Câmara avança com queixa contra a barbearia lisboeta proibida a mulheres

Interpolação13.blogspot.pt

Figaro’s Barbershop, em Lisboa

Figaro’s Barbershop, em Lisboa

A Câmara de Lisboa apresentou queixa à Comissão para a Cidadania e Igualdade de Género contra a barbearia lisboeta que proíbe a entrada a mulheres, apesar de o responsável do estabelecimento negar que o faça.

O vereador dos Direitos Sociais, João Afonso, disse à Lusa que a apresentação da queixa surgiu na sequência do “descontentamento de muitas pessoas” em relação ao anúncio de impedimento à entrada das mulheres na barbearia lisboeta, e foi manifestado durante a 16.ª Marcha do Orgulho LGBT (Lésbicas, Gays, Bissexuais e Transgénero).

“No exercício diário da sua atividade o referido estabelecimento, conhecido como Figaro’s Barbershop, proíbe exclusivamente a entrada de pessoas do sexo feminino”, lê-se na queixa apresentada na terça-feira pela Câmara de Lisboa à Comissão para a Cidadania e a Igualdade de Género, a que a Lusa teve hoje acesso.

“Existe à porta, segundo tivemos conhecimento, um sinal que anuncia que é permitida a entrada a homens e a cães, mas não a mulheres, equiparando estas últimas a animais”, acrescenta.

O responsável pela Figaro’s Barbershop, Fábio Marquês, garantiu à Lusa que “a barbearia não proíbe a entrada a mulheres”, explicando que “o que acontece é que não existem serviços para senhoras”.

Localizada na rua do Alecrim, em Lisboa, esta barbearia está aberta há um ano e dois meses e tem sido motivo de polémica pelo “letreiro humorístico escrito em inglês, que diz que as mulheres não devem entrar, não que as mulheres são proibidas de entrar“, reforçou o responsável pela Figaro’s Barbershop.

“O espaço é para homens porque só se presta um serviço para o público masculino”, acrescenta Fábio Marquês.

“Não quer dizer que as senhoras não possam entrar para comprar um produto ou perguntar uma informação”, sublinhou.

“Não entendemos que estejamos a fazer uma discriminação”, afirmou Fábio Marquês, barbeiro há 15 anos, referindo que o conceito do estabelecimento é “recriar um ambiente onde os homens se sentem confortáveis em estar, a cortar o cabelo”, pelo que as mulheres podem entrar, mas “não podem ficar a fazer sala quando vêm acompanhar os maridos”.

O vereador João Afonso considerou, no entanto, tratar-se de “uma atitude discriminatória” que vai contra os princípios de igualdade, mas admitiu que a Câmara de Lisboa apenas tem competência para averiguar se o estabelecimento está devidamente licenciado para exercer a atividade ao público,

Terá que ser a Comissão para a Cidadania e a Igualdade de Género a “promover as diligências que considere pertinentes e atuar em conformidade”, diz o vereador.

Na queixa apresentada pela autarquia lê-se ainda que “tal prática consubstancia uma atitude discriminatória em função do sexo, configurando eventualmente uma violação do disposto na lei nº. 14/2008, de 12 de março, a qual proíbe e sanciona a discriminação em função do sexo no acesso a bens e serviços e seu fornecimento”.

Em fevereiro, a barbearia foi alvo de uma acção de um grupo de feministas, que a invadiram como forma de protesto por “permitir a entrada a homens (e cães) mas não a mulheres“.

ZAP / Lusa

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Ao que chegámos, definitivamente a camera devia preocupar-se em fazer o o que lhe compete, como resolver os mihares de problemas, a começar pelo mais grave que são os transportes públicos que o actual presidente decidiu colocar para trás das costas e preferiu fazer passeios bonitos para os turistas.
    Começo a ficar assustado com o mundo onde os meus filhos vão ficar a viver. Porque motivo não podem existir sítios onde as mulheres não podem entrar ? e sítios onde os homens não podem entrar ? quer isto dizer que devo processar os meus filhos por não me deixarem entrar no quarto deles ?

RESPONDER

Huawei afirma que a tecnologia 6G vai estar disponível daqui a 10 anos

O CEO da Huawei, Ren Zhengfei, assinalou, durante uma entrevista à CNBC, que a sua empresa está a trabalhar em redes móveis 6G, que estarão completamente desenvolvidas daqui a 10 anos.   "Trabalhámos em 5G e 6G …

Nazismo e comunismo classificados em pé de igualdade pelo Parlamento Europeu

No passado dia 19 de setembro, a União Europeia colocou comunismo e nazismo em pé de igualdade, depois de aprovar no Parlamento Europeu uma resolução condenando ambos os regimes por terem cometido "genocídios e deportações …

Conselho da Europa teme que polícia de Malta tenha “recusado provas” no caso da jornalista assassinada

Daphne Galizia era jornalista, acompanhava casos de corrupção no país e foi assassinada há dois anos. Pieter Omtzigt, relator do Conselho da Europa responsável pelo caso, diz que a abordagem da polícia e dos …

Itália quer mudar sede da final da Liga dos Campeões

A Itália quer que a final da Liga dos Campeões deste ano, marcada para o Estádio Olímpico Atatürk Olympic, mude de sede. Os últimos dias não têm sido fáceis para a UEFA. Depois dos incidentes racistas …

CNN coloca broa portuguesa entre os 50 melhores pães do mundo

A propósito das celebrações do Dia Mundial do Pão, que se celebra esta quarta-feira, a CNN fez uma lista com os 50 melhores pães do mundo e um deles é a broa portuguesa. A broa conhecida …

CP lança nova campanha: Lisboa-Porto por cinco euros e mais descontos até 80%

Há 10.300 bilhetes a custos muito reduzidos, anunciou a CP – Comboios de Portugal esta terça-feira. A nova campanha garante viagens nos comboios de longo curso Alfa Pendular e Intercidades “com 80% de desconto”, abrangendo …

"Níveis recorde". Glaciares suíços perderam 10% do seu volume nos últimos cinco anos

Os glaciares suíços perderam 10% do volume nos últimos cinco anos, a maior redução em cem anos, alertou esta terça-feira a Academia Suíça das Ciências. A Academia baseia-se nas medições feitas pelos peritos do painel intergovernamental …

Caso BPN. Relação condena dois dos absolvidos e agrava penas a outros dois

O Tribunal da Relação de Lisboa condenou esta quarta-feira dois dos três arguidos absolvidos no processo principal da falência do BPN, Ricardo Oliveira e Filipe Nascimento, e agravou as penas a dois dos 12 arguidos …

Operação Éter. Hermínio Loureiro entre as dezenas de autarcas arguidos

Hermínio Loureiro, ex-presidente da Câmara de Oliveira de Azeméis, está entre as dezenas de atuais e antigos autarcas que foram constituídos arguidos no âmbito da Operação Éter. Este processo levou à prisão preventiva do antigo presidente …

Proteção Civil quer que bombeiros voltem a ser obrigados a usar cinto de segurança

A estrada mata mais bombeiros do que os incêndios. Por isso, a Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil criou um grupo específico para analisar o problema. Rui Ângelo, chefe da Divisão de Segurança, Saúde e …