Deb Haaland. Joe Biden deve escolher primeira mulher nativa-americana para secretária do Interior

O Presidente eleito dos Estados Unidos, Joe Biden, planeia nomear a congressista Deb Haaland para o cargo de secretária do Interior, o que a vai tornar a primeira nativa presente na mesa das decisões.

A escolha de Haaland, eleita pelo Estado do Novo México, informação obtida pela AP junto de duas fontes e avançada também por vários meios locais, vai torná-la na primeira nativa a liderar a agência federal que controla as tribos dos Estados Unidos.

Líderes tribais e ativistas, bem como personalidades dos democratas, elogiaram a escolha de Haaland, depois de, nas últimas semanas, terem defendido a sua escolha.

Com a nomeação de Haaland, os povos indígenas vão ter pela primeira vez um nativo americano na mesa onde as principais decisões são tomadas, disse O. J. Semans, um Rosebud Sioux. “Torna evidente que ainda existem índios”, acrescentou.

Haaland, 60 anos, integra o Laguna Pueblo e, como gosta de dizer, é a residente no Novo México de uma 35.ª geração.

O cargo de secretária do Interior vai colocá-la a dirigir um Departamento que tem uma influência muito grande sobre as 574 tribos reconhecidas ao nível federal e muitas das terras públicas, cursos de água, vida selvagem, parques nacionais e riquezas minerais dos Estados Unidos.

A sua escolha quebra um registo de 245 anos de dirigentes não-nativos, homens na sua maioria, na direção dos assuntos dos índios americanos. O governo federal trabalhou com frequência para lhes retirar terras e, até há pouco, para os integrar na cultura dos brancos.

O Departamento do Interior, que gere um quinto do território dos Estados Unidos, vai ter um papel fundamental no cumprimento da promessa de Biden de lutar contra as alterações climáticas, uma das suas prioridades.

O presidente da Nação Navajo, Jonathan Nez, descreveu-se como “muito satisfeito” e, em comunicado, afirmou: “É verdadeiramente um dia histórico e inédito para o povo indígena”.

A presidente da Câmara dos Representantes, a democrata Nancy Pelosi, tinha dito na quarta-feira que Haaland seria uma “excelente escolha” para o cargo e que “era dos mais respeitados e dos melhores membros do Congresso” com quem tinha trabalhado.

Haaland é vice-presidente da comissão dos Recursos Naturais da Câmara dos Representantes. Antes dirigiu o Partido Democrata no Novo México, foi administradora tribal e administradora de uma organização que trabalhava com adultos com problemas de desenvolvimento.

Filha de ex-militares, Haaland descreve-se como uma mãe solteira, que chegou a depender de senhas de alimentação. Também já disse que ainda está a pagar dívidas que contraiu para estudar e fazer o curso de Direito, no seu caso, e estudos pré-universitários, no da sua filha.

O Departamento do Interior tem um largo raio de ação, com a sua autoridade a incluir a gestão das relações federais com as tribos, a administração de dezenas de milhões de hectares e direitos minerais detidos por conta dos nativos americanos e do Alasca, a gestão dos parques nacionais e tomar decisões que afetam milhões de quilómetros quadrados dos Estados Unidos, incluindo as licenças das indústrias do petróleo, gás e mineração.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Vulcão, La Palma

O Cumbre Vieja também tem negacionistas. "É tudo orquestrado"

Nos últimos dias, as redes sociais têm-se tornado o palco dos "negacionistas dos vulcões" que defendem que, por trás da erupção do Cumbre Vieja, há mão humana. Nas redes sociais já há negacionistas do vulcão Cumbre …

Selecção da Lituânia falhou os Mundiais porque...chegou atrasada

Per Strand venceu, António Morgado ficou em sexto, mas os ciclistas da Lituânia acabaram por marcar a prova de estrada de juniores, nos Mundiais em Flandres. Per Strand Hagenes é o novo campeão mundial júnior de …

Gil Vicente 1-2 Porto | Dragão canta de galo com dois golaços

Foi sofrer até ao fim. Sérgio Conceição tinha alertado que não seria fácil bater o Gil Vicente e foi isso que ocorreu na noite desta sexta-feira em Barcelos. O FC Porto apenas a um minuto dos …

Na II Guerra Mundial, um erro "humilhante" destruiu dois imponentes navios de guerra da Marinha Real

No dia 10 de dezembro de 1941, os japoneses afundaram os imponentes Prince of Wales e Repulse. A culpa foi do almirante Thomas Phillips que, na sequência de um "erro humilhante", acabou também por falecer. Winston …

O robô Atlas, da Boston Dynamics, faz parkour (e até dá um mortal para trás)

O Atlas é, sobretudo, um projeto de investigação: um robô que ajuda os engenheiros da Boston Dynamics a trabalhar em melhores sistemas de controlo e perceção. O parkour é um verdadeiro desafio para os seres humanos, …

Na Tailândia, um "cemitério" de táxis foi transformado numa horta sobre rodas

Desde pimentos a pepinos, beringelas e até mangericão. Num parque de estacionamento ao ar livre em Banguecoque, os táxis abandonados transformam-se em hortas para alimentar os trabalhadores. A pandemia de covid-19 obrigou os táxis de Banguecoque …

Morreu o "último nazi" canadiano, aos 97 anos

Um ucraniano que serviu como tradutor no regime nazi morreu na quinta-feira na sua casa, em Ontário, no Canadá, encerrando uma luta de décadas para deportá-lo e acusá-lo de cúmplice no assassinato de dezenas de …

No Sri Lanka, elefantes traficados foram resgatados. Mas voltaram às pessoas que os compraram ilegalmente

Um tribunal do Sri Lanka devolveu elefantes resgatados a pessoas influentes que foram acusadas de os terem comprado ilegalmente. Durante alguns anos, elefantes selvagens permaneceram na corda bamba de uma intensa batalha de custódia judicial entre …

Sporting 1-0 Marítimo | Porro volta a decidir de penálti

Que sofrimento! É normal ver os “grandes” dominarem por completo os seus adversários, mas nesta partida entre Sporting e Marítimo, em Alvalade, praticamente só houve uma equipa a atacar e a procurar o golo. Ainda assim, …

A falhar pagamentos e com 260 mil milhões de dívida - como é que a Evergrande chegou até aqui?

A situação da imobiliária chinesa Evergrande, que tem uma dívida maior do que a economia portuguesa, está a deixar o mundo ansioso sobre uma eventual repetição da história da crise de 2008, que começou com …