Sorteio coloca juiz Ivo Rosa à frente da Operação Marquês

Pedro Nunes / Lusa

O ex-primeiro-ministro José Sócrates

Ivo Rosa vai ser o juiz de instrução do processo Operação Marquês, que envolve o antigo primeiro-ministro José Sócrates, determinou, nesta sexta-feira, o sorteio realizado no Tribunal Central de Instrução Criminal, em Lisboa.

O sorteio informático deste mega-processo, em que estão acusados nomes conhecidos da política, da banca e da PT, realizou-se no Tribunal Central de Instrução Criminal (TCIC) e resumiu-se à escolha entre Carlos Alexandre e Ivo Rosa, os dois únicos juízes desta instância judicial.

Um problema informático atrasou o sorteio que estava marcado para as 16 horas, como reporta a TSF. Mas acabou por colocar Ivo Rosa à frente do caso, indo ao encontro das preferências de alguns dos arguidos da Operação Marquês, nomeadamente de José Sócrates e de Armando Vara, que contestaram a actuação de Carlos Alexandre e que pretendiam excluí-lo do processo.

A fase inicial de inquérito da Operação Marquês foi dirigida pelo Ministério Público, mas contou com decisões e intervenções de Carlos Alexandre, motivo que levou alguns dos advogados de defesa a pedir o afastamento deste juiz da fase seguinte, a instrução do processo.

Ivo Rosa “é conhecido por nem sempre apoiar as teses incriminatórias dos arguidos que lhe são levadas pelo Ministério Público”, como sustenta o Público, lembrando que recusou levar a julgamento 18 dos 86 arguidos da Operação Zeus que envolve actos de corrupção nas messes da Força Aérea.

Este juiz também ilibou todos os arguidos do caso que envolve a TAP em suspeitas de lavagem de dinheiro de elites angolanas, através da companhia aérea Sonair, e chegou a acusar o Ministério Público de imparcialidade na investigação às rendas da EDP.

Ivo Rosa vai agora decidir se leva ou não a julgamento os arguidos da Operação Marquês. A abertura da instrução, fase processual com carácter facultativo, foi pedida pela maioria dos advogados do processo.

O inquérito da Operação Marquês culminou na acusação a um total de 28 arguidos – 19 pessoas e nove empresas – e está relacionado com a prática de quase duas centenas de crimes de natureza económico-financeira.

José Sócrates, que chegou a estar preso preventivamente durante dez meses e depois em prisão domiciliária, está acusado de três crimes de corrupção passiva de titular de cargo político, 16 de branqueamento de capitais, nove de falsificação de documentos e três de fraude fiscal qualificada.

A acusação sustenta que Sócrates recebeu cerca de 34 milhões de euros, entre 2006 e 2015, a troco de favorecimentos a interesses do ex-banqueiro Ricardo Salgado no Grupo Espírito Santo e na PT, bem como para garantir a concessão de financiamento da Caixa Geral de Depósitos ao empreendimento Vale do Lobo, no Algarve, e por favorecer negócios do Grupo Lena.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

RESPONDER

VAR salva Jesus da primeira derrota do Flamengo no Brasileirão

O treinador português Jorge Jesus esteve perto de sentir pela primeira vez o sabor da derrota no Brasileirão de futebol, mas o videoárbitro (VAR) validou o golo de Gabriel Barbosa já perto do final da …

André Silva a caminho do Mónaco por 30 milhões de euros

André Silva estará perto de se tornar reforço do Mónaco, segundo avança a imprensa italiana. O clube francês irá pagar cerca de 30 milhões de euros pelo avançado internacional português. O internacional português André Silva vai …

Sp. Braga e V. Guimarães já conhecem os adversários na 3.ª pré-eliminatória da Liga Europa

O Sporting de Braga vai defrontar Lechia Gdansk ou Brondby na terceira pré-eliminatória da Liga Europa, enquanto o Vitória de Guimarães jogará, case se qualifique, com Ventspils ou Gzira United, ditou o sorteio realizado esta …

Emigrantes que queiram regressar já se podem candidatar ao programa de apoio financeiro

"Regressar" é o nome do programa do Governo com incentivos aos emigrantes que queiram regressar a Portugal. As candidaturas arrancaram esta segunda-feira. A partir desta segunda-feira, os emigrantes portugueses e lusodescendentes que tenham deixado o país …

Pedro Sánchez promete subir salário mínimo, mas ainda não tem apoios suficientes

O primeiro-ministro socialista espanhol, Pedro Sánchez, prometeu esta segunda-feira subir o salário mínimo do país na apresentação do programa do Governo que espera formar com a extrema-esquerda, com quem ainda está a negociar um executivo …

Reino Unido foi excluído de reunião em Bruxelas (e não gostou)

O Reino Unido foi excluído de uma reunião de Estados-membros sobre cibersegurança e a diplomacia britânica já demonstrou o seu desagrado face à decisão, adiantou o Financial Times este sábado. Segundo o diário britânico, o diplomata …

Brahimi vai rumar ao Qatar e leva "família portista" no coração

Depois de ter terminado contrato com o FC Porto e de ter conquistado a CAN 2019 pela Argélia, o extremo Yacine Brahimi chegou este domingo ao Qatar para assinar pelo novo clube. O internacional argelino Brahimi …

Israel avança com demolição de casas palestinianas perto de Jerusalém

Forças israelitas começaram hoje a demolir dezenas de casas palestinianas num bairro localizado em Jerusalém Oriental, noticiaram agências de notícias internacionais. Estas demolições põem fim a uma batalha legal de vários anos sobre aqueles edifícios residenciais, …

"Nasdaq chinês" estreia com valorizações até 520%

Inspirado no norte-americano NASDAQ, o STAR Market reflete o desejo do Partido Comunista Chinês de canalizar capital privado para os seus planos de desenvolvimento. O novo mercado para emissão de títulos de tecnológicas chinesas abriu esta …

CDS desafia PS a apresentar contas que sustentam o seu programa eleitoral

O CDS-PP desafiou este domingo o PS a apresentar as contas do seu programa eleitoral, e considerou que “a última coisa de que o país precisa é de uma revisão constitucional feita à esquerda” que …