/

Bruxelas aprova OPA do CaixaBank ao BPI

1

A Comissão Europeia aprovou a proposta de aquisição do banco BPI pelos espanhóis do CaixaBank, no âmbito do regulamento de fusões, segundo informação divulgada esta quinta-feira em comunicado.

A aprovação surgiu depois de o executivo comunitário ter concluído que a aquisição proposta “não levanta quaisquer problemas de concorrência porque as quotas combinadas de mercado das empresas são muito baixas”.

Segundo o comunicado da Comissão Europeia, a operação foi analisada no âmbito do processo de fusão simplificada.

A Comissão tinha já aprovado uma transação entre estes dois bancos em 2015, mas o processo não foi finalizado porque o CaixaBank acabou por retirar a sua Oferta Pública de Aquisição (OPA).

Atualmente, o banco catalão detém 44,1% do BPI, a par do segundo maior acionista do banco, os angolanos da Santoro Finance, que detêm apenas 18,58% do capital.

O anúncio da OPA voluntária surgiu em abril, um dia depois do banco português ter avisado o mercado de que tinha ficado sem efeito um acordo sobre o controlo do banco entre os espanhóis e a holding controlada por Isabel dos Santos.

Na altura, a administração do BPI declarou que o o acordo tinha ficado sem efeito, depois da empresária angolana ter feito novas exigências que não faziam parte do entendimento inicial.

Este princípio de acordo visava resolver o problema da exposição excessiva do banco português a Angola.

ZAP / Lusa

1 Comment

  1. Mais um para o “monte”!
    O caminho da banca é juntar tudo, eliminando a concorrência e depois podem fazer (ainda mais) o que quiserem…
    Quantos bancos havia em Portugal (e na Europa) há 20 anos e quantos há hoje?!…
    Pois…

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE