“Maioria quase ditatorial” entornou o caldo no Parlamento

José Sena Goulão / Lusa

Vice-presidente da bancada do PSD, António Leitão Amaro

O PSD abandonou a reunião da Comissão de Orçamento e Finanças em protesto depois de acusar a esquerda parlamentar de ser uma “maioria quase ditatorial”. Em causa esteve a palavra “simultâneo” na discussão de requerimentos do PSD e do PCP.

A reunião da Comissão de Orçamento e Finanças (COFMA) tinha por objectivo discutir o requerimento do PSD à Unidade Técnica de Apoio Orçamental (UTAO) para que calcule os custos da revisão das condições do empréstimo do Estado ao Fundo de Resolução, efetuada dez dias antes do anúncio da venda do Novo Banco.

“Serão centenas de milhões de euros de perda para os contribuintes que é causada por este perdão e esta renegociação que o Governo fez”, considerou o vice-presidente da bancada do PSD, António Leitão Amaro, em declarações à agência Lusa.

A 21 de Março, o Ministério das Finanças anunciou que as condições do empréstimo do Estado ao Fundo de Resolução foram revistas e o prazo de pagamento dos reembolsos alargado para Dezembro de 2046, relativos à injecção de 3.900 milhões de euros pelo Tesouro para a resolução do BES e capitalização do Novo Banco, em Agosto de 2014, e de 489 milhões de euros na intervenção no Banif, dos quais 136 milhões de euros já foram reembolsados.

E todos pareciam estar de acordo quanto à necessidade de calcular os custos da revisão, mas nem isso evitou o “confronto” verbal, conforme relata o jornal Público.

Esquerda rectificou votação e PSD fala em ditadura

“O caldo entornou a tal ponto que levou o PSD a acusar a esquerda de “maioria quase ditatorial” e a abandonar a sala da reunião” da COFMA, relata o diário.

Os deputados de esquerda consideraram que o cálculo dos custos da revisão por si só “não fazia sentido”, conforme notaram ao Público o socialista João Galamba e o comunista Paulo Sá. E todos terão concordado que o requerimento do PSD precisava de esclarecimentos adicionais.

O PCP terá sugerido “acrescentar ao requerimento do PSD um pedido de cálculo (também) das alternativas”, isto é, dos custos originados se a decisão não tivesse sido tomada.

A proposta do PSD foi aprovada com todos os partidos a votarem a favor, excepto o PS que se absteve. Quando chegou a altura de votar a proposta do PCP é que as coisas azedaram, precisamente por causa da questão dos cálculos em “simultâneo” e do que isso significa.

O PSD acusou o PS de tentar “boicotar” a verdade, enquanto a esquerda alegou ter chegado a um “entendimento” de que os dois cálculos poderiam ser feitos em “simultâneo”.

A esquerda quis então “rectificar” a votação do requerimento do PSD e Bloco e PCP, que o tinham votado favoravelmente, votaram contra e o PS também trocou a abstenção por um voto desfavorável. O pedido dos sociais-democratas foi deste modo, chumbado.

“Doença parlamentar”

Foi depois disso que o PSD abandonou a reunião em protesto, acusando a esquerda de tomar uma posição que “viola seriamente a democracia parlamentar”.

“PCP e BE votaram junto do PS, usando uma espécie de rolo compressor da maioria, fazendo aquilo que se chama muitas vezes claustrofobia democrática“, nota Leitão Amaro no Público, falando em “sinal de doença parlamentar”.

“As esquerdas, abusando da sua maioria, revertem aprovações já feitas e fazem-no em prejuízo do conhecimento cabal dos portugueses da dimensão do perdão de dívida aos bancos”, acrescenta o deputado social-democrata.

Do lado do PS, Galamba justifica a mudança de ideias, no sentido do voto, com o facto de que a proposta do PCP “complementava e dava coerência à do PSD”.

