Youtubers denunciam campanha de fake news contra vacina da Pfizer

Jean-Francois Monier / AFP

De acordo com a imprensa brasileira, uma agência de marketing terá tentado que influenciadores digitais de todo o mundo partilhassem desinformação sobre as vacinas contra a covid-19.

A denúncia foi feita por alguns dos influenciadores digitais que receberam a proposta e decidiram denunciar a agência de marketing, escreve a BBC.

“Tudo começou com um e-mail”, contou Mirko Drotschmann, um youtuber e jornalista alemão, em declarações à publicação.

Por norma, Drotschmann ignora as ofertas que recebe de diversas marcas, que lhe pedem para partilhar os produtos com os seus mais de 1,5 milhões de seguidores. Mas, em maio deste ano, recebeu uma proposta diferente de qualquer outra.

Uma agência de marketing, chamada Fazze, pediu-lhe que partilhasse informações falsas, que sugeriam que a taxa de mortalidade entre as pessoas que recebiam a vacina da Pfizer era quase três vezes maior que a de quem era vacinado com a da AstraZeneca.

Já em França, a denúncia foi feita por Léo Grasset, um youtuber a quem a agência ofereceu dois mil euros para que partilhasse a informação “de um cliente que desejava permanecer anónimo”.

“É um grande indício de que algo estava errado“, disse Grasset.

Tanto Grasset como Drotschmann ficaram revoltados e decidiram fingir interesse na proposta para descobrir o que estava por trás.

Num inglês que não parecia natural, receberam então um briefing que os instruía a agir como se tivessem “paixão e interesse neste tópico”.

O documento pedia ainda que não mencionassem que o vídeo tinha um patrocinador e que fingissem que estavam simplesmente a dar conselhos espontâneos — apesar de as diversas redes sociais terem regras que proíbem a não divulgação de que o conteúdo é patrocinado.

Dados fora de contexto

Além disso, as instruções da Fazze pediam que os influenciadores partilhassem uma notícia do jornal francês Le Monde sobre uma fuga de informação da Agência Europeia de Medicamentos — a fuga de informação era verdadeira, mas o texto não falava sobre taxas de mortalidade.

As “informações” que os influenciadores teriam de partilhar eram, na verdade, uma mistura feita a partir de diferentes fontes e retiradas do contexto. O número de pessoas que morreram em vários países algum tempo depois de terem recebido diferentes vacinas contra a covid-19, por exemplo, era um dado que não estava relacionado com a toma da vacina em si, mas sim com fatores externos.

Nos países de origem das estatísticas, um maior número de pessoas tinha recebido a vacina da Pfizer e, portanto, era de esperar que morresse um maior número de pessoas após a vacina da Pfizer do que de outra vacina qualquer — cujas doses tinham sido tomadas por um menor número de pessoas.

Os influenciadores também receberam uma lista de links para compartilhar com os seguidores, da qual faziam parte artigos duvidosos em que todos usavam o mesmo conjunto de números que supostamente mostrava que a vacina Pfizer era perigosa.

Quando Grasset e Drotschmann expuseram a campanha da Fazze no Twitter, todos os artigos, exceto a reportagem do Le Monde, desapareceram da internet.

Entretanto, pelo menos quatro outros influenciadores de França e da Alemanha revelaram publicamente que também rejeitaram a proposta da Fazze.

Mas o jornalista alemão Daniel Laufer identificou alguns que podem ter aceitado a oferta.

É o caso de Ashkar Techy, um youtuber indiano, e de Everson Zoio, um youtuber brasileiro que publicou um vídeo — posteriormente eliminado —, no qual levantava dúvidas sobre a segurança da vacina da Pfizer.

Zoio conta mais de três milhões de seguidores no Instagram, onde o vídeo sobre a Pfizer foi publicado, e 12,8 milhões no YouTube.

Ambos os youtubers publicaram vídeos nos quais transmitiam a mesma mensagem da campanha da Fazze, compartilhando também links de notícias falsas que estavam nas instruções enviadas pela agência.

A BBC teve acesso ao vídeo publicado por Zoio: “Galera, estou fazendo esse vídeo aqui para passar algumas informações que eu tenho sobre a vacinação, tá ligado?”, perguntou.

“Há algumas coisas que me deixam muito pensativo. Estive vendo alguns artigos e deparei com algo muito preocupante mesmo”, disse antes de partilhar os “dados” sobre a taxa de mortalidade das pessoas inoculadas com a vacina da Pfizer, que seria “três vezes maior que a da AstraZeneca”.

“Chega a ser algo ilógico e muito preocupante mesmo, vocês não concordam? A gente tem que se manter bem informados porque no final de tudo somos nós que vamos ser beneficiados ou até mesmo prejudicados por tudo isso”, continuou.

Depois de Daniel Laufer os contactar, Everson Zoio e Ashkar Techy removeram os vídeos, mas não responderam a perguntas.

ZAP // BBC

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Se depender dessas da maioria essa pandemia veio para ficar, cade a eficácia dos experimentos?

    50%, 80%, 90%, 100%, 1000% de eficácia, mais no entanto não é assim que a história está sendo contada e será contada no futuro.

