Brasil e México vencem Camarões e Croácia e estão nos oitavos do Mundial

Rafael Ribeiro / CBF

Fred comemora o 4º golo do Brasil contra os Camarões

Fred comemora o 4º golo do Brasil contra os Camarões

O anfitrião Brasil e o México qualificaram-se esta segunda-feira para os “oitavos” do Mundial de futebol de 2014, como primeiro e segundo do Grupo A, depois de derrotarem Camarões (4-1) e Croácia (3-1), respetivamente.

Em Brasília, Neymar inaugurou o marcador aos 17m e fez bis aos 35 depois de os Camarões empatarem por Matip (26 minutos).

A equipa canarinha completou o resultado por Fred (49) e Fernandinho (84).

Neymar adiantou-se na luta como melhor marcador do Mundial, com 4 golos.

No Recife, Rafael Marquez (72), Andres Guardado (75), Javier Hernandez (82) marcaram para os mexicanos, respondendo a Croácia por Perisic (87).

O Brasil e o México terminaram ambos com sete pontos, tendo os “canarinhos” uma melhor diferença de golos, enquanto a Croácia somou três pontos e os Camarões nenhum.

Nos oitavos de final, a equipa comandada por Luiz Felipe Scolari enfrenta o Chile, segundo do Grupo B.

A seleção mexicana defronta a Holanda, vencedora do Grupo B.

3ª Jornada da fase de grupos:

Segunda-feira, 23 de Junho de 2014
Holanda – Chile, 2-0
Espanha – Austrália, 3-0
Brasil – Camarões, 4-1
Méxco – Croácia, 3-1

Futebol 365

PARTILHAR

RESPONDER

Benfica 2-0 Vitória SC | "Águia" vence e adia festa do Porto

Não foi esta terça-feira que o FC Porto festejou o 29º título de campeão nacional. Na recepção ao Vitória Sport Clube, o Benfica venceu por 2-0, num embate relativo à 32ª jornada da Liga NOS, …

Elon Musk lança concurso para ver quem consegue bater um caracol

O multimilionário, através da sua empresa especializada em construção de túneis, lançou um concurso mundial para ver quem é capaz de bater um caracol. De acordo com o jornal Daily Mail, Elon Musk lançou um concurso …

Covid-19. Tóquio quer pagar até quatro mil euros a bares que fiquem fechados

As autoridades de Tóquio, no Japão, estão a ponderar pagar um subsídio, que pode chegar aos quatro mil euros, aos bares que se mantenham fechados para conter a propagação da covid-19 na cidade. De acordo com …

Médicos franceses detetaram primeiro caso de bebé infetado no útero

Médicos em França pensam ter identificado aquele que será o primeiro caso confirmado de um bebé infetado com covid-19 no útero materno. De acordo com o site Business Insider, a equipa médica conta que a …

17 anos depois, Estados Unidos voltam a aplicar a pena capital a nível federal

Os Estados Unidos procederam, esta terça-feira, à primeira execução federal de um prisioneiro no "corredor da morte" em 17 anos, através de uma injeção letal. Daniel Lewis Lee, 47 anos, natural de Yukon (Oklahoma), foi executado …

Com o pretexto de paz, "senhor da guerra" vai ganhando poder na República Centro-Africana

O "senhor da guerra" Ali Darassa foi pago pelo presidente da República Centro-Africana e já influenciou a demissão de um ministro numa tentativa de manter a paz no país. A República Centro-Africana é um país atormentado …

Ministério Público acusa 25 arguidos pela queda do BES

O Ministério Público deduziu acusação, esta terça-feira, contra 25 arguidos, 18 pessoas singulares e sete pessoas coletivas, no âmbito do processo sobre a queda do Universo Espírito Santo. "O Ministério Público do Departamento Central de Investigação …

Agora, até o Toyota Corolla é um crossover

O Toyota Corolla Cross é o mais recente SUV da marca japonesa. Apesar de a marca estar a reforçar a sua gama de SUV, Portugal terá de esperar mais um pouco. Na semana passada, a Toyota …

Da Escócia à Grécia, Kleon pedalou durante 48 dias para regressar a casa

Um jovem grego, "preso" na Escócia devido ao cancelamento dos voos por causa da pandemia de covid-19, decidiu pedalar durante 48 dias consecutivos para conseguir regressar a casa. De acordo com a CNN, Kleon Papadimitriou, de …

Após fugirem da Venezuela, milhares foram obrigados a regressar por causa da pandemia (mas não é assim tão fácil)

Desde 2016, quase cinco milhões de venezuelanos deixaram o país, fugindo da pobreza e dos serviços sociais e de saúde em colapso. Agora, a pandemia de covid-19 forçou-os a regressar à Venezuela - se o …