UE abre infração contra Portugal, Alemanha e Roménia por falhas na lei contra a lavagem de dinheiro

Paulo Vaz Henriques / Gabinete Do Primeiro Ministro / Lusa

A Comissão Europeia abriu um procedimento de infração contra Portugal, considerando que a quarta diretiva europeia de prevenção do branqueamento de capitais e financiamento do terrorismo através do sistema financeiro foi transposta de forma incorreta.

De acordo com o jornal Público, a Comissão Europeia, dirigida por Ursula von der Leyen, afirmou que Portugal, a Alemanha e a Roménia “devem resolver aspetos fundamentais do quadro de luta contra o branqueamento de capitais, tais como o intercâmbio adequado de informações com as unidades de informação financeira (UIF) [dos outros países], as obrigações de vigilância [que os bancos e outras entidades têm de ter] quanto à clientela e de cooperação adequada entre as UIF, ou a transparência dos registos centrais de beneficiários efetivos”.

Os três Governos têm agora dois meses para responder aos argumentos da Comissão.

O gabinete do secretário de Estado dos Assuntos Fiscais, António Mendonça Mendes, que preside à comissão de coordenação das políticas de prevenção do branqueamento de capitais, disse, em declarações ao Público, que o fará “dentro do prazo estipulado” e promete pôr em marcha “todas as alterações” necessárias para cumprir a legislação​.

Questionado sobre quais foram os problemas colocados pela Comissão Europeia, o gabinete do secretário de Estado dos Assuntos Fiscais afirmou que “respeitam a questões muito pontuais de índole profundamente técnica, como a delimitação de alguns conceitos financeiros complexos ou a extensão de determinadas obrigações de diligência, relativamente a algumas das quais a Comissão Europeia entende inclusivamente que a transposição pode ter sido mais exigente do que o necessário”.

Se Bruxelas continuar a considerar que persistem as deficiências, a Comissão Europeia pode avançar para a segunda fase da infração, enviando um parecer fundamentado.

Se o problema não for resolvido, poderá apresentar uma queixa perante o Tribunal de Justiça da União Europeia (UE).

É a segunda vez num ano que Bruxelas coloca Portugal no radar por causa da transposição de diretivas europeias que se destinam a combater a lavagem de dinheiro. Em fevereiro do ano passado, depois de o país ficar sob atenção internacional por causa do Luanda Leaks, a Comissão Europeia abriu um procedimento de infração pelo facto de Portugal não ter concluído a transposição da quinta diretiva, o que acabaria por fazer mais tarde.

Em causa estava o atraso na operacionalização das orientações da diretiva mais recente.

Maria Campos, ZAP //

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. Por que razão não terá Portugal concluído a transposição da quinta directiva, depois de já ter sido alertado anteriormente? Dá que pensar esta desobediência a mãe Ursula?

    • Talvez pela mesma razão que este governo pretendeu “aligeirar” o CCP, mudou a PGR, mudou o presidente do Tribunal de Contas e nomeou o outro para Procurador Europeu.

  2. Estranho Que Quando falam na lavagem de dinheiro ,tocam sempre nos mesmos trafico de droga ,armas,terrorismo , e osmilhares de milhoes das corrupçoes Politicas ?

RESPONDER

Junta militar de Myanmar está a sequestrar familiares de pessoas que pretende deter, diz especialista da ONU

A junta militar de Myanmar está a sequestrar familiares de pessoas que pretende deter, incluindo crianças com 20 semanas de idade, segundo o relator especial da Organização das Nações Unidas (ONU) destacado para o país, …

Regiões portuguesas entre as que mais colocaram trabalhadores em teletrabalho

  Apesar dos números elevados registados em Portugal, futuro do modelo está ainda em aberto, face à preferência dos patrões em ter os funcionários a trabalhar em ambiente de escritório. De acordo com dados revelados pelo Eurostat, …

Reino Unido em choque. Sabina Nessa pode ter sido assassinada por um estranho ainda em liberdade

Sabina Nessa, de 28 anos, terá sido assassinada enquanto caminhava pelo Cator Park, no sudeste de Londres, na passada sexta-feira. O percurso da sua casa até a um bar ia demorar apenas cinco minutos, mas …

A corrida a secretário-geral da UGT terá dois candidatos

É a primeira vez que a corrida à liderança da UGT conta com dois candidatos: além de José Abraão, atual dirigente da Federação de Sindicatos da Administração Pública (Fesap), Mário Mourão, presidente do Sindicato dos …

Colapso da Evergrande. China pede a governos regionais que se "preparem para a possível tempestade"

As autoridades chinesas estão a pedir aos governos regionais para se prepararem para um possível colapso da Evergrande. O The Wall Street Journal noticia, esta quinta-feira, que as autoridades chinesas estão a pedir aos governos regionais …

Governo vai testar 35 mil funcionários de creches e pré-escolar até 3 de outubro

Os funcionários das creches, do pré-escolar e a rede nacional de amas começaram esta quinta-feira a ser testados à covid-19, numa ação que até 3 de outubro abrangerá 35 mil pessoas em todo o país. O …

Bem-vindo à última fase do desconfinamento: fim do certificado em restaurantes, máscara em transportes e lares

"Estamos em condições para avançar para a terceira fase de desconfinamento." Foi com esta frase que António Costa deu início à conferência de imprensa após o Conselho de Ministros desta quinta-feira. Portugal vai avançar para a …

EUA reabrirá campo de detenção de migrantes perto da prisão de Guantánamo

A administração do Presidente dos Estados Unidos (EUA) Joe Biden se prepara para reabrir um campo de detenção de migrantes na Baía de Guantánamo, após um aumento de migrantes e requerentes de asilo no sul …

Défice desce para 5,3% do PIB no 2.º trimestre do ano

O défice orçamental do primeiro semestre deste ano é de 5,5% do PIB. A meta do ministro das Finanças para o ano de 2021 é de 4,5%.  O défice orçamental fixou-se em 5,3% do PIB no …

É a maior contração desde 1995. INE revê queda do PIB para 8,4%

A queda foi pior do que se esperava: o Produto Interno Bruto (PIB) recuou 8,4% e não 7,6%, indicam os recentes dados do Instituto Nacional de Estatística (INE). O Produto Interno Bruto (PIB) caiu 8,4% em …