um mentiroso do que um coxo!!!

    • Ena que confusão que para aí vai Sócrates! Isso está tudo baralhado. E para ver que este juiz não estará assim tão errado basta ver que dos mais de 50 recursos que puseste em tribunal só ganhaste um. Todos os restantes foram favoráveis ao Carlos Alexandre. E, Sócrates, se estás assim tão seguro, vai a tribunal onde poderás esgrimir todos os argumentos que tanto defendes! O coletivo decidirá!

  11. Pois é, mas o erário público não fica a perder tudo. Imaginem só quantos rolos de papel higiénico, vão dar, aqueles centenas de quilos de papel que eram o suporte de instrução do processo. Tanto traseiro para limpar.

  12. O Saloio de Maçã podre vai acabar na valeta há bichos que merecem mentiu quando disse que não tinha amigos que lhe emprestasse dinheiro afinal apareceu o orlandinho que lhe emprestou

  13. Razão tem o Cavaco quando diz que o costa é um artista. Artista no pior sentido. Para mim não passa de um palhaço de circo.

RESPONDER

Imigrantes que entraram ilegais em Portugal terão visto desde que tenham um ano de descontos

Os imigrantes que se encontram em Portugal a trabalhar e a descontar para a Segurança Social há pelo menos 12 meses vão poder ter a autorização de residência mesmo que não tenham entrado no país …

Estudantes no Porto até aos 15 anos vão andar gratuitamente de metro e autocarro

A Câmara do Porto vai garantir passes gratuitos para residentes estudantes na cidade até aos 15 anos, complementando a medida do Governo que prevê a gratuitidade do título de transporte até aos 12 anos. O anúncio …

Ryanair e Wizz Air multadas por restrições na bagagem de mão

A autoridade da concorrência italiana aplicou nesta quinta-feira uma multa de três milhões de euros à companhia aérea Ryanair e de um milhão de euros à Wizz Air, outra low cost, pelo suplemento aplicado à …

Falta de limpeza de terrenos motivou mais de 8 mil autos de contraordenação em 2018

A Guarda Nacional Republicana (GNR) revelou esta sexta-feira que foram levantados 8.425 autos de notícia por contraordenação devido à falta de limpeza de terrenos florestais durante 2018, o que corresponde a uma média de 23 …

Venezuela. Militares disparam contra civis e fazem dois mortos e vários feridos

Confrontos na fronteira entre a Venezuela e o Brasil fizeram um morto e vários feridos esta sexta-feira. A tensão aumentou quando um grupo de cidadãos tentava manter aberta parte da fronteira sul do país. A notícia …

Telecomunicações. Pôr fim a um contrato de fidelização pode ficar mais barato

A Autoridade Nacional de Comunicações quer mudar as regras das fidelizações nos contratos com as operadores de telecomunicações. O regulador pretende que baixem os custos para os clientes. Esta é uma das propostas que a Anacom …

Rio chega à caixa de correio dos portugueses para dizer que tenta fazer diferente ("mas não é fácil")

Rui Rio escreveu uma carta aos portugueses para defender que desde que assumiu o papel de presidente do PSD tem tentado atuar em nome do interesse nacional, mas "não é fácil". "Caro concidadão." É desta forma …

Códigos misteriosos e encontros com políticos. MP passa agenda de Salgado a pente fino

Encontros com políticos, como Sócrates e Passos Coelho, e 40 reuniões com Manuel Pinho, entre códigos secretos que envolvem António Mexia, o presidente da EDP. São alguns dos dados que as agendas de Ricardo Salgado, …

Ator da série Empire passou de vítima de ataque racista a suspeito de o ter forjado

O ator americano Jussie Smollett, que interpreta Jamal Lyon na série Empire, foi preso nesta quinta-feira sob acusação de ter feito uma queixa-crime falsa. O ator Jussie Smollett, de 36 anos, disse ter sido agredido fisicamente, …

Sonho de 30 anos cada vez mais longe. Direitos Humanos afastam Turquia da UE

As negociações da Turquia para a adesão à União Europeia começaram há mais de 32 anos, mas a esperança dos turcos integrarem o espaço europeu é cada vez menor. O Parlamento Europeu votou pela suspensão …