    Tem muita propaganda e poucos resultados

    No Estados Unidos foram todos obrigados a exibir seu atestado de vacinação para estarem durante um cruzeiro navio

    Sabe o aconteceu?
    O virus do nada apareceu e se lastrou nesse navio. Mas como, se todos estavam vacinados? Onde está a eficácia? Quantas ondas tem o terá essa pandemia?

    Quantas variantes, alfa, beta, gama, delta, epsilon, zeta, eta
    A eficácia só está existindo nas palavras soltas no ar, cujo o único propósito aparente é que o mundo vendeu sua grande alma ao Diabo, e o Diabo vai atormentar e cobrar cada um de vocês. Diabo não chifre tem aparência humana não apenas de uma pessoa da humanidade mais de várias pessoas e de ambos os sexos, fala bonito e leva todo mundo na lábia, sabe assustar, ameaçar, ordenar, e ser o rei da cocada preta.

    A lei do Diabo é

    “Faça que o que eu digo mais não faça o que eu faço”

    A máscara do Diabo está caindo, e mostrando sua face a todos. A pregação sempre variando o que é certeza num dia já não é no outro dia, não veste máscara ela não protege , veste máscara porque protege, cada máscara linda e cheio de emblemas. O bom do virus que ele é educado, espera do lado de fora da casa, ou se a pessoa estiver se alimentando, dormindo. O sol, fazer exercícios, limão, alho… o diabo diz que é coisa do capeta e não de Deus. E a grande multidão da humanidade estão acompanhando o Diabo. Seja por querer ou não querer, ninguém tem liberdade para outra opção, a não ser sair da panela para cair na frigideira.
    A ciência de Deus onde sempre ciêntistas, médicos, paciêntes, enfermeiros, …foram os principais atores e sempre se deram bem, sempre houve confiança entre eles.
    Essa nova ciência onde tudo é bagunça é o caos é obra do Diabo só se escuta uma voz a dele “Faça que o que eu digo mais não faça o que eu faço”

RESPONDER

Comissão nos EUA desaconselha terceira dose da Pfizer a maiores de 16 anos

Uma comissão consultiva da agência reguladora dos EUA para os medicamentos e a alimentação (FDA, na sigla em inglês) pronunciou-se esta sexta-feira contra a aplicação de uma terceira dose da vacina Pfizer contra a covid-19 …

Santos Silva quer preços da eletricidade na agenda da UE

O ministro dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva, defendeu esta sexta-feira que a União Europeia (UE) tem de colocar em agenda o problema do aumento dos preços da eletricidade no continente, alertando que a reação …

Já há uma calculadora que prevê o risco de se ser infetado com covid-19 (em diversos cenários)

Já existe uma ferramenta online que calcula o risco de se ser infetado com covid-19. Chama-se microCOVID, baseia-se em dados recentes, analisa diferentes cenários e foi desenvolvida por um grupo de amigos. Numa altura em que …

Alargamento de teletrabalho não deve abranger empresas de menor dimensão

O Governo defendeu esta sexta-feira, na Concertação Social, que "as empresas de menor dimensão" devem ficar excluídas da medida que prevê o alargamento do teletrabalho a pais com filhos menores de oito anos, sempre que …

Costa acusa oposição de “absoluta impreparação” por não saber o que é o PRR

O secretário-geral do PS, António Costa, acusou esta sexta-feira a oposição de “absoluta impreparação” por não saber o que é o PRR, nem a “missão patriótica” que consiste em pô-lo “em marcha para o bem …

Asteroide que dizimou dinossauros permitiu que as cobras evoluíssem (e se espalhassem pelo mundo)

As cobras devem, em parte, o seu sucesso na Terra ao asteroide que atingiu o planeta há 66 milhões de anos e levou à extinção dos dinossauros, aponta um novo estudo. Além da extinção dos dinossauros …

Novo modelo geofísico ajuda a prever furacões com origem no Golfo do México

Ao analisar a temperatura da atmosfera, que se encontra a vários quilómetros acima da Terra, os investigadores descobriram uma forma de prever quantos furacões podem afetar o Golfo do México no verão e no outono. Os …

Requiem. Supernova irá fazer uma "reaparição fantasmagórica" em 2037

Uma supernova distante, chamada Requiem, vai fazer uma "reaparição fantasmagórica" em 2037. O Hubble captou-a três vezes em 2016, graças a um fenómeno conhecido como lente gravitacional. A Requiem é o resultado de uma explosão estelar …

A polícia holandesa achava que tinha em mãos o mafioso mais procurado da Europa. Afinal, era só um fã de F1

Um homem de Liverpool de 54 anos pensava que o grande evento da sua viagem aos Países Baixos seria assistir ao Grande Prémio de Fórmula 1, mas acabou detido numa prisão de alta segurança por …

Cobertura global de corais caiu para metade desde 1950, revela relatório

A cobertura global de recifes de coral caiu para metade desde 1950, cenário originado pelo aquecimento global, pesca excessiva, poluição e destruição de habitats naturais, revelou uma análise divulgada esta sexta-feira. Desde a Grande Barreira de …