Brisa em “lista negra” das privatizações americanas

foto: taberandrew / flickr

foto: taberandrew / flickr

A concessão da exploração das auto-estradas de Denver a um consórcio liderado pela Brisa é um dos contratos visados no relatório “Out of Control”, da ONG americana “In The Public Interest“, que entre outros casos revela que na Virgínia os contribuintes têm que pagar se fizerem vaquinhas e em Chicago há multas por aumentar os passeios.

O relatório, publicado no início deste mês com o título ‘Fora de Controlo: O Guia Completo dos Falhanços na Concessão de Serviços Públicos a Empresas Privadas” (tradução livre), aborda vários casos do que a organização considera serem experiências falhadas de várias cidades e estados americanos que recentemente concessionaram ou privatizaram serviços públicos em diversos sectores.

Entre os casos em destaque no relatório, que está acessível para download aqui, consta (pág. 13) o do contrato que a cidade de Denver, no Colorado, estabeleceu em 2008 com um consórcio liderado pela Brisa Auto-Estradas, ao abrigo do qual a empresa portuguesa detém o direito de exploração das portagens da Northwest Parkway durante 99 anos.

De acordo com a organização, o consórcio impediu recentemente que se fizessem melhorias numa estrada local sem custos, alegando cláusulas do contrato de concessão ao abrigo das quais “não poderiam ser feitas melhorias em estradas públicas que pudessem prejudicar financeiramente a Northwest Parkway ao fornecer uma alternativa grátis aos condutores, diminuindo em consequência a receita das portagens”.

Segundo o relatório, o contrato inclui especificamente uma secção que estabelece que a construção pelo estado de infra-estruturas de transporte “concorrentes da auto-estrada” dariam direito ao pagamento de indemnizações ao concessionário das portagens.

O relatório conclui que ainda que nos próximos 90 anos as necessidades de transporte, hábitos, e padrões de viagem dos cidadãos de Denver venham a mudar radicalmente, o estado americano não pode efectuar “melhorias em estradas públicas concorrentes da auto-estrada” – pelo menos, sem indemnizar a Brisa pela ‘perda de receitas’.

 

Contratos e concessões fora de controlo

‘Out of Control’ parece ser um nome apropriado para um relatório de 23 páginas que entre outros casos dá a conhecer algumas situações tão ou mais peculiares que a da Brisa. Alguns exemplos:

– No estado do Indiana, as portagens foram abertas durante o estado de emergência decretado por causa das inundações de 2008. A concessionária das auto-estradas facturou aos contribuintes o ‘prejuízo’ e recebeu 325.000 euros pela ‘receita perdida’.

– A empresa contratada para gravar as reuniões públicas da câmara de uma cidade do Novo México recusou-se a divulgar ao público as gravações por serem ‘propriedade privada’.

– 65% dos contratos de concessão dos serviços prisionais estabelecem que as cidades e os estados se comprometam com ‘quotas mínimas de prisioneiros’ forçando o estado a manter as prisões ‘rentáveis’.

– Na Virginia, os contribuintes pagam uma indemnização a uma concessionária australiana de portagens se “demasiados condutores fizerem vaquinhas”

O caso que o relatório classifica de “Outsourcing Negligente – Prova A” é o da cidade de Chicago, que assinou em 2009 um contrato com um consórcio apoiado pela Morgan Stanley para a exploração, durante 75 anos, do seus 36.000 parquímetros. O negócio rendeu à cidade 1.2 biliões de dólares. Mas os condutores de Chicago irão pagar, durante esses 75 anos, pelo menos 11,6 biliões de dólares para estacionar na cidade.

Após a assinatura do contrato, o consórcio aumentou dramaticamente o preço do estacionamento e passou a cobrar aos fins de semana. Os comerciantes atribuem ao custo do estacionamento a quebra do negócio desde 2009. Os residentes consideram que estacionar na baixa é proibitivo.

O contrato prevê ainda indemnizações ao concessionário por qualquer “acção que possa ter uma consequência material adversa nas receitas de estacionamento” – por exemplo, construir faixas para bicicletas ou aumentar os passeios, porque tais medidas “competem com os parquímetros” e diminuem as receitas do concessionário.

AJB, ZAP

RESPONDER

É um "disparate do tamanho do Mosteiro da Batalha" proibir refeições em panteões

O presidente da Câmara da Batalha, Paulo Batista Santos, considerou hoje que seria um "disparate do tamanho do Mosteiro da Batalha" restringir totalmente "qualquer serviço de refeições nos panteões". "Concordo com as restrições, mas não na …

Surto de Legionella pode resultar em acusações por homicídio

A Veolia Portugal, responsável pela manutenção das torres de refrigeração do Hospital de São Francisco Xavier negou responsabilidade no surto de 'legionella', garantindo que "todos os procedimentos foram implementados corretamente". "Todos os procedimentos foram implementados corretamente …

Rui Santos "paineleiro com feitio de gaja", Bruno de Carvalho "machista preconceituoso"

A associação Capazes não poupou críticas ao presidente do Sporting, Bruno de Carvalho, que acusa de "machismo, misoginia e homofobia", depois das violentas críticas que o presidente do Sporting endereçou a Rui Santos, comentador …

Detido diretor nacional do Tesouro angolano por suspeita de desvio de verbas

O diretor nacional do Tesouro angolano foi detido pelo Serviço de Investigação Criminal (SIC), no âmbito de uma investigação policial a alegados desvios de verbas do Estado através de contratos celebrados com empresas fictícias. De acordo …

Milhares de contas russas no Twitter foram usadas para influenciar referendo do Brexit

Investigadores concluíram que nos dias anteriores à votação do referendo sobre o Brexit, centenas de contas falsas no Twitter com origem russa tentaram influenciar a decisão da saída do Reino Unido da União Europeia. De acordo …

Submarino militar argentino desapareceu com 44 pessoas a bordo

A Marinha da Argentina confirmou esta sexta-feira que está à procura de um submarino militar com 44 tripulantes, com o qual perdeu todo o o contacto há mais de 72 horas. O submarino militar argentino o …

Secretária de Estado desvaloriza "jantarinho" da Web Summit no Panteão

A secretária de Estado da Indústria desvalorizou o polémico jantar no Panteão Nacional e garante que nenhum membro do Governo esteve presente. "Não temos nada a ver com isso", afirmou à agência Lusa. A secretária de Estado …

Primeiro-ministro demissionário libanês acolhido em França

O primeiro-ministro demissionário libanês, que chegou este sábado a Paris procedente da Arábia Saudita, vai regressar ao Líbano na próxima quarta-feira para participar na festa nacional, informou a Agência Nacional de Notícias. Saad Hariri, que se …

Corte no subsídio de desemprego acaba em Janeiro

O fim do corte de 10% aplicado ao subsídio de desemprego vai entrar em vigor já a partir de Janeiro de 2018 e irá abranger todos os desempregados, incluindo os que já estão a receber …

Neblina de hidrocarbonetos de Plutão mantém planeta anão mais frio do que o esperado

A composição gasosa da atmosfera de um planeta geralmente determina a quantidade de calor que fica aí preso. No entanto, para o planeta anão Plutão, a temperatura prevista com base na composição da sua atmosfera …