Bloco desconhece “avanços” no novo apoio social (e sugere que Rio seja dispensado das negociações)

A coordenadora do Bloco de Esquerda (BE) disse este domingo que o Governo ainda não se comprometeu com a criação do novo apoio social proposto pelos bloquistas, no âmbito das negociações do Orçamento do Estado (OE2021).

“O Governo já disse que quer trabalhar nesta prestação connosco, embora ainda não se tenha comprometido nem com a abrangência, nem com o valor. E, portanto, não sabemos na prática, no concreto, a que é que se referem, mas continuaremos a trabalhar nela”, disse Catarina Martins durante uma sessão pública intitulada “Vencer a Crise – as respostas da esquerda”, que decorreu esta tarde em Aveiro.

No sábado, o secretário de Estado dos Assuntos Parlamentares, Duarte Cordeiro, afirmou à agência Lusa que já houve avanços concretos nas negociações do OE2021, como a criação de um novo apoio social proposto pelo BE.

Catarina Martins realçou a importância desta nova prestação social para que ninguém que perdeu o seu trabalho com a crise fique sem apoio.

“Em Portugal, em julho, já havia 600 mil pessoas desempregadas e, dessas, 400 mil não tinham acesso a nenhuma prestação de apoio no desemprego. Portanto, é muito importante chegar às pessoas. Quem perdeu o chão, quem perdeu tudo com a pandemia, tem de ter apoio”, disse.

Além deste apoio, a dirigente bloquista quer discutir com o Governo as condições para proteger o emprego e os salários.

“A prestação social tem de chegar a quem já não tem nada, mas o nosso primeiro passo tem de ser proteger o direito ao salário, ao emprego, e garantir que a coberto da crise não se multiplicam todos os apoios que acabam por fazer de quem trabalha sempre as vítimas da crise”, declarou.

Catarina Martins deu ainda um recado a António Costa: se o PS quer que o OE2021 seja aprovado à esquerda, “a resposta à crise tem de ser a resposta que põe a defesa do emprego, do salário e da dignidade de quem trabalha em primeiro lugar”.

A coordenadora do Bloco disse que o seu partido continua disponível para negociar o OE2021 e não vê razão para PS e Governo precisarem do PSD. “Seguramente, se o PS as quiser construir à esquerda, não precisará de negociar com Rui Rio”, declarou Catarina Martins.

A coordenadora do BE considerou que “não cabe ao Presidente da República”, Marcelo Rebelo de Sousa, encontrar soluções para a aprovação do Orçamento e manifestou-se convicta de que “essas soluções virão do parlamento, queira o Governo”. “Portanto, não há nenhuma razão para o Governo precisar de Rui Rio, a menos que o PS não queira negociar com o BE. Nós estamos cá para construir soluções”, reforçou.

Na sexta-feira passada, Marcelo pressionou Rio para a aprovação do OE2021. “Custa muito viabilizar este Orçamento? Qualquer pessoa de bom senso diria que faz isto pelo interesse do país. E para o ano logo veremos”, rematou.

ZAP // Lusa

 

PARTILHAR

10 COMENTÁRIOS

  1. Mas que é o BE para sugerir a dispensa do PPD ou de outro partido qualquer que tem assento na A.R.? Eu tambem sugiro que não votem em partidos populistas como é o BE e outros, que não votem no PCP não se esqueçam no dia do voto da festa do avante.

  2. O BE, na pessoa da artista considera dispensável o contributo do PSD. Já não chegava o PCP agora vem a nova patroa do Costa a dar ordens. Está aqui, está no governo a dar indicações as ministros. BEM HAJA

  3. Quando estas meninas negoceiam com o PS podemos começar a preparar as nossas carteiras.
    Uma coisa o Costa não quer , sair do governo!!! Fará sempre tudo o que elas lhe pedirem.

    • Costa está acorrentado a esta tralha ultra-esquerda. Ao que o PS chegou. Anda amarrado pela corda. E assim se vai arrastando este país.

  4. Esta catraia, desde que Costa lhe entregue um rebuçado, aprova logo o OE. Pergunta-se: qual o papel desta seita na construção do país e na real melhoria do povo ?