No fim de contas, o caso deve resolver-se com a re-apresentação da proposta do PCP, que deverá ser aprovada, incluindo também o cálculo dos custos como pretende o PSD. Desta forma, a UTAO fará as contas à moda da esquerda e da direita e em “simultâneo”.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

31 COMENTÁRIOS

    • O PS é que é bom, sobretudo quando deixa o país com 11% de défice e dívida para as próximas gerações. Isso é que é de louvar.

  1. É verdade. José Santos, só merdas e mais merdas.
    Do PSD, do PS, do BE, do PCP, do CDS !!!!!
    Só o PAN é que não faz merdas, porque fazem os cães por eles !!!!

    • Não… O que é, é que para o PSD/CDS, a ditadura é só válida para eles. Para os outros é que não… O PAN vira-se para o lado que lhe dá mais jeito (como os cães quando querem mij… nas rodas dos carros.

  2. Pois Claro !!
    Podem ter camisolas diferentes, as quais também trocam por conveniência, mas reparem que tem todos a mesma profissão ……Políticos..

    • Sim, até foi a direita que levou a dívida pública para os valores que temos e que deixou o país sem dinheiro nenhum e um défice de 11%. O senhor está certíssimo e estaria seguramente bem na Venezuela junto dos seus amigos.

    • A esquerda é que se preocupou com os cidadãos deixando-lhe uma bela dívida pública, não só para os atuais mas como para as 3 ou 4 gerações futuras. Sim, a bela esquerda.

    • Vê-se logo que não percebeste o que se passou!
      É o chamado falar de borla… Mais valia teres ficado caladinha.
      A esquerdas como dizes, não tentaram confundir nada, antes pelo contrario. Propuseram que se analisasse e calculasse também o impacto que teria se as as condições não tivessem sido revistas.
      o PSD apenas queria que se analisasse e calculasse o impacto dessa decisão, mas é importante conhecer também o impacto de não ter sido tomada a decisão. Isto sim é transparência!
      Ninguém estava contra o pedido do PSD, apenas estava incompleto.
      Percebeu agora?

  3. Isto é muito simples de entender!
    Os deputados do PSD ficaram fulos sem motivo aparente (mas eu percebo o motivo).
    PSD fez uma proposta para que a UTAO calcule os custos com esta medida, e até aqui tudo bem. Mas é importante também que se calcule os custos, caso esta medida não fosse aplicada. Só assim se consegue comparar se de facto foi ou não produtiva.
    Mas ao PSD não lhe interessa esse cenário, porque assim ficamos provavelmente a perceber que a medida até foi útil.
    Caso apenas se tivesse calculado os custos da aplicação dessa medida, o PSD usaria isso como arma de arremesso político, por isso percebo perfeitamente o motivo de terem ficado fulos!
    Aproveitaram uma ideia do PSD, para os entalar. Quando PSD tentavam entalar o PS.
    É um regabofe a maneira como esta gente brinca à política à conta do povo, com brigas pessoais que em nada favorecem o interesse nacional. Favorecem sim, interesses político-partidários.
    Enfim, uma tristeza!

  4. O tom arrogante e pretensioso do sr. deputado Leitão Amaro, retrata só por si a histeria e o ressabiamento do PSD.
    A dita claustrofobia democrática, terminologia utilizada pelo PSD, quando as coisa não lhe correm de feição, poderá significar o “esgana ” dos cães enraivecidos.
    Senhores do PSD, tenham compostura. Para os senhores só há democracia quando é feita a vossa vontade.
    Aprendam a viver em democracia sem arrogância e com vontade contribuírem para a recuperação do país.
    O tempo do bota abaixo já passou de moda, e sr. deputado Leitão Amaro, não tenha medo de comparar as alternativas, a menos que já saiba o resultado.

    • Sim… Continue a não votar. Um dia, já não vai ser preciso (ditadura)! Que rico exemplo você é… E ainda critica os políticos!

