Cameron demite-se quarta-feira. Theresa May será a nova primeira-ministra

UK Home Office / Flickr

Theresa May, ministra do Interior britânica

O primeiro-ministro britânico David Cameron anunciou esta segunda-feira que se demite já na quarta-feira. Theresa May torna-se oficialmente a próxima primeira-ministra britânica.

O primeiro-ministro indicou que vai presidir ao seu último conselho de ministros amanhã e, na quarta-feira, participa numa última sessão de perguntas no Parlamento antes de ir até ao Palácio de Buckingham entregar a demissão à rainha Isabel II.

“Ela é forte, é competente, é mais do que capaz de garantir a liderança que o país vai precisar nos próximos anos”, assegurou Cameron.

Theresa May, atual ministra do Interior, tornou-se a única candidata ao cargo de primeira-ministra depois de a ministra da Energia do Reino Unido, Andrea Leadsom, ter anunciado que deixará a corrida pela liderança do Partido Conservador.

Em conferência de imprensa, esta segunda-feira, Leadsom disse que apoiará a ministra do Interior, Theresa May, que lidera as pesquisas para substituir David Cameron.

Resta à direção do partido decidir, nos próximos dias, se Theresa May será automaticamente escolhida como nova líder ou se serão convocadas novas eleições.

Andrea Leadsom afirma ter concluído que não tem “apoio suficiente” dentro do partido para vencer a rival e que uma longa campanha eleitoral, paralela ao processo de saída do Reino Unido da União Europeia (UE) votado recentemente no referendo do Brexit, iria afetar a população.

A ministra da Energia tinha menos apoio do que Theresa May entre os parlamentares, mas tinha um grande nome a seu favor: o do polémico ex-mayor de Londres Boris Johnson, que surpreendeu ao dizer de que não concorreria ao cargo após ser um dos líderes da campanha vitoriosa do Brexit.

Theresa May compromete-se com saída de Reino Unido da UE

Antes de conhecido o afastamento da concorrente, a candidata favorita para substituir David Cameron como líder do Governo britânico prometeu liderar o processo de saída do Reino Unido da União Europeia, rejeitando ignorar os resultados do referendo.

Brexit quer dizer Brexit e vamos fazer com que seja um sucesso“, disse a ministra do Interior, Theresa May, em comentários transmitidos pela televisão, ao lançar a sua campanha em Birmingham, no centro de Inglaterra.

“Não haverá tentativas de permanecer na União Europeia, não haverá tentativas de regressar pela porta dos fundos, nem um segundo referendo”, garantiu.

“Vou assegurar-me de que saímos da União Europeia”, afirmou Theresa May, que apoiou a campanha pela permanência do Reino Unido no bloco europeu antes do referendo de 23 de junho, em que 52% dos eleitores escolheram sair.

“Os britânicos tiveram a oportunidade de votar sobre este assunto. Enviaram uma mensagem muito clara e acho que temos de responder a essa mensagem e fazer o que os britânicos nos pediram para fazer”, disse.

Questionada sobre como iria negociar o acesso do país ao mercado único da União Europeia, May disse ser necessário garantir que se alcança “o melhor acordo em termos de comércio, bens e serviços”.

“É muito claro que o voto no Brexit é também uma mensagem de que temos de controlar a livre circulação. A circulação livre não pode continuar da forma como tem funcionado até agora”, sublinhou.

ABr

PARTILHAR

RESPONDER

Cobertura global de corais caiu para metade desde 1950, revela relatório

A cobertura global de recifes de coral caiu para metade desde 1950, cenário originado pelo aquecimento global, pesca excessiva, poluição e destruição de habitats naturais, revelou uma análise divulgada esta sexta-feira. Desde a Grande Barreira de …

O sonho de Christo concretizou-se, 60 anos depois. O Arco do Triunfo foi embrulhado como um presente

Já desde o início dos anos 60 que Christo imaginava como seria cobrir o Arco do Triunfo em tecido. A sua visão foi finalmente concretizada e pode ser visitada entre 18 de Setembro e 3 …

Holanda. Ministra da Defesa renuncia devido à crise de evacuação do Afeganistão

Após a ministra das Relações Externas holandesa, Sigrid Kaag, renunciar devido ao desastre da evacuação do Afeganistão, esta sexta-feira foi a vez da ministra da Defesa, Ank Bijleveld. Segundo relatou o Guardian, acredita-se que os ministros …

Tribunal da África do Sul recusa anular pena de prisão do ex-Presidente Jacob Zuma

O mais alto tribunal da África do Sul rejeitou o pedido do ex-Presidente Jacob Zuma para anular a sua sentença de 15 meses de prisão por não comparecer a uma sessão de inquérito por corrupção. Em …

EUA. Advogado planeou o próprio assassinato para o filho receber seguro. Foi detido por fraude

Um influente advogado norte-americano, cuja esposa e um dos filhos foram assassinados, foi acusado de fraude contra uma empresa de seguros e falso testemunho por organizar o seu próprio assassinato. Segundo avançou a agência France-Presse, …

Norberto Mourão conquista bronze nos Mundiais de canoagem adaptada

Norberto Mourão já tinha conquistado o bronze nos Jogos Paralímpicos de Tóquio e junta agora mais uma medalha à colecção, desta vez nos Mundiais de canoagem adaptada. O atleta de canoagem adaptada Norberto Mourão conquistou hoje …

Caso George Floyd. Polícia condenado a 22 anos de prisão pode ver a sentença revertida

A intervenção do Supremo Tribunal do Minnesota num outro caso de violência policial para reduzir a pena de um agente pode abrir um precedente para que haja alterações na sentença de Derek Chauvin. Segundo avança a …

Futebol português contra Campeonato do Mundo de dois em dois anos

O futebol português está contra a intenção da FIFA de aumentar a periodicidade do Campeonato do Mundo, passando de quatro para de dois em dois anos, refere um comunicado conjunto divulgado hoje. O documento, assinado pela …

Governo quer proibir empresas de recorrer ao 'outsourcing' após despedimento coletivo

O Governo quer proibir as empresas que façam despedimentos coletivos de recorrerem ao 'outsourcing' (contratação externa) durante os 12 meses seguintes, disse hoje a ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Ana Mendes Godinho. No final …

Barcelona: Cruyff afasta-se e perder com o Benfica seria "um drama"

Ronald Koeman até poderá sair mas não será Jordi Cruyff a substituir o seu compatriota. O Barcelona atravessa uma fase perturbada, já há algum tempo, mas o panorama financeiro piorou o cenário fora de campo e …