Brexit aprovado pelo Parlamento britânico. May apresenta “livro branco”

Tom Evans / Crown Copyright

Theresa May, primeira-ministra britânica

Theresa May, primeira-ministra britânica

A primeira-ministra britânica apresenta esta quinta-feira o “livro branco” sobre o “Brexit”, no qual especifica os objetivos do governo para as negociações de saída da União Europeia.

Theresa May fez o anúncio na terça-feira, durante o debate semanal na Câmara dos Comuns, depois de deputados da oposição trabalhista terem exigido um documento formal com as metas para as negociações com Bruxelas.

Ontem, o Parlamento britânico votou a favor da saída, com 498 votos a favor e 114 contra. A primeira-ministra viu-se obrigada a pedir autorização aos deputados depois do Supremo Tribunal ter decidido que a governante não podia acionar o processo sem que este passasse no Parlamento.

Num discurso pronunciado em meados de janeiro, a primeira-ministra adiantou as linhas principais das negociações, tendo nomeadamente apontado o controlo do número de europeus que chegam ao país, a saída do mercado único europeu e a celebração de um amplo acordo comercial com a União Europeia.

O Parlamento britânico começou esta semana a debater o projeto de lei que autorizará o executivo a acionar o artigo 50.º do Tratado de Lisboa, dando início a um período de dois anos de negociação.

Depois de concluído o debate e votação na Câmara dos Comuns, em princípio na próxima semana, o projeto passa para a Câmara dos Lordes.

O projeto deve estar aprovado pela rainha Isabel II a 9 de março e, nessa altura, segundo a imprensa, May comunicará formalmente aos 27 parceiros europeus a decisão do Reino Unido de sair da UE.

Um acordo comercial o “mais livre possível”

O Governo britânico apresentou hoje o “livro branco” sobre o “Brexit”, no qual defende uma nova relação estreita do Reino Unido com a União Europeia e um acordo comercial “o mais livre e com menos fricções possível”.

O documento, apresentado no Parlamento pelo ministro para o “Brexit”, David Davis, confirma as linhas avançadas pela primeira-ministra, em janeiro.

Davis disse aos deputados que Londres quer que “a UE seja bem-sucedida, política e economicamente” e que o Reino Unido vai trabalhar por “uma nova parceria positiva e construtiva”, para “benefício mútuo” de ambas as partes.

O “livro branco”, de 75 páginas, pormenoriza alguns dos objetivos e estratégias do Governo britânico para as negociações de saída do país da UE.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

NASA revela novos fatos espaciais que os astronautas vão levar para a Lua (e são pura ficção científica)

A NASA apresentou na terça-feira, na sua sede, em Washington, Estados Unidos, os novos fatos espaciais que os astronautas da missão Artemis vão usar em 2024, quando voltarem à Lua. Fatos feitos em modelos 3D, à …

Panama Papers. Mossack Fonseca não gostou do filme e processou Netflix por difamação

A dupla de sócios do escritório de advogados Mossack Fonseca, envolvido no caso “Panama Papers”, moveu um processo em tribunal por difamação contra a Netflix. A plataforma anuncia a estreia, para esta sexta-feira, do filme “Laundromat: …

Porsche e Boeing unem-se em projeto de táxi aéreo premium

A Porsche e a Boeing estão a unir esforços para explorar o mercado de mobilidade área urbana. Aproveitando os seus pontos fortes, as duas empresas prometem desenvolver um táxi aéreo para o futuro. Numa verdadeira fusão …

Fotografia com pombos? Na Tailândia, há "profissionais" contratados para assustá-los

A área de uma das portas da cidade, Tha Pae, parte do que resta da muralha vermelha que protegia a cidade antiga em Chiang Mai, na Tailândia, é uma das maiores atrações turísticas locais. Os turistas …

Sky News lança canal sem qualquer notícia sobre o Brexit

O canal Sky News Brexit-Free foi esta quarta-feira para o ar às 17h horas, sendo que os seus programas serão transmitidos até às 22h, de segunda a sexta-feira. O grupo de televisão britânico Sky vai lançou …

Vacina contra o cancro da mama pode estar disponível dentro de 8 anos

Investigadores da Clínica Mayo desenvolveram uma vacina contra o cancro ovário e da mama que poderá estar disponível comercialmente dentro de apenas oito anos. A ideia da vacina é estimular o próprio sistema imunológico dos pacientes …

Busca pelo avião de Amelia Earhart só encontrou chapéus, detritos de um naufrágio e uma lata de refrigerante

A mais recente busca pelos restos do avião de Amelia Earhart, a famosa aviadora americana que desapareceu sobre o Pacífico em 1937, terminou sem resultados. De acordo com o jornal norte-americano The New York Times, a investigação …

Protestos em Hong Kong. LeBron acusado de apoiar regime chinês

A super estrela do basquetebol LeBron James juntou-se à polémica entre a NBA e a China, após apelidar de “mal-informado” o treinador dos Houston Rockets, Daryl Morey, que expressou apoio aos manifestantes em Hong Kong …

Acordo para o Brexit está "prestes a ficar fechado"

A chanceler alemã, Angela Merkel, e o Presidente francês, Emmanuel Macron, disseram esta quarta-feira que um acordo para o Brexit está em finalização e poderá ser apresentado quinta-feira para aprovação no Conselho Europeu. "Quero acreditar que …

Em Chernobyl, estão a desaparecer "as memórias que as pessoas deixaram para trás"

Chernobyl é, atualmente, a maior atração internacional da Ucrânia e o novo presidente, Volodymyr Zelenski, já apresentou um projeto para trazer ainda mais turistas. No entanto, estão a desaparecer "as memórias que as pessoas deixaram …