      • Cala-te “exemplo”! Cheio de moralismos e boas maneiras… Mas votar em quem??? Onde está a alternativa séria neste país??? Deixem-se de ser otários e defender a camisolinha da equipa que arranja melhor tacho. Isto não é o futebol. Estes merdas da politica até aceitavam rodar a própria mulher pelos comparsas de clube, só para mamar o tacho. Asquerosos, como é que alguém com dois dedos de testa neste país ainda pode acreditar numa única palavra que esse putedo diz e ir votar??? Todos eles, da direita à esquerda, ninguém zela pelo que é do povo, ninguém! ROUBAM, chupam tudo até ao osso de quem trabalha honestamente, e vão chupando até a sobrevivência do animal estar comprometida, aí dão-lhe umas isenções e tal, porque vive no limiar da pobreza. E depois vão chupar outro, como um qualquer parasita faz. É mesmo com votações da merda que isto lá vai… era pendurar esses bostas no poste para servirem de exemplo, e ver se aparecia alguém sério e honesto que se chegasse à frente. Cambada… a ver se morre esta série de cornos, pode ser que a próxima geração seja diferente… o que eu duvido.

        • “e ver se aparecia alguém sério e honesto”. Enquanto espera, “aparece” uma ditadura e depois… o “alguém sério e honesto” é fuzilado! Não digo que a gente da política seja de confiar. Não digo que esta ou esta solução seja a melhor. Digo que É PRECISO ESCOLHER!!! Na situação actual há que escolher a situação menos mal, mas HÁ QUE ESCOLHER!!! Antes que “alguém escolha por si. Aí é tarde demais.
          Digamos que até poderia fazer aquilo que sugere: “era pendurar esses bostas no poste para servirem de exemplo”. Quem para lá ia? Será que votaria noutro… político honesto? deixe-se de tretas! A menos que queira que “alguém” venha gerir isto como Salazar, VÁ VOTAR!!! E nem digo em branco (como diz o Sr Manso) por isso é “ajudar” quem vence. É preciso votar em alguém. A solução menos má! Aaaaaacoooordeeeee!!!!

  5. a fotografia do cantiflas ilustra bem a palhaçada que o bando passas/portas quer fazer com este assunto à semelhança do que faz com tudo o que é resultado da desgovernação 2011/2015.

    • Sim. Bom, bom… é mesmo deixar o país com um défice de 11% e o país com dívida para os filhos, netos, bisnetos e por aí fora. Vai mais é dormir.

  6. Este Leitão Amaro, como grande parte do PSD, é um “verdadeiro artista”. Queria a avaliação da solução adoptada sem a avaliação das alternativas para poder fazer chicana política. Ao ver o tiro sair-lhe pela culatra, quando se optou por uma solução verdadeiramente transparente, e que, com grande probabilidade, irá demonstrar que o governo escolheu, de facto, o mal menor, resolveu fazer birra. Cresce, puto!

        • Cala-te puto e tem juízo. O país está como está porque os meninos como vocês infelizmente votam. Deixem andar que eu escrevo do estrangeiro e de mim não veem a p**** de um cêntimo. Se tenho pena de não estar em Portugal: NENHUMA. SÓ TENHO PENA NÃO TER SAÍDO 20 ANOS ANTES.

          • Oh! Então não espere mais! Vá já chavalo! E fique por lá, porque gente que não vota e quer a ditadura de volta, não faz cá falta. Aproveite e leve o Passo e a Cristas consigo. Pensando como pensa, vão ser excelnetes companheiros de viagem.
            Mas, não se esqueça! Escolha um país onde há ditadura (Coriea do Norte, Cuba, etc) porque óbviamente não se dá com a democracia.
            Quanto ao seu dinheiro… Desde que pague os seus impostos, não me importo que não manda mais um cêntimo para cá! Fique lá com eles.

          • E fazes cá uma falta que nem imaginas!…
            “Infelizmente votam”?!
            Realmente… a culpa é mesmo dos que votam, porque toda a gente sabe que é com os cobardes que fogem, é que o país vai para a frente!!!…
            Não tens pena de não estar em Portugal, mas, com essa tua vida (certamente) triste, tens necessidade de vir a correr comentar/disparatar num site de Portugal!!

