Boeing 737 Max. Aterragem de emergência em voo de serviço da Air Canada

Um avião Boeing 737-8 MAX da Air Canada, que fazia um voo de serviço com três tripulantes, teve um problema no motor e aterrou de emergência.

De acordo com uma resposta da Air Canada à agência France-Presse (AFP), na terça-feira, pouco depois da descolagem de Marana, no Estado norte-americano do Arizona, os pilotos “receberam uma indicação do motor e, de acordo com os procedimentos operacionais padrão para a situação, tomaram a decisão de desligar um motor”.

“O aparelho foi desviado para Tucson [também no Arizona], onde aterrou normalmente e ainda permanece”, acrescentou a Air Canada, sem precisar a natureza do problema, que ocorreu num “voo de posicionamento” não comercial, entre o Arizona (EUA) e Montreal (Canadá).

De acordo com o site belga especializado Aviation24.be, que revelou inicialmente a informação, foi uma redução na pressão hidráulica do aparelho que esteve na origem do incidente.

O Governo canadiano anunciou a meio de dezembro que tinha validado as modificações feitas à conceção do Boeing 737 MAX, proibido de voar desde há 21 meses, depois de dois acidentes que custaram a vida a 346 pessoas.

No entanto, o aparelho, comprado pelas companhias canadianas Air Canada, Westjet e Sunwing, ainda não recebeu a autorização de voltar aos voos comerciais no Canadá.

A Boeing reiniciou a produção do 737 Max no final de maio e recebeu, em junho, a aprovação da Administração Federal de Aviação (FAA) dos Estados Unidos para iniciar testes para demonstrar que pode voar em segurança com o novo software de controlo de voo.

Os Estados Unidos autorizaram em novembro o Boeing 737 MAX voltar a voar, mas várias modificações devem ser efetuadas nos aviões antes de entrarem ao serviço, de acordo com a Agência Federal de Aviação (FAA).

Na semana passada, a companhia brasileira Gol foi a primeira no mundo a retomar o serviço do Boeing 737 MAX, num voo comercial que decorreu sem complicações entre São Paulo e Porto Alegre.

A crise custou vários mil milhões de dólares à Boeing, incluindo as compensações a pagar às vítimas e às companhias aéreas. O caso também levou à demissão do diretor executivo da empresa, levantou dúvidas sobre a solvência da empresa e suspeitas em relação à supervisão relacionadas com com a velocidade com que foi aprovado o Max.

  ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Infarmed alerta para dois sites de venda ilegal de medicamentos

A Autoridade Nacional do Medicamento afirma que não é possível assegurar a qualidade, eficácia, segurança e autenticidade dos fármacos adquiridos em dois websites ilegais de venda de medicamentos. O Infarmed alertou esta terça-feira para a existência …

Julian Reichelt, ex-diretor do jornal alemão Bild

Diretor do jornal alemão Bild despedido por "conduta inapropriada"

Julian Reichelt, diretor do jornal alemão Bild, foi demitido com efeito imediato por “conduta inapropriada”, anunciou a empresa de comunicação social Axel Springer, detentora do jornal mais vendido da Alemanha. O diretor do jornal alemão Bild, …

“Não acho que o CDS esteja a viver uma crise interna”, diz Francisco Rodrigues dos Santos

O presidente do CDS-PP, Francisco Rodrigues dos Santos, defendeu esta segunda-feira que a situação interna que o partido atravessa, com congresso eletivo marcado para o final de dezembro, "não é uma crise, é a democracia …

Em sessão acesa, primeiro-ministro polaco diz ao Parlamento Europeu que o país não cederá a chantagens

Guerra de palavras entre representantes do governo polaco e as instituições europeias tem vindo a escalar ao longo das últimas semanas, depois de o Tribunal Constitucional do país ter determinado que a lei nacional se …

China nega lançamento de míssil hipersónico - mas Estados Unidos estão “muito preocupados”

Em agosto, a China terá lançado um míssil com capacidade nuclear. Os Estados Unidos mostram-se muito preocupados com este tipo de atividade. Segundo noticia o Financial Times, o míssil terá sido lançado pelos militares chineses num …

O ex-Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump

Trump luta para manter sob sigilo documentos sobre ataque ao Capitólio (e avança para tribunal)

Donald Trump processou a comissão do Congresso responsável pela investigação do ataque ao Capitólio, alegando que fez um pedido ilegal dos seus registos da Casa Branca. O ex-Presidente dos Estados Unidos Donald Trump entrou com uma …

O presidente da Confederação Empresarial de Portugal, António Saraiva, o governador do Banco de Portugal, Mário Centeno, e o presidente do Partido Social Democrata, Rui Rio

Rio defendeu, Rangel atirou, Balsemão marcou e Montenegro fez o relato. A luta interna do PSD fez-se nas entrelinhas da posse de Moedas

Podia ter sido um jogo de futebol, mas foi só a tomada de posse de Carlos Moedas. Na Praça do Município, em Lisboa, Rio defendeu ao não ter notado a presença de um dos protagonistas …

Proposta Coba Consultores para nova ponte sobre o Douro

Nova ponte do Porto já tem desenho conhecido. Vai servir para metro, ciclovia e peões

A Metro do Porto recebeu 28 propostas para o concurso público de elaboração de projeto e execução da nova ponte sobre o rio Douro. Já foram selecionadas as três melhores. Esta segunda-feira, foram apresentados os três …

AC Milan não esconde: jogos com o FC Porto serão decisivos

Italianos recordam que vão defrontar uma equipa que está quase sempre presente na Liga dos Campeões. "Os nossos dois jogos contra o FC Porto vão ser decisivos para a classificação final do grupo". O treinador do …

Aristides de Sousa Mendes no Panteão Nacional. "Aqui permanecerá até ao fim dos tempos, se os tempos tiverem fim"

O antigo cônsul português Aristides de Sousa Mendes, que salvou milhares de judeus do regime nazi, recebe hoje honras de Panteão Nacional, em Lisboa, através de um túmulo sem corpo. Esta cerimónia acontece 67 anos após …