Carga fiscal sobre as famílias não muda com menos retenção na fonte. “Fatura” chega em 2022

Manuel de Almeida / Lusa

O ministro das Finanças, João Leão

A medida, que vai ser adotada no Orçamento do Estado para 2021, permite aliviar o IRS das famílias em 2021 apenas de forma temporária.

O Governo quer implementar uma redução de retenção na fonte de IRS de todos trabalhadores, uma medida que fará subir os salários e o rendimento disponível de, pelo menos, dois milhões de portugueses.

No entanto, especialistas ouvidos pelo Diário de Notícias alertam que se trata apenas de uma medida temporária e que essa “conta” acabará por surgir em 2022, quando o Fisco fizer a liquidação do imposto do ano anterior.



“A medida aparenta estar desenhada para reduzir apenas as retenções na fonte por conta, mas não as taxas ou os escalões de IRS, nem as retenções na fonte que sejam definitivas. Ou seja, a carga fiscal sobre as famílias manter-se-ia igual“, assinala o fiscalista Jaime Esteves. “Reduzir-se-ia apenas o ‘empréstimo forçado’ que todos os meses as famílias fazem gratuitamente ao Estado para serem reembolsadas, sem remuneração, no ano seguinte.”

Anabela Silva, da consultora EY, corrobora: “Trata-se apenas de um efeito financeiro, dado que, não obstante aumentar o rendimento líquido mensal, esta medida não tem impacto no imposto final a pagar, que continua a ser exatamente o mesmo”.

“Tecnicamente, não há um aumento de rendimento líquido das famílias, mas sim uma transferência de rendimento que ocorreria pelo reembolso do IRS em 2022 para uma menor retenção na fonte em 2021″, acrescenta ainda Luís Leon, partner da Deloitte.

Este “adiamento” chega então em 2022, sendo acertado ao do pagamento do IRS, quando os contribuintes entregam a declaração. “A ‘fatura’ chegará em 2022, no sentido de que o reembolso a que as famílias estão habituadas será necessariamente menor, ou o valor a pagar será maior, nos casos raros em que isso acontece”, esclarece Jaime Esteves.

ZAP //

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Então mas se se desconta menos no irs não é perfeitamente normal receber menos também?
    Mas está tudo parvo ou quê?
    Pode não haver efetivamente um um aumento de rendimento líquido das famílias mas é normal se pagam menos recebem igualmente menos.
    O que realmente não se pode de forma alguma aceitar e aqui é que está o grande, enorme problema, é haver dinheiro para o poço sem fundo chamado novo banco e não haver para realmente baixar os impostos!!!
    Este é um problema que tem muitas décadas e que envolve todos os políticos sem exceção, um deles já foi primeiro ministro e presidente da republica!!!

  2. Mas quando é que acabam com esta charada? Toda a gente sabe que o costa só sabe criar taxas e taxinhas e sobrecarregar o Povo de impostos. Alguém estava à espera que o IRS fosse reduzido? Eu só espero aumento de impostos para sustentar bancos falidos e a chusma que está o no desgoverno, amigos e familiares do costa e do outro açoreano.

RESPONDER

O que esperar da noite eleitoral, com base nas sondagens

Para além do poder local, muito está em jogo nas próximas eleições autárquicas, com algumas direções nacionais a fazerem depender seu futuro do resultado alcançado no domingo. Enquanto os resultados oficiais não abrem, uma ronda …

Vulcão, La Palma

Vulcão nas Canárias com períodos mais explosivos já devastou 240 hectares

O vulcão Cumbre Vieja, na ilha de La Palma (Canárias) mantém-se ativo, apresentando períodos mais explosivos e tendo já devastado cerca de 240 hectares de terrenos num perímetro de cerca de 16 quilómetros. Dados também fornecidos …

IVAucher só poderá ser utilizado em 1% dos restaurantes e hotéis

A apenas uma semana do início da segunda fase do IVAucher, só 1.500 empresas de restauração, alojamento e cultura, de um total de 118 mil, estão inscritas no programa. Até ao fim de agosto, os consumidores …

"Ganhámos com a covid-19". Depois do "ridículo", Secretário de Estado explica-se

O Secretário de Estado da Internacionalização, Eurico Brilhante Dias, entrou na campanha eleitoral pelos piores motivos. Tudo porque disse que "ganhámos com a covid". Uma frase que já veio explicar depois de ter sido arrasado, …

Fora dos planos de Jesus, Gabriel pode estar de saída para o Qatar

O Al-Gharafa quer Gabriel por empréstimo com duração de uma temporada. O negócio está perto de se concretizar e envolve uma opção de compra de 6 milhões de euros. O Benfica continua à procura de solução …

Ex-presidente da Catalunha detido em Itália (e pode vir aí mais uma derrota para Espanha)

Carles Puigdemont, o ex-presidente da Catalunha, foi detido em Itália, na Sardenha. O também eurodeputado era alvo de um mandado internacional e vai tentar, mais uma vez, escapar à extradição para Espanha. Fontes contactadas pela agência …

Detida boliviana investigada pelo acidente do avião que transportava o Chapecoense

A Polícia Federal do Brasil deteve na quinta-feira uma cidadã boliviana sob investigação pelo desastre aéreo ocorrido em 2016, no qual morreram 71 pessoas, incluindo futebolistas, treinadores e diretores do Chapecoense. Segundo a polícia de Corumbá, …

"Foi uma opção equilibrada". Especialista refere que nova fase de desconfinamento é essencial

A última fase de desconfinamento está prestes a chegar. O momento foi ansiado por muitos portugueses que agora vão podem ter mais liberdade no seu dia a dia. Especialista refere que este passo é essencial. Ao …

Tite tem os dias contados na canarinha. "Com esta forma de jogar, o Brasil vai ser atropelado"

O ex-internacional brasileiro Romário teceu duras críticas a Tite, sugerindo que o treinador deveria abandonar o comando técnico da seleção 'canarinha'. O antigo jogador do Barcelona disse que, a continuar a jogar assim, o Brasil será …

Para responder às acusações de eleitoralismo, Costa puxou do calendário. "Nada disto é novidade"

Proximidade do anúncio do fim das restrições para conter o avanço da pandemia às eleições autárquicas foi vista pelos partidos da oposição como uma manobra eleitoral para capitalizar os votos nos candidatos do PS. Após o …