Ex-diretor da Brisa suspeito de corrupção em expropriação de terrenos

SXC

Polícia Judiciária do Porto conclui inquérito sobre subornos pagos a responsável da Brisa em negócios de expropriação de terrenos para autoestradas.

Segundo o Jornal de Notícias, um engenheiro da Brisa, coordenador das expropriações na zona Norte para as autoestradas A41 e A32, é suspeito de ter recebido avultadas luvas em troca de informações sobre o traçado e favorecimento nos preços de aquisição de terrenos, o que permitiu a dois empresários obter lucros de 12 milhões de euros na transação de cerca de 150 parcelas.

Em alguns casos os terrenos foram vendidos por valores seis vezes superiores aos preços de mercado. A Polícia Judiciária do Porto está agora a concluir o inquérito por corrupção, iniciado há quase quatro anos.

O antigo responsável da Brisa terá recebido dezenas de milhares de euros e contrapartidas em géneros, como a realização de obras, para revelar informação privilegiada sobre o traçado das duas auto-estradas e sobre os valores que a empresa estava a oferecer pela expropriação dos terrenos.

“Na posse dessa informação estas empresas adquiriam os terrenos aos legítimos proprietários por um valor acima do oferecido pela entidade expropriante que depois revendiam àquela empresa estatal por valores muito superiores aos da aquisição e aos valores oferecidos anteriormente pela mesma empresa aos proprietários”, explica a Diretoria do Norte da PJ.

As “luvas” terão sido pagas pelos responsáveis de duas empresas da área imobiliária, que também são arguidos neste caso.

Esta quinta-feira, os oito arguidos deste caso foram notificados para se apresentarem no Tribunal de Instrução Criminal do Porto para serem sujeitos a medidas de coação. Apesar de ainda não ser sabido o desfecho da diligência, segundo o Público, o Ministério Público pediu a aplicação de cauções para uma parte dos arguidos.

O diretor de comunicação da Brisa, Franco Caruso, afirmou que a empresa não comenta processos judiciais em curso, confirmando apenas que o funcionário em causa já não trabalha na firma.

ZAP //

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

RESPONDER

Itália: Da crise pandémica à crise política. Conte tem agora o voto de confiança dos deputados

O primeiro-ministro italiano, Giuseppe Conte, obteve ontem a confiança dos deputados para se manter no governo, depois da demissão de duas ministras do partido Itália Viva (IV) ter aberto uma crise política, deixando o governante …

"Risco de readmissão é grande". Quase um terço dos infetados voltou ao hospital (e um em cada oito morreu)

De acordo com um estudo recente realizado no Reino Unido, quase um terço das pessoas que tiveram alta de um internamento por problemas de saúde relacionados com a covid-19, em Inglaterra, regressaram ao hospital pela …

Fecho das escolas "seria a medida mais forte de saúde pública"

O encerramento das escolas "seria a medida mais forte de saúde pública a ser tomada", perante a existência de um "teto falso" na deteção de novos casos e o aparecimento da variante inglesa, defendeu esta …

"Ato ditatorial" e "humilhação cruel". Mourinho criticado por optar por Gedson em vez de Dele Alli

O ex-futebolista Stan Collymore chamou Mourinho de ditador e criticou o facto de ter deixado Dele Alli de fora dos convocados em detrimento de Gedson Fernandes. Stan Collymore, antigo jogador do Liverpool, criticou José Mourinho pela …

Preços das casas devem descer neste ano (e deixam a banca em risco)

Após se terem aguentado mais ou menos estáveis em 2020, apesar da pandemia de covid-19, os preços das casas devem começar a descer neste ano com o prolongar da crise sanitária. Uma situação que preocupa …

Sem promessas para 2022, Governo admite criar “escalões intermédios” na Função Pública

A ministra da Modernização do Estado e da Administração Pública, Alexandra Leitão, admitiu, em entrevista ao ECO, rever a tabela salarial da Função Pública e criar “escalões intermédios para as progressões intermédias”. Em entrevista ao jornal …

@AnaMartinsGomes. A gladiadora do Twitter é candidata a Belém

Se há arena onde a candidata socialista a Belém se sente confortável, é o Twitter. Palco de grandes partilhas e encruzilhadas, é inegável que essa rede social marca o caminho da diplomata. Ana Gomes é conhecida …

Rui Rio apela ao Governo por "confinamento a sério" e lembra que este "não existe para ser popular"

Rui Rio desafia o Governo a "impor um confinamento a sério em nome do interesse nacional". Na sua conta no Twitter, o líder do PSD escreve que "um Governo não existe para ser popular mas …

FC Porto ameaça não ir a jogo. Sporting acusa "dragões" de "pressão inaceitável"

O Sporting acusou segunda-feira o FC Porto de estar a "pressionar, de forma absolutamente inaceitável, as autoridades da Saúde e a Liga" para que Nuno Mendes e Sporar falhem hoje as meias-finais da Taça da …

Empresas de comércio e serviços propõem suspensão de alguns impostos

Com o novo confinamento geral, a maioria das empresas de comércio e serviços volta a fechar portas. Por isso, pedem-se mais apoios ao Governo, considerando que os já anunciados são insuficientes. Em declarações à rádio Renascença, …