Biden propõe ajuda financeira para as famílias separadas na fronteira com o México

jlhervàs / Flickr

O Presidente dos Estados Unidos, Joe Biden

Os EUA poderão vir a pagar transportes, cuidados de saúde, serviços jurídicos e serviços de emprego e de educação aos migrantes que foram separados ao abrigo da estratégia de “tolerância zero” nas fronteiras, disse o Departamento de Segurança Interna dos EUA (DHS) na segunda-feira.

O objetivo é orientar o plano de reunificação familiar, numa altura em que o governo procura identificar e reunir com os pais as mais de 500 crianças migrantes separadas pela política de fronteiras do seu antecessor.

“Estamos a empenhar todos os esforços através do Departamento de Segurança Interna e do governo federal para reunir as crianças que foram cruelmente separadas dos seus pais”, disse o secretário do DHS, Alejandro Mayorkas, numa declaração escrita.

Em 2018, Donald Trump instituiu a estratégia da “tolerância zero”, que determinou que quem cruzasse as fronteiras fora dos locais oficiais seria detido e julgado. Assim, milhares de crianças foram separadas na fronteira dos EUA com o México dos pais que tentavam entrar de forma ilegal à procura de refúgio ou de trabalho.

Biden pôs fim a esta política dias após a tomada de posse, mas reverter os efeitos da medida vai levar meses, senão anos. Como mencionou a porta-voz do Presidente dos EUA, Jen Psaki, “queremos agir rapidamente, queremos agir prontamente, mas também precisamos de ter a certeza que o fazemos através de um processo político estratégico”.

Na mesma ordem executiva do dia 2 de Fevereiro, a administração Biden propôs considerar igualmente trazer os pais deportados de volta aos Estados Unidos.

Como política alternativa, face à situação crítica dos migrantes, Biden planeia criar programas para acompanhar quem entra nos EUA e assegurar que lhes seja concedida autorização, ao invés de detê-los de imediato na fronteira, avança a Reuters.

Contudo, com milhares de migrantes à espera em campos junto à fronteira do México de uma resposta da nova administração, Biden já tinha avisado em Dezembro que iria proceder de forma gradual para evitar uma corrida para entrar nos EUA.

Obrador vai pedir a Biden para partilhar vacinas com o México

O Presidente do México vai pedir ao seu homólogo norte-americano, Joe Biden, para considerar partilhar parte das provisões de vacinas contra o coronavírus dos Estados Unidos com o México, o seu vizinho mais pobre a Sul.

Segundo responsáveis dos Governos de ambos os países, este pedido está previsto acontecer quando os dois líderes participarem numa cimeira por videoconferência na segunda-feira.

López Obrador tem sido um dos líderes dos chamados países em desenvolvimento que mais têm pressionado os países ricos a incrementarem o acesso das nações pobres às vacinas. O chefe de Estado mexicano rotula o atual sistema de distribuição de “totalmente injusto”.

“Estamos garantidamente à espera que isso [pedido de vacinas] surja durante a cimeira”, afirmou o funcionário norte-americano.

Um responsável mexicano explicou, por sua vez, que López Obrador pretende pedir um empréstimo de vacinas dos EUA, que será pago quando as vacinas requisitadas com as farmacêuticas com as quais o México assinou contratos forem entregues, mais tarde neste ano.

De acordo com o site noticioso mexicano Proceso, o Presidente do México levantou esta questão a Biden quando os dois falaram ao telefone, em Janeiro, pouco tempo depois da tomada de posse do chefe de Estado norte-americano.

Apesar de Biden ter aumentado o financiamento dos esforços internacionais de combate à covid-19, poderá enfrentar oposição interna se começar a enviar já carregamentos de vacinas para outros países.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Muco marinho na costa da Turquia ameaça ecossistemas. E é só a ponta do icebergue

Esta semana, a Turquia lançou a maior limpeza marítima da sua história para fazer face à proliferação sem precedentes de muco marinho no Mar de Mármara, um sintoma de um problema ambiental muito maior. Debaixo das …

Fotografia da Rainha Isabel II removida da Universidade de Oxford devido à "história colonial"

Um grupo de estudantes da Universidade de Oxford removeu uma fotografia da Rainha Isabel II da sua área comum devido aos seus laços com a “história colonial”. A atitude gerou uma onda de controvérsia. A imprensa …

Espanha 0-0 Suécia | Muro amarelo trava fúria espanhola

A Espanha e a Suécia empataram hoje 0-0 em jogo da primeira jornada do Grupo E do Euro2020 de futebol, naquela que foi a primeira partida sem golos na competição até ao momento. No estádio La …

Covid-19. Variante indiana causa doença mais grave, dizem médicos chineses

A Delta está a causar doença mais grave e mais rapidamente do que durante a primeira vaga, informaram médicos na zona de Guangzhou, no sudeste da China, onde surgiu um surto recente provocado por esta …

Do café aos brinquedos. Preço do transporte de mercadorias vai atingir a nossa carteira mais cedo do que se pensava

Os preços exorbitantes do transporte de mercadorias pelo mundo poderão atingir a sua carteira mais cedo do que pensa. Mais de 80% de todo o comércio de mercadorias é transportado pela via marítima, mas o alto …

Tal é a qualidade de Portugal, que o treinador da Hungria "podia ser motorista ou roupeiro"

O selecionador da Hungria, o italiano Marco Rossi, afirmou hoje que "até podia ser o motorista ou rapaz dos equipamentos" da seleção portuguesa, tal é a qualidade dos jogadores lusos que vão disputar o Euro2020. “Estamos …

Destroços de avião descobertos no fundo de um lago nos EUA podem pôr fim a um mistério de 56 anos

Trabalhadores que testam equipamentos de investigação subaquática dizem ter encontrado os destroços de um pequeno avião nas profundezas do lago Folsom, na Califórnia. A confirmar-se, podem ter resolvido um mistério com 56 anos. As imagens de …

Norte-americanos envolvidos na fuga de Carlos Ghosn declaram-se culpados

Os dois norte-americanos acusados de ajudarem o ex-presidente da Nissan Carlos Ghosn a fugir do Japão quando aguardava julgamento em liberdade sob fiança declararam-se esta segunda-feira culpados perante a justiça japonesa. De acordo com fontes da …

Enfermeira tentou provar que as vacinas tornam as pessoas magnéticas (mas não correu como previsto)

Na semana passada, a enfermeira negacionista de Ohio Joanna Overholt tentou, durante uma sessão legislativa, provar que as vacinas contra a covid-19 tornam as pessoas magnéticas. Mas não foi bem sucedida. O teste do íman resulta …

Foda e Kostadinov: as recordações à volta do Áustria-Macedónia do Norte

O selecionador da Áustria e um dos jogadores da Macedónia do Norte trouxeram memórias dos anos 90. O jogo entre Áustria e Macedónia do Norte, que terminou com vitória austríaca por 3-1, não estava propriamente na …