A Boring Company de Musk apresentou o seu primeiro túnel futurista

A Boring Company, do multimilionário da tecnologia Elon Musk, apresentou nesta terça-feira em Los Angeles, nos Estados Unidos, a primeira fração de um projeto de mobilidade subterrânea baseado em túneis de baixo custo. O objetivo passa por oferecer caminhos alternativos de elevada velocidade. 

A primeira secção do túnel ontem apresentada mede cerca de 1800 metros e une as sedes da Boring Company e da Space X, a empresa de voos espaciais de Musk, localizada na cidade de Hawthorne, perto de Los Angeles.

“Para mim, foi um momento eureka, foi um ‘Isto vai funcionar muito bem”, disse Musk à agência de notícias AP depois da viagem inaugural, acrescentando que este é apenas um protótipo e que os sistemas vão ser melhorados para tornar as viagens mais eficientes.

Inicialmente, o modelo da Boring Company tinha sido projeto para que o carro assentasse numa plataforma que se deslocaria no túnel, mas agora o CEO da Tesla apresentou um sistema reinventado para o transporte subterrâneo.

De acordo com o vídeo de apresentação, o novo modelo funciona com um sistema de “rodas guias” retrátil, que assegura que o carro percorra o “atalho” subterrâneo no trajeto certo. Este dispositivo, “pequeno, mas muito importante”, tal como explicou Musk, é instalado no carro, sendo utilizado quando necessário, ou seja, no túnel subterrâneo. Quando o veículo circula numa estrada normal à superfície, o sistema de rodas é retraído, ficando totalmente invisível sob o carro.

O dispositivo, que chegará ao mercado por 200 ou 300 dólares (cerca de 175 a 260 euros), poderá ser implementado em qualquer carro elétrico autónomo, não sendo exclusivo dos modelos da Tesla. Musk revelou ainda que os carros poderão atingir velocidades de cerca de 240 quilómetros por hora e fazer viagens mais “suaves”.

A viagem de demonstração, que Musk considerou ser um momento “épico”, atingiu os 64 quilómetros por hora, uma velocidade consideravelmente inferior àquela que deverá permitir o projeto no futuro, mas, ainda assim, conseguiu percorrer em três minutos os quase dois quilómetros de percurso.

No fundo, qualquer veículo elétrico poderá usufruir dos túneis subterrâneos desde que esteja equipado com o sistema de rodas guias. A Pplware avança ainda que os carros poderão ainda ser agrupados numa espécie de “comboio”, viajando de forma unida como se de uma caravana se tratasse.

Para Musk, este projeto é o primeiro passo para o desenvolvimento de uma rede subterrânea de alta velocidade, capaz de transportar veículos, mas também pedestres e ciclistas. Para finalizar o projeto, estimou o multimilionário, seriam necessários mil milhões de dólares. Até ao momento, foram investidos 10 milhões.

Fundada em 2016, a Boring Company é talvez uma das empresas menos conhecidas de Elon Musk. O projeto, que visa materializar uma espécie de “metro para carros“, está ainda em fase de testes, havendo só uma fração do túnel já concluída como protótipo, contudo o multimilionário espera alargar a sua rede subterrânea em breve, construindo infraestruturas semelhantes.

SA, ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Elon Musk alerta: Civilização pode colapsar daqui a 30 anos

De acordo com Elon Musk, uma "bomba populacional" vai surgir nas próximas décadas, quando uma população mundial cada vez mais idosa chocar com a queda das taxas de natalidade em todo o mundo. Esta não é …

O mundo árabe está menos religioso. Mas continua homofóbico

Há cada vez mais árabes que dizem não ter religião. Esta é a principal conclusão de uma grande sondagem feita a mais de 25 mil cidadãos de países árabes pelo centro de pesquisa Arab Network …

Tina morreu durante 27 minutos e foi ressuscitada 8 vezes. Quando acordou, escreveu "é real"

Uma mulher norte-americana entrou em paragem cardíaca em fevereiro de 2018 quando se preparava para fazer uma caminhada com o seu marido Brian. Depois de desmaiar, Brian ressuscitando-a duas vezes antes de os paramédicos chegarem para …

"Homem-árvore" pede que as suas mãos sejam amputadas

Abul Bajandar, um homem de 28 anos do Bangladesh conhecido como "Homem-árvore" devido às incomuns verrugas que nascem nos seus membros, pediu que as suas mãos fossem amputadas para aliviar as dores insuportáveis.  Bajandar sofre de …

EUA. Senadores republicanos do Oregon fogem para não aprovar lei ambiental

Senadores estaduais do Oregon, nos Estados Unidos (EUA), encontram-se a monte desde quinta-feira para não votarem uma lei ambiental. Procurados pela polícia, voltaram este domingo a faltar a uma sessão legislativa, impedindo que haja quórum …

O planeta enfrenta um "apartheid climático"

O planeta está confrontado com um “'apartheid' climático”. De um lado, os ricos que se podem adaptar melhor às alterações climáticas, e do outro, os pobres que vão sofrer mais, disse esta segunda-feira um especialista …

Governo repõe 40 horas semanais para trabalhadores do CNB. Greve mantém-se

A partir de 1 de julho, os trabalhadores da Companhia Nacional de Bailado (CNB) voltarão às 40 horas semanais, numa uniformização laboral com os trabalhadores do Teatro Nacional de São Carlos. A decisão foi comunicada, esta …

Nova espécie de planta fóssil descoberta em Gondomar

Annularia noronhai foi encontrada no meio da cidade de Gondomar. Tem 300 milhões de anos, é um parente muito afastado da cavalinha e diz muito sobre o clima da época. Uma nova espécie de planta já …

Há um ano, 12 jovens ficaram presos numa caverna da Tailândia. Hoje, é um local turístico

Há um ano, 11 meninos foram explorar a província de Chiang Rai, na Tailândia, com o seu treinador de futebol, e acabaram presos no fundo de uma caverna sob uma montanha. Depois de terminar o …

Alemães compraram toda a cerveja de Ostritz para "secar" neonazis

Os habitantes de Ostritz, na Alemanha, impediram os participantes de um festival neonazi de beber álcool, esvaziando todas as prateleiras dos supermercados. Num protesto inédito contra a comemoração do aniversário de Hitler naquela localidade, os habitantes  …