Bruxelas aconselha países a manterem limitação a chegadas não essenciais do Brasil

A Comissão Europeia aconselhou hoje “fortemente” os Estados-membros da União Europeia (UE) a manterem as limitações às viagens não essenciais do Brasil devido à propagação de novas variantes do SARS-CoV-2, pedindo “rastreios mais rigorosos” para eventuais viajantes.

“No que toca à gestão das fronteiras externas, no contexto da emergência das variantes, gostaria de recordar que a Comissão tem levado esta questão muito a sério, desde o início do ano e, tendo em conta o aconselhamento científico, […] propusemos medidas mais restritivas para viagens não essenciais para a UE”, disse o porta-voz da Comissão Europeia para os Assuntos Interiores, Adalbert Jahnz.

Falando na conferência de imprensa diária da instituição, em Bruxelas, o responsável lembrou que, em fevereiro passado, o Conselho da UE (onde estão representados os Estados-membros) adotou “uma abordagem europeia mais forte em termos de viajantes provenientes destas regiões especialmente afetadas pelas variantes”, após proposta da Comissão Europeia.

“A ideia é que as viagens só sejam permitidas por razões essenciais […] e, ainda assim, os viajantes devem ser submetidos a rastreios mais rigorosos quando regressam destas regiões, como quarentena obrigatória e testagem”, assinalou Adalbert Jahnz.

E vincou: “Encorajamos fortemente os Estados-membros a aplicar estas medidas mais restritivas”.

A posição de Bruxelas surge numa altura em que a variante brasileira se continua a propagar rapidamente pelo mundo, nomeadamente no continente americano e na UE, e dias depois de uma outra possível estirpe do vírus ter sido descoberta na cidade brasileira de Belo Horizonte por cientistas locais, que detetaram a combinação de 18 mutações nunca anteriormente descritas.

Em 20 de março, o Governo português alargou até 15 de abril a suspensão dos voos com o Reino Unido e Brasil e o isolamento profilático de 14 dias aplica-se também à fronteira terrestre para países de alto risco.

Segundo uma nota do executivo, apenas estão permitidos para Portugal os voos de repatriamento e os cidadãos que cheguem a Portugal provenientes do Brasil e Reino Unido, nos voos de repatriamento ou através de escalas, bem como da África do Sul ou de países com taxa de incidência igual ou superior a 500 casos por 100 mil habitantes (como França ou Itália), têm não só de apresentar o comprovativo de teste negativo como cumprir um período de isolamento profilático de 14 dias.

Na semana passada, o Sindicato dos Pilotos da Aviação Civil apelou ao Governo para acabar com a proibição de voos da TAP para o Brasil, que diz estar a criar uma “situação de clara injustiça concorrencial” relativamente às outras companhias europeias.

  // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Barcelona aperta o cinto e quer contratar a "custo zero" em janeiro

O mercado de inverno vai ter de ser de contenção para o Barcelona, que precisa de reforçar a equipa. A solução passará por jogadores a "custo zero". O FC Barcelona não vive os seus melhores dias, …

Mulher de Rendeiro tentou impedir PJ de levar quadros suspeitos de serem falsos. Juíza mandou apreender

A PJ suspeita que várias as obras que pertencem ao Estado mas estão à guarda da mulher de Rendeiro possam ser réplicas. A juíza já emitiu um mandado de apreensão e Maria de Jesus Rendeiro …

Os primeiros acrobatas profissionais do mundo faziam mortais no Médio Oriente há 4 mil anos

Os primeiros acrobatas profissionais datam de há 4 mil anos, no Médio Oriente. Afiliados à corte real, tinham vários privilégios, mas também preocupações laborais. Os habitantes das antigas cidades-estado do Médio Oriente desfrutavam de uma vida …

Avisos de voto contra complicam xadrez orçamental. Governo tem um dilema em mãos (e até Marcelo está preocupado)

O Governo tem 15 dias para dar o braço a torcer. Com o Bloco de Esquerda, o PAN, os Verdes e o PCP a acenar com o voto contra, as contas complicam-se e nasce assim …

Com contas certas, Leão prometeu um Orçamento de investimento — só possível graças à bazuca

Apesar de falar em contas certas, João Leão prometeu um Orçamento de investimento. No entanto, sem a bazuca de Bruxelas, Leão pouco dá à economia. Sem contar com o dinheiro que vem da bazuca de Bruxelas, …

"Situação dramática" no Hospital de Leiria e nova demissão em bloco. Milhões do OE não chegam para curar o SNS

Depois da demissão em bloco de médicos no Hospital de Setúbal, a equipa da Urgência de Psiquiatria do Porto também bateu com a porta. E no Hospital de Leiria vive-se uma "situação dramática" quando os …

Novo estudo associa desodorizantes a mutações genéticas semelhantes às do cancro da mama

Investigadores suíços apuraram que os sais de alumínio presentes nos desodorizantes anti-transpirantes provocam as mesmas mutações genéticas que são encontradas no cancro da mama, em experiências com hamsters. A eventual influência dos desodorizantes no desenvolvimento do …

Vox volta a anexar Portugal ao mapa espanhol a propósito do Dia da Hispanidade

Esta é já uma atitude repetida, uma vez que o partido espanhol de extrema-direita já havia incluído Portugal no mapa de território espanhol. O partido nacionalista espanhol VOX divulgou um cartaz alusivo ao Dia da Hispanidade, …

Assembleia da República debate diplomas sobre ordens profissionais

Propostas de PS, PAN, IL e Cristina Figueiredo serão debatidas hoje, com abstenção garantida de PSD e do PCP. A Assembleia da República debate hoje os diplomas do PS, PAN, IL e Cristina Rodrigues sobre ordens …

Quase meio século depois, cientistas desvendaram o "mistério de Manu"

Quase meio século depois, os cientistas conseguiram finalmente resolver o "Mistério de Manu", relativo a uma planta tropical encontrada no Peru. Em 1973, Robin Foster descobriu no Parque Nacional de Manu, no Peru, uma planta com …