  5. A esquerdalha quer voltar ao PREC, quando fazia o que queria do País e só não o destruiu totalmente porque o 25 de novembro pôs um travão. Em todos os países acontece o mesmo: o ódio ao bem estar das pessoas, faz com que a esquerda elimine o emprego, a liberdade, as greves, os partidos a liberdade. Em todos os países comunistas aconteceu isso. VAMOS ACORDAR TODOS !!!!!

  6. Se o senhor Costa já a algum tempo considerou que negociar com o PSD seria o fim do governo PS, portanto o acordo só poderá ser com um ou os dois partidos de extrema-esquerda os quais já fizeram parte da geringonça, outra solução não será previsível e o PSD jamais poderá ser culpabilizado, mesmo se em último recurso fosse chamado para bombeiro do governo teria todo o direito a recusar e toda a situação só poderia ser imputada ao senhor Costa, esta menina mais o Jerónimo sabendo da situação têm cada vez mais o Costa na mão apesar deste se imaginar o mais espertalhão dos humanos.

  7. Enquanto o país estiver entregue a esta corja dita “de esquerda” (caviar) nunca passará da cepa torta. Vai trabalhar malandra!!!

RESPONDER

Contratos de associação dos colégios privados. Ministério da Educação vence todos os 55 processos judiciais

Em todos os 55 processos judiciais que os colégios privados moveram contra o Ministério da Educação em 2016, na sequência da polémica dos contratos de associação, todas as 55 decisões foram favoráveis ao Governo. O jornal …

Famílias numerosas podem pedir desconto no IVA da luz a partir de março

As famílias com cinco ou mais elementos só poderão usufruir da redução do IVA da eletricidade a partir de 1 de março e terão de o requerer junto do seu fornecedor, segundo uma portaria esta …

Vacina da gripe disponível para mais grupos. Farmácias temem não ter stock suficiente

A vacina da gripe está, a partir desta segunda-feira, disponível para mais grupos populacionais com o início da segunda fase da campanha, que estende a vacinação a pessoas com 65 ou mais anos e pessoas …

Franceses em protesto para homenagear professor decapitado. Autoridades procuram radicais islâmicos

Milhares de pessoas reuniram-se no domingo no centro de Paris numa demonstração de repúdio pela decapitação do professor que mostrou aos seus alunos desenhos do Profeta Maomé. Os manifestantes da Praça da República ergueram cartazes onde …

Proud Boys acreditam na vitória de Trump: "Vamos Ganhar". Voto antecipado começa hoje na Florida

O líder do grupo Proud Boys disse à Lusa, durante uma manifestação em Miami, que Donald Trump vai vencer as eleições presidenciais norte-americanas, e rejeitou a acusação de que é dirigente de uma organização extremista. …

Projeto desenvolve testes rápidos de baixo custo para detetar imunidade

Um consórcio de universidades e uma empresa querem desenvolver "testes rápidos e de baixo custo" para detetar a resposta imunitária ao vírus SARS-CoV-2. O projecto TecniCov, que "obteve um financiamento de 450 mil euros da Agência …

"Medo constante". Human Rights Watch denuncia tortura na Coreia do Norte

Uma organização não-governamental denunciou esta segunda-feira que o sistema norte-coreano de detenção pré-julgamento e de investigação é cruel e arbitrário, com ex-detidos a descreverem tortura sistemática, corrupção e trabalhos forçados não-remunerado. No relatório de 88 páginas, …

"Cibermáfia". Rede de criminosos "lavou" milhões de euros em Bancos portugueses

Uma rede de criminosos com origem na Europa de Leste montou um esquema de lavagem de dinheiro roubado em ataques informáticos através de Bancos de países como Portugal. Esta "cibermáfia", como é apelidada pelo Jornal de …

Diplomatas chineses e taiwaneses entram em confronto físico nas ilhas Fiji

Diplomatas da China e funcionários do Governo de Taiwan entraram em confronto físico durante uma receção nas ilhas Fiji, que marcou o dia nacional de Taiwan, ilustrando a crescente tensão entre Pequim e Taipé. A luta …

Mais 1.949 infetados, 17 mortes e 966 recuperados. Portugal passa barreira dos 100 mil casos

Portugal registou nas últimas 24 horas mais 1.949 casos de covid-19, 17 mortes associadas à doença e 966 recuperados, de acordo com o boletim da Direção-Geral da Saúde publicado esta segunda-feira. O número total de infeções …