Das 2.500 camas prometidas para universitários, só 300 estão disponíveis

Apesar das garantias dadas pelo Governo, há menos de 300 novas camas em residências estudantis para o ano letivo que arranca agora.

No início do ano passado, o Governo anunciou o Plano Nacional para o Alojamento no Ensino Superior (PNAES) que previa que, neste ano letivo, fossem criadas 2.500 camas em residências estudantis. No entanto, segundo o Público, só foram criadas cerca de 300 novas vagas para alojamento de alunos do ensino superior.

Na altura do anúncio do PNAES, existiam 15.965 camas a preço regulado, em residências estudantis, para estudantes universitários. O Governo de António Costa anunciou assim um plano para aumentar a oferta em 12 mil camas ao longo de quatro anos e duplicar a oferta até 2030.

A promessa para este ano era a abertura de 2.500 novas camas.

De acordo com o Público, o número de novas camas disponibilizadas neste ano letivo não chega às três centenas. O Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, tutelado por Manuel Heitor, não respondeu às perguntas sobre o número de camas, mas o diário escreve que é possível fazer as contras através dos dados divulgados pelo próprio ministério.

Desta forma, às 18.455 camas disponíveis este ano, é necessário retirar as 4.500 camas disponíveis para os alunos em hotéis, pousadas da juventude e unidades de alojamento local. Isto significa que há mais 16% de oferta do que no ano passado e a maior oferta dos últimos anos no alojamento estudantil.

Contudo, se a esse total retirarmos, para além das 4.500 camas, as 2.818 camas que têm como objetivo assegurar o cumprimento das normas da DGS, nomeadamente o distanciamento mínimo entre camas em quartos partilhados, o ganho em relação ao ano passado é de apenas 208 camas.

A estas 208 camas que existem a mais relativamente ao ano passado, somam-se menos de 100 em algumas residências estudantis que, mais recentemente, reforçaram a sua capacidade. Contas feitas, são menos de 300 novas camas no sistema de residências estudantis.

Superior adapta-se à pandemia

Em algumas instituições de ensino superior serão realizados testes aleatórios de despistagem da covid-19. A Universidade de Coimbra, por exemplo, anunciou que vai testar 100 pessoas por dia para detetar casos de covid-19 entre estudantes, professores e funcionários.

Segundo o Público, os institutos politécnicos de Bragança, Viana do Castelo, Porto, Leiria, Castelo Branco e Setúbal vão seguir o mesmo caminho e os resultados dos testes serão usados num projeto e investigação.

Por sua vez, a Universidade de Évora criou um pórtico de desinfeção na entrada do claustro do Colégio do Espírito Santo que garante que quem passe para lá daquele local está devidamente higienizado. No interior do edifício, as 13 salas vão estar equipadas com humidificadores para facilitar a desinfeção.

Quase todas as instituições vão optar por estratégias de ensino misto, que combina aulas presenciais com sessões à distância. Nas turmas de 300 ou 400 alunos, a Universidade de Coimbra vai instituir um sistema de rotatividade, tal como a Universidade do Porto, a Universidade da Beira Interior e a Universidade Novas de Lisboa.

A generalidade das instituições vai manter o mesmo horário de funcionamento, com aulas entre as 8h00 e as 20h00. Em casos pontuais, há um prolongamento para os horários noturnos. A opção pelos sábados para aulas para ministrar aulas de licenciatura também é residual.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

Desmantelada rede criminosa ligada à imigração ilegal para a Europa

A polícia italiana deteve hoje 19 pessoas de uma rede criminosa dedicada ao tráfico e transporte ilegal de migrantes do Afeganistão, Irão, Iraque e Paquistão para a Itália e, posteriormente, para o norte da Europa, …

Nasceu o SeeArch, uma espécie de colete salva-vidas para resgates em mar aberto

Se uma pessoa se separar da sua embarcação em mar aberto, permanecer à tona não é o único desafio. Ser visto pelos salvadores é uma missão importante que o novo SeeArch, usável e insuflável, vai …

Há 127 concelhos que vão manter os limites no fim de semana. Saiba quais

Os concelhos que mantém risco muito elevado e extremamente elevado terão de manter até dia 23 deste mês as atuais restrições, incluindo de limitação de circulação ao fim de semana. Houve 27 concelhos que saíram …

Piscina mais profunda do mundo inaugurada na Polónia

Com 45 metros de profundidade, a piscina Deepspot foi recentemente inaugurada na Polónia. Vai servir de zona de treino para mergulhadores, bombeiros e forças armadas. A piscina mais profunda do mundo foi inaugurada esta semana em …

Mais 6087 novos casos de covid-19 em Portugal. Este é o maior número da semana

Portugal registou este sábado 6087 novos casos e 73 mortes por covid-19. No total, mais de 318 mil pessoas já foram infetadas com o novo coronavírus e 4876 morreram. Nas últimas 24 horas, mais 6165 …

Sedada e com um capuz sobre os olhos, a girafa Asiwa foi resgatada de uma ilha no Quénia

Conservacionistas, autoridades do Governo e membros da comunidade local uniram-se para resgatar oito girafas numa ilha no Quénia. A população de girafas em África tem diminuído nas últimas décadas devido à perda de habitat e à …

Governo mantém restrições. Exceções no Natal, mas no Ano Novo volta a ser proibida a circulação entre concelhos

António Costa falou hoje ao país para anunciar as novas medidas para a quadra festiva. O primeiro-ministro revelou que no Natal as medidas serão aliviadas, como já se esperava, porém voltam a apertar no Ano …

Joe Biden está a planear uma tomada de posse em versão reduzida. Trump pode não marcar presença

A pouco mais de um mês de tomar posse como Presidente dos EUA, Joe Biden anunciou que está a planear reduzir a dimensão da cerimónia para garantir a segurança devido à pandemia. Segundo o Público, Joe …

O Peru enfrenta o maior desafio político desde a ditadura de Fujimori. A responsabilidade está nas mãos de Sagasti

O novo presidente do Peru assumiu o cargo em 17 de novembro em circunstâncias nada desejáveis. O país, que até ao ano passado vinha a ser apontado como um exemplo na área económica, enfrenta agora …

Três anti-histamínicos mostram eficácia a inibir infeção pelo coronavírus

Três medicamentos anti-histamínicos mostraram alguma eficácia a inibir a infeção de células pelo novo coronavírus responsável pela covid-19, segundo os resultados preliminares de um estudo da Universidade da Florida divulgado na sexta-feira. As descobertas sobre os …