Bolsonaro criticado após ridicularizar tortura sofrida por Dilma Rousseff

jeso.carneiro / Flickr

O Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro

O Presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, foi alvo de duras críticas esta terça-feira após ter ridicularizado as torturas sofridas pela ex-presidente Dilma Rousseff durante a ditadura militar, regime que governou o Brasil entre 1964 e 1985.

“Dizem que Dilma foi torturada e que quebrou a mandíbula. Deixa eles trazerem raios X para ver esses ossos. Não sou médico, mas até hoje espero pelos raios X”, disse Bolsonaro aos risos na segunda-feira numa breve conversa com um pequeno grupo de apoiantes, divulgada em vídeos que circulam nas redes sociais.

A afirmação foi condenada pela própria Dilma Rousseff, que na sua juventude passou dois anos nas prisões da ditadura militar onde sofreu severas torturas, assim como pelos ex-presidentes Luiz Inácio Lula da Silva e Fernando Henrique Cardoso, e pelo presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia.



“A cada manifestação como essa, Bolsonaro se revela exatamente o que é: um indivíduo que não sente empatia pelos seres humanos”, afirmou a ex-presidente brasileira que governou entre 2011 e 2016 e foi destituída por irregularidades fiscais.

“[Bolsonaro] não respeita a vida e é defensor da tortura e dos torturadores”, acrescentou Dilma Rousseff.

Na juventude, embora não tenha pegado em armas, Dilma Rousseff atuou em grupos próximos à guerrilha que se rebelou contra a ditadura militar, regime que Bolsonaro tem como modelo.

Lula da Silva, antecessor de Dilma no poder, também expressou solidariedade por meio de suas redes sociais, nas quais defendeu que “o Brasil perde um pouco de sua humanidade cada vez que o Bolsonaro abre a boca”.

Segundo o líder mais relevante das esquerdas no país, Dilma Rousseff é “uma mulher que tem uma coragem que Bolsonaro, um homem sem valor, jamais conhecerá”.

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso também expressou sua solidariedade a Dilma Rousseff e disse que “brincar com a tortura que ela ou qualquer um sofreu é inaceitável“, concordando ou não “com as ideias políticas da vítima”.

Em sentido semelhante, o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, que nesta mesma terça-feira, também nas suas redes sociais, escreveu ‘Tortura nunca mais’ e acrescentou que “Bolsonaro não tem dimensão humana”.

Segundo Maia, “não se trata de esquerda, centro ou direita. É dignidade humana. É disso que se trata. Nossa solidariedade com a ex-presidente Dilma Rousseff”.

Bolsonaro, ex-capitão do Exército, é um defensor inveterado da ditadura e no passado declarou-se a favor da tortura, chegando a declarar que um dos “erros” do regime militar foi “não ter matado 30 mil pessoas”, como aconteceu na Argentina na década de 1970.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Ordem dos Advogados diz que fechar AML é "inconstitucional". Há 18 exceções na proibição de circulação

Face ao elevado número de casos na região de Lisboa, o Governo anunciou, esta quinta-feira, a proibição de circulação de e para a Área Metropolitana de Lisboa (AML) durante o fim-de-semana. O bastonário da Ordem …

Duas novas espécies de mamíferos escavadores ancestrais descobertos na China

Uma equipa descobriu duas novas espécies de animais semelhantes a mamíferos que viveram em tocas há cerca de 120 milhões de anos no que hoje é o nordeste da China. A equipa de pesquisa foi liderada …

Uma criança com esta idade "não se veste sozinha". Especialistas estranham contornos do (des)aparecimento de Noah

Noah, o menino de dois anos que esteve 36 horas desaparecido em Proença-a-Velha, foi encontrado numa zona de mato, sozinho, "bem e vivo". Especialistas ficaram espantados e consideram os acontecimentos improváveis para uma criança tão …

Escalada de violência em Gaza. Israel volta a atacar em resposta a balões incendiários

Forças israelitas voltaram a quebrar o cessar-fogo e lançaram um ataque aéreo na Faixa de Gaza em resposta a balões incendiários lançados pelo Hamas. O cessar-fogo entre Israel e Hamas foi quebrado pela primeira vez na …

Os humanos estão a criar condições que podem iniciar uma nova pandemia

Os humanos estão a criar condições ambientais que podem levar a novas pandemias, indica um novo estudo da Universidade de Sydney. O novo estudo da Sydney School of Veterinary Science sugere que a pressão sobre os …

Governo aperta cerco, mas especialistas queriam mais. Desconfinamento pode estar em risco

Numa altura em que os números de casos diários não para de subir, a preocupação cresce. Apesar das novas medidas tomadas pelo Executivo na zona de Lisboa - a mais afetada do país - Portugal …

Guterres é hoje empossado para segundo mandato à frente da ONU. Marcelo estará presente

O secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), António Guterres, presta hoje juramento e toma posse para um segundo mandato durante uma sessão plenária da Assembleia Geral das Nações Unidas, em Nova Iorque. Desta forma, a …

Câmara de Lisboa proíbe instalação de ecrãs no espaço público durante Euro2020

A instalação de ecrãs no espaço público durante o período do Euro2020 não será autorizada pela Câmara Municipal de Lisboa, tendo em conta a situação pandémica, anunciou hoje o município. “A Câmara Municipal de Lisboa, tendo …

A sucção da tromba de um elefante é mais rápida do que a velocidade de um comboio-bala

Os elefantes conseguem sugar coisas a uma velocidade de 530 quilómetros por hora — mais rápido do que um comboio-bala japonês. A tromba dos elefantes é-lhes altamente útil, já que a usam tanto para comer como …

Mais de metade dos rios do mundo não flui todo o ano

Entre 51% e 60% dos 64 milhões de quilómetros de rios e riachos do planeta Terra não fluem periodicamente ou secam durante parte do ano. De acordo com a agência Europa Press, este é o resultado …