Bombardeamento no Azerbaijão após cessar-fogo. Sete pessoas morreram

Aziz Karimov / EPA

Sete pessoas morreram e 33 ficaram feridas em bombardeamentos contra a cidade de Gandja, no Azerbaijão, apesar do cessar-fogo que supostamente vigora desde sábado, indicou este domingo o ministro dos Negócios Estrangeiros deste país, acusando forças arménias pelo ataque.

“Novo ataque com mísseis pelas forças arménias numa área residencial de Gandja, a segunda cidade do Azerbaijão. Sete mortos e 33 feridos”, escreveu o ministro dos Negócios Estrangeiros na sua conta no Twitter, publicando fotos dos bombardeamentos.

A acusação foi desmentida pelo Ministério da Defesa arménio no enclave de Nagorno-Karabakh, que negou ter bombardeado Gandja. “É uma absoluta mentira”, referiu, garantindo estar a “respeitar o acordo de cessar-fogo humanitário” e acusando o Azerbaijão de ter atingido “Stepanakert, Hadrut, Martouni e outras zonas populosas”.

Segundo a agência AFP, a cidade de Stepanakert, capital regional do Nagorno-Karabakh controlada pelos separatistas arménios, foi alvo de bombardeamentos esta noite.

Os jornalistas da AFP no local reportaram três a quatro ondas de bombardeamentos seguidos por uma dúzia de explosões.

Estes bombardeamentos ocorreram apesar do cessar-fogo entre a Arménia e o Azerbaijão que, teoricamente, entrou em vigor ao início da tarde de sábado e foi negociado através de uma mediação da Rússia após duas semanas de intensos combates pela região separatista do Nagorno-Karabakh.

No centro das deterioradas relações entre Erevan e Baku encontra-se a região do Nagorno-Karabakh, no Cáucaso do Sul, onde há interesses divergentes de diversas potências, em particular da Turquia, da Rússia, do Irão e de países ocidentais.

Este território, de maioria arménia cristã, integrado em 1921 no Azerbaijão muçulmano pelas autoridades soviéticas, proclamou unilateralmente a independência em 1991, com o apoio da Arménia. Na sequência da uma guerra que provocou 30.000 mortos e centenas de milhares de refugiados, foi assinado um cessar-fogo em 1994 e aceite a mediação do Grupo de Minsk (Rússia, França e EUA), constituído no seio da OSCE, mas as escaramuças armadas permaneceram frequentes.

Em julho deste ano, os dois países e ex-repúblicas soviéticas envolveram-se em confrontos a uma escala mais reduzida que provocaram cerca de 20 mortos. Os combates recentes mais significativos remontam abril de 2016, com um balanço de 110 mortos.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Agência europeia de aviação prepara-se para autorizar regresso do Boeing 737 MAX

A Agência Europeia para Segurança da Aviação (EASA) manifestou hoje intenção de aprovar o regresso da aeronave Boeing 737 MAX aos céus da União Europeia (UE), mas apenas se forem cumpridos requisitos técnicos e de …

Xi Jinping dá os parabéns a Joe Biden pela vitória nas eleições

O Presidente chinês deu os parabéns pela vitória ao Presidente eleito dos Estados Unidos, esta quarta-feira, expressando esperança num espírito de cooperação entre os dois países, para que todos fiquem a ganhar. A China foi uma …

Cristiano Ronaldo é o único português nomeado para os prémios "The Best"

O avançado da Juventus é o único português nomeado para os prémios "The Best", inserido na lista de 11 candidatos na categoria de melhor futebolista de 2020, divulgada hoje pela FIFA. Cristiano Ronaldo reparte a nomeação …

Máscaras descartáveis são de plástico e ameaçam flagelo ambiental. Governo lança campanha de sensibilização

Em plena Semana Europeia de Prevenção de Resíduos, o Ministério do Ambiente e da Ação Climática lançou a campanha “Não Deixes Cair a Máscara”. Por mês, são usadas no país 150 milhões de máscaras. De acordo …

Football Leaks. Julgamento suspenso por 14 dias devido a caso de covid-19

O julgamento do processo Football Leaks foi suspenso por 14 dias, esta quarta-feira, devido à confirmação de um teste com resultado positivo ao novo coronavírus de um familiar de um dos juízes do coletivo. Cerca de …

Morreu El Pibe, Diego Armando Maradona

O antigo internacional argentino Diego Armando Maradona morreu esta quarta-feira aos 60 anos de idade. Foi vítima de uma paragem cardiorrespiratória, avança a imprensa argentina. O estado de saúde do ex-futebolista estava debilitado e, segundo relatos do …

Empresas deixam de estar obrigadas a pôr o código QR nas faturas

A obrigatoriedade de as empresas incorporarem nas faturas o código QR e o código único de documento “traria custos adicionais para as micro pequenas e médias empresas, particularmente na adaptação de sistemas informáticos”. A obrigatoriedade de as …

Bolieiro cita Sá Carneiro e reconhece "exigente missão"

O novo presidente do Governo dos Açores, José Manuel Bolieiro, tomou esta terça-feira posse na Assembleia Legislativa Regional e, citando Sá Carneiro, reconheceu a "exigente missão" que tem pela frente. "Medimos os desafios a enfrentar e …

Escócia é o primeiro país a tornar os produtos menstruais gratuitos

Os produtos de higiene íntima feminina vão passar a ser gratuitos na Escócia. A primeira medida do género em todo o mundo entrará em vigor em janeiro e tem o objetivo de combater a “pobreza …

Fenprof diz que a falta de docentes em algumas escolas se resolvia com oferta de horários completos

A Federação Nacional dos Professores (Fenprof) estima que milhares de alunos continuem sem ter todas as aulas por falta de docentes, um problema que acredita que se resolvia com medidas como completar os horários vagos …