Bloco quer mudar nome “sexista” do Cartão de Cidadão

Bgmota / Wikimedia

-

O Cartão de Cidadão de uma cidadã

O Bloco de Esquerda apresentou na Assembleia da República um projecto de resolução para mudar o nome do Cartão de Cidadão para Cartão de Cidadania.

Segundo o Bloco de Esquerda, a actual designação do documento de identificação “não respeita a identidade de género de mais de metade da população portuguesa”.

O projecto de resolução, entregue no Parlamento com data de 13 de abril, realça que o nome do documento “não cumpre as orientações de não discriminação, de promoção da igualdade entre homens e mulheres e de utilização de uma linguagem inclusiva”.

Segundo o BE, “não há qualquer razão que legitime o uso de linguagem sexista” num documento de identificação obrigatório para todos os cidadãos e cidadãs nacionais.

O projecto de resolução, assinado “pelas Deputadas e os Deputados do Bloco de Esquerda”, propõe assim que a Assembleia da República “recomende ao Governo a alteração da designação do Cartão de Cidadão para Cartão de Cidadania“.

Reacções

A iniciativa do Bloco de Esquerda despoletou de imediato diversas reacções e críticas nas redes sociais, com os utilizadores divididos entre os que apoiam a proposta e os que lhe criticam o acerto.

A favor da iniciativa, há quem realce que as palavras têm uma carga de desigualdade que lhes foi dada pelo “peso histórico do machismo na língua portuguesa”, e quem recorde que “o antigo Bilhete de Identidade tinha um nome neutro”.

Mas há quem a ache simplesmente uma parvoíce, quem questione a importância e oportunidade do assunto, quem discorde da necessidade da medida e quem a ela se oponha por questões históricas ou linguísticas.

Numa outra perspectiva, há quem avance mesmo para a necessidade de rever a Constituição, que contém 4 vezes a palavra “cidadão” e 88 vezes o termo “cidadãos”.

Não consta que, na vigência desta Constituição, as cidadãs ou @s cidad@s de géner@ indefinid@ alguma vez tenham deixado de ser considerados cidadãos por causa do género“, diz Carlos Loureiro.

-

O ex-dirigente centrista José Ribeiro e Castro, uma das personalidades que se opõe à proposta,reagiu também com ironia num post no seu Facebook: “Coisas verdadeiramente importantes. Ainda bem que há quem cuide de nós com tanto desvelo“.

Uma dúvida: quanto custará trocar 10 milhões de Cartões de Cidadão, perdão, cala-te língua, Cartões de Cidadania?“, pergunta o ex-líder do CDS/PP.

Mais ou menos o mesmo que 2 submarinos“, respondeu-lhe de pronto um utilizador.

AJB, ZAP

PARTILHAR

37 COMENTÁRIOS

    • Nããããã!
      Os Portugueses e Portuguesas são todos de esquerda desde criancinhas…nós é que não sabemos!
      Ainda bem que está cá o Bloco de Esquerda para resolver estas questões fracturantes, de extrema importância para diminuir o desemprego e fazer crescer o PIB.
      É só lirícos e lirícas.

      • Fracturante, é o desemprego, as desigualdades sociais, a miséria infantil, questões porque o Bloco de Esquerda se bate diariamente, para ajudar a encontrar soluções, apesar de isso não ser notícia nos jornais nem ter tempo de antena. Mas não ignora a defesa dos direitos liberdades e garantias de TODOS os cidadãos por muito que isso incomode a certas pessoas.

  1. Não me parece que as questões de género se resolvam com ações sobre o género gramatical.
    Mas já agora se a intenção for mesmo mudar sugiro antes “cartão de identidade”, que é o que de facto aquele documento é: identidade pessoal, fiscal, segurança social. “Identidade” também não tem género.

  2. Mas será que estes senhores não têm nada mais importante para se preocuparem como partido membro do Governo? O país não tem problemas mais importantes, graves e estruturais para serem resolvidos? Temos também que alterar todos os manuais escolares, enciclopédias, etc. pois eles muitos referem-se ao Homem como espécie humana. Mas efetivamente o que é gritante, é que o nosso dinheiro serve para pagar os salários destes “abrunhos” (para não chamar outra coisa) que a única coisa que querem é dar nas vistas e receberem a reforma por inteiro ao fim de oito anos de trabalho. Bem vindo a Portugal.

  3. Vamos lá gastar mais uns milhões para mudar uma palavra… por favor!! Ainda bem que nasci num país que prima pela gestão de prioridades. Não é bem o país, é mais a parafernália de desmiolados que nos (des)governa, e que se julga super sabida .

  4. Entre o CDS o PSD ou o PS está mais que visto que a M—A é toda a mesma só nos querem fazer é gastar dinheiro hora vejamos:
    O CARTÃO DO CIDADÃO NÃO SERVE (PARA O BLOCO DE ESQUERDA) PORQUE É
    MASCULINO CERTO?
    ENTÃO TAMBÉM EU NÃO QUERO O CARTÃO DE CIDADANAM—A PORQUE É FEMENINO.
    Isto só nos vem mostrar mais uma vez a M—A de politicos que temos porque em vez de discutirem assuntos de interesse para o País e para o Povo, só andam a discutir assuntos de Me–A.

