Cadáver de Khashoggi pode ter sido incinerado num forno

Ali Haider / EPA

A polícia turca suspeita que o corpo do jornalista saudita Jamal Khashoggi, assassinado em 2 de outubro no consulado do seu país em Istambul, foi queimado num forno instalado na delegação, informou a agência Anadolu.

Foi descoberto um forno subterrâneo instalado no jardim da delegação, com capacidade para alcançar uma temperatura de mil graus centígrados, suficiente para eliminar qualquer rasto de ADN, segundo um relatório policial citado nesta quinta-feira pela agência.

As investigações revelaram que o corpo de Khashoggi foi desmembrado nas instalações do consulado, aparentemente por um ‘comando’ de agentes sauditas, mas até agora não apareceu o cadáver do jornalista dissidente do regime.

Tem-se especulado com a possibilidade de os restos mortais terem sido transportados para o exterior ou dissolvidos em ácido, mas a descoberta do forno obriga a admitir a eventualidade de terem sido incinerados.

O documento policial sublinhou que depois do assassínio, a equipa de alegados executantes encomendou a um conhecido restaurante 32 pedaços de carne crua, um pedido típico quando se prepara comida neste tipo de fornos tradicionais, chamados ‘tandir’.

“Queira-se ou não, isto suscita algumas perguntas, como se assar carne no forno fazia parte do plano inicial? As perguntas vão ser esclarecidas. As investigações ainda não acabaram”, resumiu-se no documento.

No texto realçou-se também que as instalações do consulado foram limpas com produtos químicos para fazer desaparecer possíveis provas. Foram também mencionados uns comentários do vigilante da delegação relativos à noiva de Khashoggi, Hatice Cengiz, que o esperava à porta do edifício, estando a ser avaliada a possibilidade de também ter sido previsto o seu assassínio. O documento divulgou também pela primeira vez imagens de um suposto colaborador local turco.

A Arábia Saudita filtrou para a imprensa que o corpo do jornalista tinha sido entregue a um “colaborador local”, mas cedo se retractou desta versão. Mas o governo turco insiste desde então em conhecer a identidade desta pessoa.

Nas imagens divulgadas agora vê-se um homem com um anoraque com capuz, que caminha à frente de um membro da equipa saudita, identificado como Mustafa Mohamed el-Madani. Tudo indica que El-Madani assumiu a tarefa de se vestir com a roupa de Khashoggi e, assim disfarçado, incluindo uma barba falsa, deambular por Istambul, para alimentar a ficção de que o jornalista tinha saído vivo do consulado.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Navio australiano filma meteoro a desintegrar-se no céu da Tasmânia

O navio de pesquisa científica da CSIRO capturou imagens surpreendentes de um meteoro a desintegrar-se no oceano, muito perto da Tasmânia. Na quarta-feira, o navio de pesquisa científica da CSIRO capturou um meteoro a desintegrar-se no …

Afinal, o Espaço não é assim tão escuro. Há brilho de origem desconhecida

Uma equipa de cientistas usou a New Horizons para medir a luminosidade do Espaço profundo e os resultados surpreenderam-na. Há muito tempo que os cientistas tentam perceber qual a luminosidade do Espaço, se lhe retirarmos todas …

Meteorito atinge casa de homem indonésio e transforma-o em milionário

O caso insólito aconteceu em Kolang, na Sumatra do Norte, Indonésia. Um fabricante de caixões de 33 anos encontrou um meteorito no seu jardim, depois deste atingir o telhado da sua casa em agosto. O protagonista …

Há 20 anos que ninguém sabe do paradeiro de dois cadernos de Charles Darwin

Dois dos cadernos do naturalista Charles Darwin, um dos quais com o rascunho da “Árvore da Vida” (1837), estão desaparecidos há cerca de 20 anos e terão sido muito provavelmente roubados, anunciou esta terça-feira a …

Cientistas reconstruiram explosão de Beirute através das redes sociais

Cientistas forenses recorreram a imagens partilhadas nas redes sociais para reconstruirem a explosão de Beirute, em agosto, que matou 191 pessoas. A 4 de agosto, uma série de explosões causadas por 2.750 toneladas de nitrato de …

Professor alemão do ensino básico é suspeito de canibalismo e homicídio

Depois de uma pilha de ossos ter sido encontrada por transeuntes no parque de Berlim, as autoridades alemãs descobriram que se tratava de uma vítima de canibalismo. As pistas conduziram-nas, mais tarde, à casa do …

Marselha 0-2 FC Porto | Dragão vence e abre porta dos "oitavos"

Basta apenas um ponto para que o FC Porto carimbe uma vaga nos oitavos-de-final da Liga dos Campeões. Na noite desta quarta-feira, os “dragões” venceram o Marseille por 2-0 – com os contributos de Zaidu …

Mais de 100 mil crianças morreram com VIH e 320 mil ficaram infetadas. A pandemia pode piorar o cenário

De acordo com um relatório da UNICEF, a cada 100 segundos uma criança ou jovem com menos de 20 anos foi infetado pelo VIH no ano passado. Com os novos dados, o número total de …

Animação mostra como foram construídas as pontes do século XIV

Construir uma ponte sobre a água parece uma tarefa complicada e a verdade é que, apesar dos inúmeros avanços tecnológicos, os fundamentos pouco alteraram desde os tempos medievais. A Ponte Carlos tem 618 anos, mas não …

Médicos sem Fronteiras deixam hospital da Venezuela devido a restrições

A Médicos sem Fronteiras (MSF) vai se retirar de uma colaboração com um hospital venezuelano que visa tratar pacientes com covid-19 devido a restrições na entrada de especialistas no país, informou a organização na terça-feira. A …