  7. Aí os meus meninos que são tão inocentes!!!! Valha-me Deus!!!… Será que foi está a educação que os pais deram a estes filhos!!??Tenham dó que eles são tão pequeninos e não sabem o que fazem, coitadinhos!!!… Do mais pequenino ao maior, venha o diabo e escolha.

  8. Háháháhá, o que fez o PPD/CDS foi igual sem tirar nem pôr, vem armados em santinhos, mas em 230 camaféus na A.R. não se aproveita um? Triste povo que está entregue a esta seita de políticos, arre porra que é demais.

RESPONDER

O RRS David Attenborough, navio virgem dos reinos polares, já saiu do estaleiro

O navio RRS Sir David Attenborough saiu finalmente do seu estaleiro. O já lendário navio vai agora ser sujeito a alguns testes antes de ser oficialmente entregue ao serviço, em novembro deste ano. A construção do …

Vulcões ativos produzem 30 a 50% da atmosfera de Io

Novas imagens rádio obtidas pelo ALMA (Atacama Large Millimeter/submillimeter Array) mostram, pela primeira vez, o efeito direto da atividade vulcânica na atmosfera da lua de Júpiter, Io. Io é a lua mais vulcanicamente ativa do nosso …

Descobertas pegadas fossilizadas com mais de 10 mil anos. São a trilha pré-histórica de uma mãe com um bebé ao colo

Uma equipa de investigadores internacional descobriu o trilho pré-histórico mais comprido do mundo no Novo México, nos Estados Unidos. O novo estudo conta a historia de uma mulher que carregou um bebé nos braços durante …

Pure Skies. Empresa desenha cabines dos aviões do pós-pandemia

Desde o início da pandemia, os especialistas têm testado diferentes maneiras de alcançar o distanciamento social em aviões, embora com pouco sucesso. Agora, há uma empresa que está a levar esta ideia até ao próximo …

OE2021. Bloco de Esquerda vota contra na generalidade

O Bloco de Esquerda vai votar contra a proposta do Orçamento do Estado para 2021 na generalidade, anunciou a coordenadora do partido, Catarina Martins. Em declarações aos jornalistas, a bloquista confirmou este domingo que o …

PS ganha eleições nos Açores sem garantia de maioria absoluta

O PS voltou a ganhar as eleições regionais dos Açores, obtendo entre 37% e 41%, o que não garante a maioria absoluta, segundo a projeção à boca das urnas realizada este domingo pela Universidade Católica …

Extinção da fauna em Madagáscar pode dever-se à presença humana (e a mudanças climáticas)

Grande parte da fauna de Madagáscar e das ilhas Mascarenhas foi eliminada durante o último milénio. Neste sentido, uma equipa de cientistas analisou um registo do clima nos últimos 8000 anos nas ilhas. O resultado …

PAN vai abster-se na generalidade. OE mais próximo da aprovação

O partido Pessoas-Animais-Natureza (PAN) vai abster-se na votação na generalidade da proposta de Orçamento do Estado para 2021 (OE2021) na próxima quarta-feira, anunciou a líder parlamentar do partido, Inês Sousa Real. Com a abstenção dos três …

O passado tóxico fica para trás. Asbestos, a cidade "amianto", mudou de nome

A cidade canadiana Asbestos (que significa amianto) ganhou um novo nome, quase 11 meses após o anúncio da votação. Wuase metade dos cerca de 6 mil residentes da cidade canadiana marcaram presença numa votação organizada num …

Menino de 12 anos encontra fóssil de dinossauro com 69 milhões de anos

Nathan Hrushkin, aspirante a paleontólogo de 12 anos, encontrou o fóssil de um dinossauro enquanto passeava com o pai em Alberta, no Canadá. Depois de enviarem uma fotografia ao Museu Royal Tyrrell, ficaram a saber …