  5. Força Bloco Esquerda. Estou contigo e também contiga. Não deixem que as sexistas e os sexistos se deixem abalar. No futuro para não ofender a Maria devo dizer pilinha ou pilinho ? Obrigado a Catarina e ao Catarino por serem tão divertidos e divertidas e amorosos e amorosas. Já agora não têm mais nada que fazer?

  6. “Cartão de Cidadão”, já por si não cobre todos os “Géneros” e até Genéricos….

    É para isto que se vota em eleições, são estas as prioridades deste país, estava no programa eleitoral….

    isto parece mais vitimização e falta de bom senso, falta de ideias, etc…..

  7. Já agora como é que o BE vai chamar o (caviar) quando lhes for servido?
    Será caviara? Sim porque o anterior colide com o género

  8. Vocês ainda não perceberam que, o que esta malta quer, é um pretexto para meter mais uns quanto funcionários públicos (lá do aparelho), porque os que temos não chegam para mudar os CC todos ???? Valha-me Deus…

  9. A todos aqueles que estão a fazer comentários e ter o cuidado de diferenciar géneros (masculino e feminino) tenham cuidado porque estão a discriminar, como escreveu o ex-dirigente centrista José Ribeiro e Castro, @s cidad@s de géner@ indefinid@. À atenção de todos os senhores, senhoras e senhor@s. 😉

  10. Esta gente do bloco de esquerda deveria era de se preocupar com coisas que realmente interessam ao país é mais uma forma de levarem mais uns milhoes de euros ao povo pois certamente os custos serao impotados aos cidadaos, perdao à ” cidadania” de Portugal ou Portuguesa?

  11. ??

    Cartão de Cidadão “Português” !
    Não é de todo sexista. O termo aplica-se para um cidadão português do sexo masculino, como para cidadão português do sexo feminino.

  12. Meu Deus! Como vai a politica em Portugal….. Tanta coisa importante para resolver e anda esta corja de incompetentes preocupados com questões sexistas. Até parece que o cartão tem sexo. Haja paciência para esta gente.

  13. A maioria ou uma grande parte da população, olhou com uma certa simpatia para o Bloco e a atitude moderadora, a partir da entrada em funções do novo Governo.A pressa com que a partir de uma certa data, a eliminação dos feriados.o dia de Carnaval, feriado oficial a redução para as 35 horas e mais alguns casos recentes.Sabem que não temos condições, para pagar a divida do País, onde é que vÃo buscar o dinheiro.Para quando a redução do nº de deputados pelo menos 20% da Assembleia da Republica e diminuir assim as mordomias dadas a estes senhores.

    • Não está habituado a que um partido HONRE a palavra que deu aos seus eleitores. Para aldrabões chegaram os quatro anos do governo PSD-CDS

  14. As horas gastas com estas ideias já custam muito e somos quase todos nós a pagá-las. O tempo é precioso na assembleia e fora dela. Há muito para ser feito. Deixem Lisboa e observem o país real…

  15. e porque não “Cartão de identidade”? De qualquer forma o bloco devia aprender a ler pois não é “cartão do cidadão” mas sim “cartão de cidadão”.
    Aproveitem para discutir e definir o sexo dos anjos.

  16. Anda para aí uma treta generalizada com a igualdade de género, financiada com os muitos milhões que vêm dos fundos europeus. Se os portugueses e as portuguesas imaginassem os quantos milhões que serão rebentados nesta área no atual quadro comunitário de apoio (e já foram no anterior), não dormiriam nas próximas semanas. E tudo a fazer de conta, planos de igualdade da treta, formações em igualdade da treta, …. tudo muito bom para contratar amigos e amigas de empresas de consultoria e pelo meio… se possível… ainda encaixar algum. Era prender estes filhos e filhas da senhora com a profissão mais velha do mundo e mandar a chave para o órgão sexual masculino… e já agora feminino… caso contrário o lote de esquerda, perdão, bloco, ainda vem aí com merdas.
    Se isto não fosse real até dava vontade de rir. País de palermas e palermos… Estes políticos e políticas de carreira deveriam ser limitados a 10 anos em funções políticas (deputados, presidentes, membros do governo, autarcas,… o somatório não deveria ultrapassar 10 anos). Se assim fosse queria vê-los/las depois a arranjar emprego.

  17. Já agora mudem também o nome do passaporte para “passaporta”.
    Vi uma noticia que as mulheres vão passar a ter cotas nas empresas. Boa – então mesmo que não prestem para nada o empresário tem que as contratar para gáudio desta gentalha? Para mim isto é que é descriminação.
    Já trabalhei e já fui chefiado por mulheres muito competentes e por homens que não valem nada. Agora obrigar-me a trabalhar com uma mulher só porque é mulher mesmo que não preste….. acho que por isso é que cada vez temos mais maricon…. digo seres de sexo indefinido.

