Bruxelas aguarda esboço do Orçamento de Estado para 2020

Clara Azevedo / Portugal.gov.pt

Primeiro-Ministro António Costa e Ministro das Finanças, Mário Centeno

A Comissão Europeia aguarda até ao final de hoje que o Governo lhe envie um esboço do plano orçamental para 2020, com uma atualização das projeções macroeconómicas e orçamentais, segundo a revisão da base de Contas Nacionais.

De acordo com o calendário estabelecido para os países da zona euro, a Comissão deve ter em sua posse os planos orçamentais dos Estados-membros para o ano seguinte até 15 de outubro, de modo a emitir um parecer até final de novembro (ou mesmo pedir a reformulação do documento, caso considere que há riscos de incumprimento das regras europeias), antes de os orçamentos serem aprovados nos respetivos parlamentos nacionais, até final de dezembro.

Na segunda-feira, véspera da data-limite para o envio a Bruxelas dos planos orçamentais para o próximo ano, fonte comunitária contactada pela agência Lusa recordou que o código de conduta da legislação comunitária nesta matéria prevê um regime excecional para os Estados-membros cujos governos não estejam no uso pleno dos seus poderes orçamentais, designadamente devido à celebração de eleições, mas salientou que o prazo de entrega é o mesmo para todos.

Nesses casos, indicou, “o prazo limite de 15 de outubro ainda se aplica, e o Estado-membro deve submeter um esboço de plano orçamental elaborado com base num cenário de políticas inalteradas” – ou seja, sem medidas orçamentais já discriminadas e quantificadas -, devendo o novo Governo “submeter um esboço de plano orçamental à Comissão Europeia e ao Eurogrupo assim que assumir funções”.

António Costa já foi indigitado primeiro-ministro, mas aguarda-se pelo apuramento dos votos dos círculos da emigração para o Governo tomar posse – o que poderá suceder já próxima semana. Na passada quinta-feira, o socialista afirmou que “gostaria muito” de poder apresentar à Assembleia da República o Orçamento do Estado para o próximo ano ainda em 2019, mesmo que a discussão se prolongue para 2020.

No Programa de Estabilidade 2019-2023, apresentado em abril, o Governo antecipou uma expansão de 1,9% do Produto Interno Bruto (PIB) em 2020, a mesma estimativa da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE).

A Comissão Europeia estima que o PIB português cresça 1,7% em 2020, a mesma previsão do Conselho das Finanças Públicas (CFP). A estimativa mais pessimista é do Fundo Monetário Internacional (FMI), que antecipa uma expansão de 1,5% da economia portuguesa no próximo ano.

Já para o saldo orçamental, o Governo estima um excedente de 0,3% em 2020, a mesma previsão do CFP, enquanto o FMI antevê um excedente de 0,1% e a OCDE prevê um défice de 0,2%. De salientar que as previsões indicadas, com exceção das do CFP, ainda estão de acordo com o antigo ano base das contas nacionais portuguesas (2011), não incluindo a atualização com a base de 2016, divulgada pelo INE em 23 de setembro.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Bancos também dão moratória no crédito automóvel

Para além da moratória no crédito à habitação decretada pelo Governo, alguns bancos estão a alargar a moratória ao crédito de consumo, como por exemplo, à prestação do carro. Face à pandemia de covid-19, o Governo …

Justiça dos Estados Unidos investiga senadores por delitos financeiros

Vários senadores norte-americanos estão a ser investigados por terem vendido ações depois de terem recebido briefings sobre a pandemia de covid-19. De acordo com a CNN, o Departamento de Justiça dos Estados Unidos começou a investigar …

MAI aconselha que se circule com comprovativo de deslocação

Este domingo, o Ministério da Administração Interna (MAI) aconselhou os automobilistas a circular com comprovativos de deslocação. Além de fazer um apelo aos automobilistas para que circulem apenas quando for absolutamente imperioso, o Ministério da Administração …

Casos de covid-19 sobem 7,5% em Portugal. Há 140 mortos

De acordo com o boletim epidemiológico da Direção-geral da Saúde, há 6.408 casos de covid-19 em Portugal - mais 446 do que no domingo. Mortes sobem de 119 para 140 e o número de recuperados mantém-se …

Aulas à distância, provas de aferição e exames. O 3.º período ainda é incerto

O ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues, assegurou, esta segunda-feira, que as notas dos 2.º período serão publicadas. Porém, a forma como o 3.º período vai decorrer ainda é incerta. Em entrevista à Renascença, Tiago Brandão …

José Mourinho revela o melhor "onze" que já treinou

José Mourinho elegeu o melhor 'onze' que já treinou ao longo da carreira. O técnico português não incluiu nenhum jogador do Tottenham nem do Manchester United. O jornal britânico Manchester Evening News propôs a José Mourinho …

EUA alargam medidas de distanciamento social até 30 de abril. Mortes podem chegar às 200 mil

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, prolongou as recomendações nacionais de distanciamento social por mais um mês, até 30 de abril. O período inicial de 15 dias terminava esta segunda-feira. “Distância social, essa é a …

Férias da Páscoa interrompem apoio financeiro para os pais

A chegada das férias escolares, que se iniciam esta segunda-feira, em contexto de emergência nacional, levou o Governo a reforçar e alargar o regime da justificação de faltas, mas não o apoio financeiro disponível no …

O mundo do futebol divide-se e há quem não queira o Liverpool campeão

Se Gündogan defende que o Liverpool deve ser sagrado campeão mesmo que a competição não termina, Kane argumenta que, nesse caso, a liga deve ser anulada. Com a época suspensa e sem data de regresso, as …

Marques Mendes: Lay-off será pago ao dia 28 (e estado de emergência deverá ser renovado 2 vezes)

Este domingo, no seu habitual espaço de comentário da SIC, Luís Marques Mendes avançou algumas novidades sobre o regime de lay-off simplificado, a renovação do estado de emergência e uma operação nacional de testes de …