Candidatos do PSD suspendem automaticamente funções se forem condenados

PSD / Flickr

O presidente do PSD, Rui Rio

O presidente do PSD, Rui Rio, anunciou esta quinta-feira que os candidatos a deputados do PSD vão assinar um compromisso de que suspendem funções se foram condenados em primeira instância.

Em entrevista à rádio online Observador, o líder social democrata revelou ainda que deverá ser “número dois” pelo Porto e recusou confirmar ou desmentir se vetou diretamente o nome do ex-líder parlamentar do PSD, Hugo Soares, para as listas do partido, escusando-se a comentar casos concretos.

Com o mesmo argumento, recusou dizer se deputadas do PSD recentemente constituídas arguidas – Emília Cerqueira e Maria das Mercês Borges – poderiam ser ou não incluídas nas listas, mas anunciou que todos os candidatos vão ter de assinar um compromisso.

“Os candidatos a deputados do PSD vão todos assinar – senão, não são candidatos – um compromisso que, se tiverem uma qualquer condenação em primeira instância, automaticamente suspendem o cargo. Transitando em julgado, demitem-se”, afirmou.

Quanto ao lugar que vai ocupar nas listas de candidatos a deputados, Rui Rio afirmou que “o mais lógico é que seja segundo no Porto”, considerando “simbólico” que o líder do partido abdique de ser ‘número um’ em favor de um jovem de 28 anos, Hugo Carvalho.

“Se não acreditasse que conseguia ganhar, o que é que eu estava aqui a fazer? Repare: há sondagens bem feitas, mal feitas, feitas por encomenda, há tudo. Como na farmácia”, disse ainda Rui Rio quando questionado se ainda acredita que consegue ganhar as eleições.

Questionado se, em caso de derrota, admite sair “no dia seguinte às eleições” legislativas de 6 de outubro, o líder do PSD respondeu: “Admito tudo e mais alguma coisa, mas não é para pensar agora”. “Estou numa dada tarefa, fui eleito para essa tarefa por dois anos, vou cumprir isso, quando chegar ao fim do mandato logo se vê”, disse, embora acrescentando que pode considerar que um balanço feito a “8, 9 ou 10 de outubro” pode ser semelhante ao que faria em janeiro, altura de fim do seu mandato.

“Nessa altura vejo a situação (…) Neste momento a minha preocupação é ir para eleições e fazer o melhor possível e isso é ganhar. Se não for assim logo se vê”, disse.

“Não vi com bons olhos o Governo a sacudir a água do capote”

Na mesma entrevista, o líder do PSD criticou a atitude do atual Governo nos incêndios de Mação. “Não vi com bons olhos que o Governo começasse a sacudir a água do capote dizendo que a responsabilidade não é dele, mas dos autarcas”, apontou.

“Relativamente a Mação, o ministro da Administração Interna veio dizer que não havia plano de emergência preparado. O plano de emergência não tem nada a ver com o combate às chamas, tem a ver com a resposta que damos perante a calamidade”.

“O programa de emergência já estava para aprovação do Governo desde fevereiro, ainda por cima foi aprovado no dia dos incêndios. Há um exagero da parte do Governo porque o plano de emergência não serve para o combate às chamas. Num concelho como Mação, aquilo está de tal maneira automatizado que se põe tudo a funcionar rapidamente no sentido do socorro. Não quer dizer que não tenha de haver plano de emergência — tem de existir — mas não se pode justificar a área ardia com a ausência de um plano de emergência não aprovado pelo próprio Governo”.

Também no Twitter, Rui Rio criticou a postura do Governo, afirmando que o Executivo tentou “aligeirar responsabilidades no combate aos incêndios, tentando culpar os presidentes de câmara, particularmente o de Mação”.

Rui Rio revelou ainda que apoiará o ministro das Finanças, Mário Centeno, caso este seja nomeado para diretor-geral do FMI. “Salvo situações absolutamente extraordinárias, a regra é que eu apoio qualquer português que tenha condições para ocupar um cargo internacional de relevo”, começou por dizer.