  18. Eu tenho outra sugestão. E que tal eliminar a palavra cidadã da língua portuguesa? Em inglês está lá “citizen card” porque eles não distinguem entre masculino e feminino. Assim, livramos-nos da palavra cidadã e a palavra cidadão passa a não ter género que é como todos interpretamos o corrente nome “Cartão de Cidadão” seus bloquistas morcões!!

  19. com tantos problemas que devem ser resolvidos e as meninas bloquistas e os meninos bloquistos estão a gastar o nosso dinheiro com assuntos que não têm pés nem cabeça! por favor tenham juizo e não inventem o que fazer na assembleia. se não sabem como ocupar o V. tempo, se não têm ideias construtivas então cedam os V. lugares a quem quer fazer alguma coisa pela nossa Terra.

  20. Mesmo pra quem não tem nada pra fazer. O que podiam mesmo mudar era o tipo de letra, pois uma boa parte se não todos(as) têm dificuldade em distinguir os 8 dos 6 e dos 9!

  21. Não existirá ninguém : CIDADÃO! digno desse titulo no BE e com senso comum para lhes enfiar na corneta o quanto prejudicial é para a própria corrente politica estes “ENORMES COMPLEXOS SEXISTAS” ? é que com estas parvoeiras e “catroguisses” (pintelhices!), afastam aqueles que ainda acreditam que a esquerda tem NEXO e é viável.

  22. O mais engraçado é que a proposta nem é do BE, foi sugerida por um deputado do PS num debate, e foi apadrinhada pelo BE. E não a vai ter custos suplementares se fôr aprovada, os velhos cartões ficaram como estão até estarem caducados , e os novos terão a nova designação .

  23. Daqui a pouco viram-se para a Declaração Universal dos Direitos do Homem e vão exigir a mudança para Declaração Universal dos Direitos das Pessoas.
    Tal como está o país é uma questão muito importante.
    Tal como a alteração da fidelização aos clientes de telecomunicações que alteraram de 24 meses…para 24 meses. Tocar nos interesses económicos e financeiros é que não. Porque depois da política onde iriam trabalhar???

RESPONDER

Novo relatório aponta possível causa para número anormal de doenças causadas pelo vaping

Um novo relatório vem confirmar que o acetato de vitamina E encontrado em muitos produtos utilizados pelos vapers pode ser o responsável pelos problemas de saúde. O ano de 2019 ficou marcado por várias doenças e …

Morreu Rogério "Pipi", histórico jogador do Benfica

O ex-futebolista internacional português, que se evidenciou ao serviço do Benfica nas décadas de 40 e 50 do século passado, morreu este domingo, um dia depois de completar 97 anos. "Foi com profunda tristeza e pesar …

Milhares de manifestantes voltam às ruas de Hong Kong

A polícia de Hong Kong deteve, este domingo, onze pessoas e apreendeu várias armas, incluindo uma pistola, pouco antes do início de uma manifestação convocada para a cidade, para a qual se espera uma forte …

Irão e Estados Unidos trocam prisioneiros

Irão e Estados Unidos realizaram, este sábado, uma troca de prisioneiros que envolveu a troca de um investigador sino-americano por um cientista iraniano detido pelos EUA, num avanço diplomático que surge após meses de tensão …

Coreia do Norte anuncia "teste muito importante" em local de lançamento de mísseis

A Coreia do Norte anunciou ter realizado um "teste muito importante" no local de lançamento de mísseis de longo alcance, defendendo que terá um efeito fundamental na futura posição estratégica do país. A Agência Central de …

Balas que assassinaram John F. Kennedy preservadas em modelo 3D

A partir do próximo ano, os Arquivos Nacionais dos Estados Unidos vão disponibilizar, no seu catálogo online, imagens 3D das balas que assassinaram o antigo presidente norte-americano John F. Kennedy. Para criar os modelos das …

Pela primeira vez, neurónios artificiais foram criados para curar doenças crónicas

Uma equipa de investigadores conseguiu recriar as propriedades biológicas dos neurónios em chips, que podem ser úteis ajudar na cura de doenças neurológicas crónicas. Naquele considerado um feito única na ciência, investigadores da Universidade de Bath …

Cientistas encontram uma relação negativa "muito forte" entre inteligência e religiosidade

Uma equipa de investigadores sugere que pessoas religiosas tendem a ser menos inteligentes do que pessoas sem crenças religiosas. O estudo tem gerado uma grande controvérsia. A religião é um tema forte, capaz de juntar ou …

Descoberta nova espécie de tubarão pré-histórico que podia chegar aos sete metros

Uma nova espécie de tubarão pré-histórico foi descoberta no Kansas, nos Estados Unidos. Este predador podia crescer até quase sete metros de comprimento. De acordo com a revista Newsweek, Kenshu Shimada, da Universidade DePaul, e Michael …

Conhecido medicamento para diabetes pode conter um carcinógeno

A Food and Drug Administration, agência federal e reguladora do Departamento de Saúde e Serviços Humanos dos Estados Unidos, está a testar amostras de metformina, um medicamento para diabetes que pode conter o carcinógeno N-Nitrosodimetilamina …