Cabeceiras de Basto recua no desconfinamento. Quatro concelhos podem agora avançar

A ministra Mariana Vieira da Silva apresentou um quadro geral da situação em Portugal e revela que há um concelho que vai recuar no desconfinamento: Cabeceiras de Basto.

A ministra de Estado e da Presidência acrescentou ainda que quatro concelhos mantêm-se onde estão: Carregal do Sal, as duas freguesias de Odemira, Paredes e Resende.

Por outro lado, Mariana Vieira da Silva frisou que “temos quatro concelhos que na semana passada encontravam-se aquém do nível de desconfinamento e agora se aproximam do resto do país, sendo eles Miranda do Douro, Portimão, Aljezur e Valongo“.

Foi ainda clarificado que 23 concelhos ficam agora em estado de alerta, sendo eles: Alpiarça, Alvaiázere, Arganil, Beja, Castelo de Paiva, Coruche, Fafe, Golegã, Figueiró dos Vinhos, Fornos de Algodres, Lagos, Lamego, Melgaço, Oliveira do Hospital, Paços de Ferreira, Penafiel, Peniche, Ponte da Barca, Ponte de Lima, Santa Comba Dão, Tábua, Vidigueira, Vale de Cambra.

Saem desta situação: Alijó, Batalha, Boticas, Cabeceiras de Baixo, Celorico de Basto (é o único que sai de alerta para pior), Cinfães, Peso da Régua, Póvoa de Lanhoso, Tabuaço, Vila Real de Santo António.

A governante apresentou ainda os níveis de incidência e do Rt e falou em sinais de “uma pandemia controlada”.

“O que podemos verificar é que em dois meses os números de incidência reduziram-se para metade, passando de 118.49 para 59 por 100 mil habitantes a 14 dias. É um sinal de uma pandemia controlada, pese embora a existência de surtos em alguns locais”, que a ministra avisa que é preciso controlar.

Quanto ao Rt, o país está na zona verde da matriz de risco, “confortavelmente abaixo de 1”, apesar das oscilações do último mês. “São essas as condições que determinam que a grande maioria do país possa avançar no desconfinamento”, indicou.

Segundo a ministra, a alteração de regras sanitárias para pessoas vacinadas só será ponderada no final de maio. “Essas decisões partem de um trabalho técnico”.

Questionada sobre a possibilidade de para a semana existir um campeão nacional de futebol e eventuais regras para festejos na rua, a ministra da Presidência do Conselho de Ministros remete para a “interação entre o Ministério da Administração Interna e organizações diversas para a organização dos vários eventos, desde logo 13 de maio”.

“As regras serão definidas em função dessa necessidade”, disse a ministra sobre esses festejos.

Sobre o acesso às praias, Mariana Vieira da Silva diz que as regras serão semelhantes às do ano passado, apenas com pequenas alterações nas regras de práticas desportivas.

Situação de Odemira

As duas freguesias de Odemira (São Teotónio e Longueira – Almograve) vão manter a cerca sanitária, embora a partir de segunda-feira passem a existir condições específicas de acesso ao trabalho definidas pela ministra da Saúde e da Administração Interna.

Mariana Vieira da Silva diz que medidas duram 14 dias porque é o tempo de incubação da doença, e por isso em Odemira continua a apostar-se em isolar, testar e realojar quando é preciso, mas os números – mesmo que mais baixos – ainda não estão abaixo dos 120 casos por 100 mil habitantes.

Contudo, por haver uma “forte melhoria”, o Governo decidiu que as pessoas podem entrar nas duas freguesias para trabalhar.

Em relação à situação dos migrantes, sublinha que “não podemos permitir que continuem estas condições”.

“Temos de ir procurando soluções alternativas, primeiro temporárias e depois definitivas. O Governo já o tinha aprovado em 2019” e precisa agora de corrigir a solução encontrada na altura, frisa.

Sobre a revisão da cerca sanitária nas freguesias, o Governo diz que procurou ter avaliação semanal para corresponder a tendências fortemente existentes ou abreviar tendências fortemente crescentes. “É possível que na próxima quinta-feira essa situação seja reavaliada, diz a ministra.

Ana Isabel Moura, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Ministra da Saúde afasta limitação de visitas. Mas Associação de lares defende regresso da proibição

A ministra da Saúde, Marta Temido, afirmou esta terça-feira que não há necessidade de voltar a limitar as visitas a lares de idosos, advogando que as pessoas vacinadas contagiadas com o novo coronavírus desenvolvem “uma …

Tripulantes da TAP queixam-se de "extrema violência psicológica" e escrevem carta ao ministro

Um grupo de tripulantes de cabine da TAP escreveu uma carta a Pedro Nuno Santos, ministro das Infraestruturas, na qual dizem temer que o processo de despedimento coletivo avance em julho e que já saíram …

Marcelo considera que legislativas de 2023 devem servir para julgar uso dos fundos europeus

O Presidente da República defendeu esta terça-feira que Portugal tem de dar "o salto" com os fundos europeus e considerou que as eleições legislativas de 2023 devem servir para os portugueses julgarem a sua utilização. "Cabe …

Portugal regista mais 1.020 casos e seis mortes. Internamentos continuam a aumentar

Portugal registou esta terça-feira 1.020 novos casos de infeção por covid-19 e mais seis mortes, segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde. De acordo com o boletim epidemiológico divulgado pela Direção-Geral da Saúde (DGS), nas …

"Toma a vacina ou ponho-te na prisão". Presidente das Filipinas ameaça prender quem recusar ser imunizado

O Presidente das Filipinas ameaçou prender quem se recusar a tomar a vacina contra a covid-19, numa altura em que o país combate o pior surto da doença desde o início da pandemia. "Se não se …

Preços das casas continuam a subir. Centeno alerta para riscos de bolha imobiliária

Os preços das casas voltaram a registar um aumento em relação ao mês passado e não subiam tanto há mais de dois anos. Uma situação que leva o Banco de Portugal a alertar para os …

Itália segue os passos de França e Espanha e abandona o uso de máscara na rua

A Itália vai suspender a obrigatoriedade do uso de máscaras ao ar livre a partir do próximo dia 28 de junho, revelou o governo na segunda-feira. Depois de ter sido considerado o epicentro da pandemia, Itália …

União Europeia endurece sanções contra a Bielorrússia

A União Europeia, os Estados Unidos, o Reino Unido e o Canadá decidiram, esta segunda-feira, punir dezenas de personalidades e empresas ligadas ao regime bielorrusso. No final de uma reunião, no Luxemburgo, os 27 Estados-membros da …

Casimiro quer 30 milhões pela Groundforce. 10 milhões são para a banca

Alfredo Casimiro está a tentar vender a sua parte na Groundforce por 25 a 30 milhões de euros. Contudo, o acionista não deverá ficar com o montante pago já que tem pagamentos em atraso a …

Meio milhão de mortes depois, Brasil pede (em força) demissão de Bolsonaro

No sábado, o número de óbitos por covid-19 ultrapassou o meio milhão no Brasil. Centenas de milhares de manifestantes encheram as ruas de mais de 400 cidades brasileiras e do mundo, acusando o Presidente Jair …