“Se um português, neste caso o professor Mário Centeno, tiver reais possibilidades de substituir Christine Lagarde no FMI, com certeza que tem o meu apoio. Vale o que vale, à escala internacional o meu apoio não vale nada, mas, no que puder fazer, obviamente que tem o meu apoio”.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Este Rio, é mesmo mais uma desilusão completa. Mal fosse, que se fossem condenados, não abandonassem o lugar. Ora, tendo em conta, o que defendia sobre honestidade, e tendo em conta que é urgente, sacudir da politica, tudo o que é indiciado por qualquer falta de moral em funções publicas, se ele fosse mesmo sério, não aceitaria ninguém, já indiciado pela prática de quaisquer crimes. Pois, todos sabemos, que o facto de alguém que é acusado da prática crimes, poder vir a não ser condenado, não significa que não praticou esses crimes. O que se não conseguiu foi provar. E quantas vezes isto não acontece?

  2. Ver para crer. Ainda que não deveriam ser convidados a tal. Bastaria terem um pingo de vergonha e darem esse passo por si. Mas o que esperar de gente de índole duvidosa…

RESPONDER

Voar nunca foi tão seguro, garante a Estatística

Voar em companhias áreas comerciais nunca foi tão seguro, garante um estudo levado a cabo por um professor do Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT) que monitoriza o número de mortes de passageiros de todo o …

Coronavírus já provocou 56 mortes. China começa a desenvolver vacina

China começou a desenvolver uma vacina contra o novo coronavírus, que já provocou a morte a 56 pessoas e infetou 1.975 pessoas no país, informa este domingo o jornal oficial do Partido Comunista Chinês (PCC). De …

Portugueses vencem "Óscares" de animação em Los Angeles

O filme “Tio Tomás, A Contabilidade dos Dias” da realizadora portuguesa Regina Pessoa, venceu este domingo o prémio de Melhor Curta Metragem e Sérgio Martins venceu a Melhor Direção de Animação em Longa Metragem, pelo …

Juiz Neto de Moura muda nome com que assina acórdãos

O juiz Neto de Moura, envolvido em algumas decisões polémicas sobre violência doméstica, alterou o nome com que assina os acórdãos, avança o Jornal de Notícias na sua edição impressa deste domingo. De acordo com …

Violenta tempestade faz pelo menos 30 mortos em Minas Gerais

A violenta tempestade que desde quinta-feira assola o estado de Minas Gerais, sudeste do Brasil, já provocou pelo menos 30 mortos e 17 desaparecidos, anunciou este domingo a Proteção Civil. De acordo com o novo balanço, …

Descobertas quatro novas espécies de tubarões que caminham

Foram descobertas quatro novas espécies de tubarões que caminham usando as suas barbatanas. Ao todo são já conhecidas nove espécies deste tipo de tubarões. Investigadores encontraram tubarões que caminham nas águas do norte da Austrália e …

Caso suspeito de infeção por coronavírus em Portugal deu negativo

A Direção-Geral da Saúde (DGS) informou este domingo que o primeiro caso suspeita de coronavírus em Portugal, com um paciente sob observação no Hospital de Curry Cabral, em Lisboa, deu negativo após  análises. "A Direção-Geral da …

Francisco Rodrigues dos Santos é o novo líder do CDS

A moção de estratégia de Francisco Rodrigues dos Santos, sob o título "Voltar a Acreditar", foi a mais votada na madrugada domingo no 28.º congresso do CDS, em Aveiro, avançaram à agência Lusa fontes partidárias. A …

Cientistas descobrem proteína capaz de imitar os efeitos do exercício físico

A proteína, chamada de Sestrin, é capaz de proporcionar benefícios musculares muito semelhantes aos da prática de exercício físico. Um grupo de cientistas da Universidade de Medicina do Michigan, nos Estados Unidos, descobriu uma proteína …

Inscrição hebraica com 2.800 anos revela antigo nome bíblico

Uma equipa de arqueólogos encontrou um jarro com 2.8000 anos com a inscrição em hebraico "Benayo" no sítio arqueológico de Abel Beth Maacah, no norte de Israel, local várias vezes mencionado na Bíblia Hebraica.  De …