Quatro ministros e 50 deputados. Boris enfrenta debandada no Governo e no partido

Will Oliver / EPA

As negociações entre o Reino Unido e a União Europeia para o Brexit atravessam mais um impasse. Face a isto, Boris Johnson enfrenta uma debandada no Governo e no partido, com quatro ministros e 50 deputados na porta de saída.

O governo britânico está a preparar-se para uma rutura das negociações com a União Europeia relativamente ao Brexit após um telefonema com a chanceler alemã, Angela Merkel, adiantou uma fonte do governo à BBC.

Merkel terá dito que a UE só vai aceitar um acordo que mantenha a Irlanda do Norte na união aduaneira europeia, o que contraria o plano do primeiro-ministro, Boris Johnson, para resolver o impasse do Brexit.

Sem manter a província britânica alinhada com o mercado único europeu para evitar uma fronteira física na ilha da Irlanda, “ela disse que um acordo é altamente improvável“, adiantou outra fonte do governo à Sky News.

Com o receio de que Boris Johnson esteja a conduzir o Reino Unido para um Brexit sem acordo, membros do Governo e do seu partido já estarão preparados para abandonar o barco. De acordo com o The Times, a ministra da Cultura, Nicky Morgan, o ministro para a Irlanda do Norte, Julian Smith, o ministro da Justiça, Robert Buckland, o ministro da Saúde, Matt Hancock, e o procurador-geral, Geoffrey Cox, estarão de saída.

Além disso, segundo o Expresso, cerca de 50 deputados poderão renunciar caso não haja acordo para a saída do Reino Unido da União Europeia.

Keir Starmer, ministro-sombra do partido trabalhista para o Brexit, acusou Johnson, dizendo que este “nunca assumirá a responsabilidade pelo seu próprio fracasso”. Segundo o jornal Público, fez ainda o apelo para que o Parlamento britânico não permita uma “saída desordenada da UE”.

“O Executivo definirá a estratégia, não funcionários não eleitos. Se esta é uma tentativa para fazer isso, falhará”, destacou um ministro britânico sobre o regresso de um Governo direto na Irlanda do Norte.

O governo britânico propôs na semana passada a criação de uma zona regulatória comum entre a Irlanda do Norte e a vizinha Irlanda para facilitar a circulação de bens agroalimentares e industriais.

Porém, o plano pressupõe que a Irlanda do Norte sai da união aduaneira europeia e fique a fazer parte de uma união aduaneira britânica quando o Reino Unido sair da UE, após o período de transição, no final de 2020.

O alinhamento com as regras do mercado comum na Irlanda do Norte teria de ser autorizado pelas autoridades autónomas da província britânica todos os quatro anos.

Através do Twitter, o presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk, mostrou-se frustrado com a falta de progresso nas negociações.

“Boris, aquilo que está em causa não é ganhar este estúpido jogo de passa culpas. Em causa está o futuro da Europa e do Reino Unido bem como a garantia dos interesses dos nossos povos. Não quer um acordo, não quer uma extensão, não quer revogar, quo vadis?”, escreveu.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

8 COMENTÁRIOS

  1. Este tipo quer sair sem acordo.
    Claro que a “multa” è muito mais salgada, mas como é que a UE a vai cobrar? Vai “mandar o cobrador bater à porta”????
    Entretanto os ‘bifes’ ainda vão ficar com a “a faca e o queijo” dos cidadãos europeus actualmente residentes no Reino Unido, que poderam expulsar quando e como quiserem – e, como tal, serà a “bomba atómica” com que vão levar a àgua ao próprio moínho.
    Não esqueçamos que em tempos idos, quando a rádio era o meio de comunicação fundamental, era frequente eles dizerem por piada (ou talvez nem tanto): <>

  2. A ESTRONDOSA, falta de sério que o Governo Inglês e a UE, em termos de decisões Politicas demonstram; é de perder paciência. Os Ingleses são um fenómeno em tudo, desde a prepotência intelectual, a arrogância e mania de querer ser diferente em tudo. Talvez seja um síndrome de doença insular !!!

  3. Meu caro Ah!, não sei se será bem assim… E os muitos residentes britânicos no continente. E tudo o resto? As fronteiras, as exportações, a city…

RESPONDER

Há 1.400 anos, uma estranha luz vermelha apareceu no Japão (e já sabemos o que era)

O registo mais antigo de um fenómeno astronómico observado no Japão deixou uma marca importante na história japonesa e na literatura clássica. O fenómeno data de 30 de dezembro de 620 e há séculos que …

Cientistas convertem água em combustível solar

Uma equipa de investigadores britânicos usou uma metodologia única que permite transformar água em combustível solar, que pode ser uma solução para energia renovável. Esta metodologia única utilizada por uma equipa de cientistas da Universidade de …

"Em Casa d’Amália": RTP comemora cententário da fadista

A Fundação Amália Rodrigues junta-se à RTP para assinalar o centenário da fadista. O programa Em Casa d’Amália tem estreia marcada para a próxima sexta-feira (10) e reúne várias figuras da música portuguesa da atualidade. O …

Desapareceram 21 milhões de números de telefone na China. Mas o mistério foi resolvido

O porta-voz de uma das três maiores operadoras chinesas confirmou o desaparecimento dos utilizadores, mas deu uma explicação para este mistério. Nos últimos dias, surgiram vários relatos de notícias que davam conta de que, entre janeiro …

Mercadona doa 20 mil quilos de chocolate aos profissionais de saúde e aos mais carenciados

A Mercadona anunciou, esta quarta-feira, a doação de 20 mil quilos de chocolate ao Banco Alimentar Contra a Fome do Porto. O objetivo é proporcionar uma Páscoa mais doce aos mais carenciados e aos que …

"Paciente 1" em Itália recupera (e dá as boas-vindas a Giulia, a sua filha recém-nascida)

Giulia, a filha recém-nascida do "paciente 1" de Itália, veio para trazer alguma esperança ao país, em plena pandemia de covid-19. Mattia, de 38 anos, foi internado no dia 20 de fevereiro no hospital de Codogno, …

Investigadores transformaram o coronavírus em música (e já o podemos ouvir)

Uma equipa de investigadores do Instituto de Tecnologia de Massachussets (MIT) conseguiu transformar em som a estrutura da proteína spike, que permite que o novo coronavírus adira às células para infetá-las. Até agora, já pudemos ver …

Autoeuropa quer recorrer ao lay-off (e retomar produção a 20 de abril)

A administração da Autoeuropa quer promover um regresso gradual ao trabalho a partir de 20 de abril, pretendendo recorrer ao lay-off simplificado para os trabalhadores que não regressem ao trabalho nessa data. “O regresso ao trabalho …

Ex-mulher de astronauta acusada de mentir sobre o "primeiro crime espacial"

A ex-mulher da astronauta da NASA Anne McClain, Summer Worden, foi acusada formalmente de mentir sobre o "crime espacial" que McClain terá cometido. Em agosto de 2019, o jornal norte-americano The New York Times noticiou que …

Em Singapura, os parques de estacionamento são agora quintas urbanas

A pandemia de covid-19 está a obrigar alguns países a adaptarem-se. É o caso de Singapura, que está a transformar os parques de estacionamento em quintas urbanas para aumentar a produção alimentar. Só 1% do território …