Boris imitou “O Amor Acontece” para apelar ao voto. E a última sondagem dá-lhe maioria absoluta

O primeiro-ministro britânico lidera a última sondagem antes das eleições legislativas, apesar da margem mínima, mas admite que pode vir a falhar a maioria.

De acordo com o Observador, a última sondagem antes das eleições legislativas, marcadas para esta quinta-feira, dá a vitória com maioria absoluta a Boris Johnson, embora com uma margem mínima.

Segundo o estudo do YouGov, o Partido Conservador obtém 43% das intenções de voto, que se traduzem em 339 deputados. Já o Partido Trabalhista, liderado por Jeremy Corbyn, tem 34% dos votos e 231 deputados.

Esta terça-feira, o primeiro-ministro admitiu o risco de não conseguir uma maioria absoluta e estas resultarem num Parlamento dividido. “Esta é uma eleição muito disputada. E precisamos de todos os votos. A única alternativa matematicamente [possível] a um Governo Conservador com maioria absoluta é o risco real de outro Parlamento dividido”, afirmou, após um discurso numa fábrica em Uttoxeter, Staffordshire, centro de Inglaterra.

Boris aludiu às eleições de 2017, quando a antecessora Theresa May tinha uma vantagem nas sondagens, mas acabou por não conseguir uma maioria de deputados na Câmara dos Comuns, precisando do apoio do Partido Democrata Unionista (DUP) da Irlanda do Norte para formar Governo.

Desde a dissolução do Parlamento, a 6 de novembro, que as sondagens têm indicado consistentemente uma vantagem do Partido Conservador sobre o Trabalhista suficiente para garantir uma maioria absoluta.

“As sondagens podem estar erradas, e precisamos de lutar por cada voto”, referiu o governante, recordando que um Parlamento dividido poderá resultar num bloqueio ao Brexit devido ao peso dos partidos pró-europeus na Câmara dos Comuns.

Os últimos dias não têm sido fáceis para o primeiro-ministro, sobretudo depois da polémica com um jornalista que o confrontou com a fotografia de uma criança a dormir no chão de um hospital por causa da falta de camas.

Ontem, numa tentativa de cativar eleitores — e em resposta às críticas do ator Hugh Grant —, o governante recriou (e parodiou) uma das cenas mais icónicas do filme “O Amor Acontece”.

Só precisamos de mais nove lugares para termos uma maioria”, pode ler-se num dos cartões mostrados a uma eleitora. “Já chega. Vamos fazer isto”, diz o primeiro-ministro no final do vídeo.

A resposta do ator britânico não se fez esperar. “Reparei que um dos cartões do filme original que ele não mostrou dizia ‘Porque no Natal diz-se a verdade’ e fiquei a pensar, será que os spin doctors dos tories acharam que era um cartão que não ia ficar muito bem nas mãos de Boris Johnson?”, disse à BBC Radio 4.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

6 COMENTÁRIOS

  1. Vai ganhar porque não tem uma oposição forte e credível…Afinal o que é o líder do partido Trabahista quer? Quais as suas ideias? Toca a mudar de líder para dar um novo impulso e dinâmica à política Inglesa…

  2. Nós aqui á distancia não vemos o dia a dia dos britânicos, não adianta ver as coisas pela prespectiva da política externa, os ingleses são um povo resiliente e unido, o problema é que o reino unido é composto por vários países!
    Os escoceses vão reagir muito mal se o brexit acontecer, a Irlanda do norte tambem!
    Ou seja na realidade o brexit pode ser o fim do Reino Unido e não da União europeia!

RESPONDER

Prémio Tyler 2020: Defensores de políticas verdes ganham "Nobel do Meio Ambiente"

O Prémio Tyler 2020, também conhecido como o "Nobel do Meio Ambiente", foi atribuído à bióloga Gretchen Daily e ao economista ambiental Pavan Sukhdev, foi hoje anunciado. A bióloga especialista em conservação e o economista são …

Subsídios estão a ser pagos e aumento de 15% no ordenado "não é realista", diz a Ryanair

A Ryanair está a pagar os subsídios de férias e Natal, afirmou hoje um responsável da companhia, salientando que o sindicato dos tripulantes de cabine tenta “forçar” aumentos salariais de 15%, o que “não é …

Tia de Kim Jong-un faz a primeira aparição pública em mais de seis anos

Kim Kyong-hui, tia paterna do líder norte-coreano Kim Jong-un, reapareceu em público este sábado pela primeira vez em mais de seis anos, escreve a BBC. A emissora britânica, que avança a notícia citando a Agência Central …

Coronavírus. Madeira está a preparar-se para eventual surto

Região da Madeira “já está a delinear” quartos com pressão negativa e áreas isoladas, além de “fármacos, oxigénio, fatos protetores, máscaras e capacidade laboratorial”. O presidente do Instituto de Saúde (Iasaúde) da Madeira anunciou esta segunda-feira …

Luanda Leaks. Isabel dos Santos vai processar o consórcio de jornalistas

Depois de Rui Pinto ter assumido a autoria da divulgação dos documentos do caso Luanda Leaks, Isabel dos Santos avança que vai processar o consórcio de jornalistas. A empresária angolana Isabel dos Santos vai processar o …

Portugal vende cinco F-16 à Roménia por 130 milhões de euros

O ministério da Defesa Nacional oficializou hoje, na Base Aérea de Monte Real, no distrito de Leiria, a venda de cinco aviões militares F-16 à Roménia, num negócio de 130 milhões de euros. "Com este processo …

Pedro Proença e a violência no futebol: "É chegada a altura de o Governo assumir responsabilidades"

O presidente da Liga Portuguesa de Futebol (LPFP), Pedro Proença, disse esta segunda-feira, depois de uma reunião no Ministério da Administração Interna (MAI), que o governo deve assumir responsabilidades sobre os recentes casos de violência …

Reconhecimento facial vai ser testado no acesso a serviços públicos online

O Governo quer criar um sistema de reconhecimento facial para usar a chave móvel digital, ferramenta que já permite aceder a vários serviços online do Estado. O Governo está a planear criar um sistema de reconhecimento …

Sem voz no clube, Raul José pondera abandonar o Sporting

Sem voz na pasta das contratações e construção do plantel, Raul José, líder do departamento de scouting do Sporting, pode estar de saída do clube. Raul José, líder do departamento de scouting do Sporting CP, estará …

António Costa vai responder por escrito a 100 perguntas sobre Tancos

Apesar de sempre ter defendido que o testemunho devia ser presencial, o Juiz Carlos Alexandre aceitou que António Costa possa depor por escrito sobre o caso do furto e recuperação das armas de tantos. O …