Um Brexit sem acordo pode ser catastrófico para os músicos britânicos

A eventual saída do Reino Unido da União Europeia (UE) sem um acordo entre as partes pode ser “catastrófico” para os músicos britânicos, especialmente para aqueles que estão ainda a marcar a sua presença no panorama musical mundial.

A indústria musical britânica, que está já a sofrer com a pandemia de covid-19, que obrigou ao cancelamento de centenas de concertos e pode gerar mais de 170.000 novos desempregados, enfrenta agora uma nova ameaça: um Brexit sem acordo.

O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, já admitiu que o país pode deixar a UE sem um acordo com Bruxelas, mas uma rutura nestes termos pode ser fatal para a indústria da música, segundo escreve a revista norte-americana Vice.

Uma saída sem acordo implicaria muito mais burocracia para artistas britânicos em turné pela Europa, incluindo uma série de procedimentos com vistos, autorizações de trabalho, seguros de saúde, bem como questões relacionadas como impostos.

Até viajar num veículo próprio passaria a precisar de um “cartão verde”, que pode demorar meses a ser conseguido. Para bandas mais pequenas e com menos poder económico, todos estes procedimentos tornariam extremamente caro – e quase financeiramente impossível – atuar ao vivo fora do Reino Unido.

“O teto de vidro está a ficar cada vez mais alto, ainda mais com a aproximação da perspetiva de um Brexit sem acordo”, começou por dizer à Vice Jeremy Pritchard, baixista da banda Everything Everything e membro da Featured Artists Coalition, uma entidade comercial que representa os direitos dos músicos do Reino Unido.

“Há uma grande quantidade de artistas do nível inferior ao intermédio, que inclui talentos em ascensão, a minha própria banda e muitas outras mais bem sucedidas do que nós, para os quais fazer uma turné pela Europa deixará de ser uma opção viável“, continuou.

No ano passado, Michael Dugher, à época líder da UK Music, uma organização britânica que representa os interesses coletivos do lado da produção da indústria musical, já se mostrava preocupado com a situação em declarações ao jornal britânico The Guardian.

“As super-estrelas que ganham milhões e reservam as suas tours com meses, se não anos, de antecedência são a exceção. A maioria dos artistas opera com margens mínimas e a perspetiva de custos e burocracias extra acabaria com a sua capacidade de fazer tours, desenvolver os seus talentos e construir a sua base de fãs”, disse.

Mesmo antes da pandemia de covid-19 e do cenário de um Brexit, estes artistas enfrentavam já dificuldades devido à diminuição drástica das vendas físicas face ao crescimento plataformas de streaming, como é o caso do Spotify.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Atraso de três meses do Governo terá facilitado venda de barragens da EDP

O Ministério do Ambiente demorou quase três meses a pedir uma avaliação do negócio das seis barragens da EDP à Engie, o que terá facilitado o processo de venda. Em 30 de julho de 2020, a …

Marques Mendes acredita que Sócrates tem ajudado a extrema-direita a crescer

Segundo Luís Marques Mendes, José Sócrates "tem dado um contributo enorme, enorme, enorme para o crescimento da extrema-direita em Portugal". No seu habitual espaço de comentário no Jornal da Noite da SIC, Luís Marques Mendes defendeu …

Rio impôs candidatos a Leiria e Castelo Branco (e causou desconforto no PSD)

Em Leiria e Castelo Branco as estruturas locais do PSD mostraram-se descontentes com as escolhas de Rui Rio para a corrida às autárquicas e imputam os resultados de outubro à direção nacional do partido. Ainda no …

José Mourinho despedido do Tottenham

José Mourinho foi despedido do comando técnico do Tottenham. Os maus resultados da equipa ditaram a saída do treinador português. A notícia é avançada esta segunda-feira pelo portal britânico The Athletic. O lugar do português já …

Começou a "fotografia perfeita da população". Já pode responder aos Censos pela Internet

Os Censos 2021, a maior operação estatística nacional, já arrancou. Com as cartas com os códigos que os recenseadores distribuíram pelas casas dos portugueses, já é possível responder ao inquérito pela Internet. Os Censos são o …

Foi descoberta a evidência mais antiga de um cão domesticado na Arábia

Os ossos de um cão, descobertos em 2018 na Arábia Saudita, podem representar o exemplo mais antigo da domesticação deste animal naquela região. De acordo com o site Live Science, os ossos do cão, com seis …

PS com pior resultado num ano. PSD também cai, Bloco e Chega sobem

PS e PSD, o chamado bloco central, continuam em queda nas intenções de voto. Já o Bloco de Esquerda e o Chega ganham peso. Com 36,2% das intenções de voto, o Partido Socialista (PS) continua a …

Sindicato dos médicos alerta para possível "catástrofe" na Saúde

O Sindicato Independente dos Médicos (SIM) alerta que os atrasos causados pela pandemia de covid-19 no Serviço Nacional de Saúde (SNS) podem provocar uma “catástrofe” na Saúde. O Sindicato Independente dos Médicos (SIM) alertou, este domingo, …

Anunciada criação da Superliga Europeia. UEFA entra em guerra aberta e ameaça banir clubes

Doze clubes anunciaram, este domingo, a criação da Superliga Europeia. O FC Porto foi uma das equipas convidadas. A UEFA ameaça banir clubes das competições nacionais e internacionais. Depois de muita especulação, doze clubes anunciaram a …

Luz solar pode neutralizar o SARS-CoV-2 oito vezes mais rápido do que se pensava

Uma nova investigação sugere que a luz solar pode inativar o SARS-CoV-2 oito vezes mais rápido do que se pensava anteriormente. Uma equipa de cientistas internacional - composta por investigadores da UC Santa Barbara, da Oregon …