Belmiro de Azevedo: morreu o homem extraordinário que nunca teve medo

André Kosters / EPA

O ex-presidente do conselho de administração da SONAE, Belmiro de Azevedo

A morte de Belmiro de Azevedo, aos 79 anos, gerou uma onda de elogios a um dos homens mais ricos de Portugal que dizia ter um “comportamento de pobre”. A mais velha das suas irmãs também morreu nesta quarta-feira, vítima de doença prolongada.

Ana Augusto de Azevedo, a mais velha das irmãs de Belmiro de Azevedo, morreu, vítima de doença prolongada, no Instituto Oncológico do Porto, algumas horas depois de ter sido anunciada a morte do empresário, que também estava internado. Belmiro era o mais velho de oito irmãos e na sua biografia diz-se que “os mais novos lhe obedecem”, lembra o Expresso.

Tenho fama de rico, comportamento de pobre. Estou bem assim.” Esta é uma das várias frases mediáticas associadas a Belmiro de Azevedo, um dos empresários que mais marcou a economia portuguesa dos últimos anos e que era apontado como um dos mais ricos de Portugal, com uma fortuna estimada em 1,26 mil milhões de euros.

Famosas são as suas críticas a políticos e aos sindicatos, de quem dizia que defendiam “os medíocres” e “empregos que não servem para nada”. Chegou a dizer que Marques Mendes, ex-líder do PSD, “nem para porteiro da Sonae servia” por “falar em excesso”. Classificou Marcelo Rebelo de Sousa como “pluri-pluri”, porque “tem dez respostas, todas boas, para a mesma pergunta”, e classificou Mário Soares como “mau gestor” e Ramalho Eanes como “inconsequente”.

“O maior empresário português do pós-25 de Abril”

Mas na hora do adeus, é do mundo da política que chegam os principais elogios a Belmiro. O Presidente da República já lamentou a morte do empresário, destacando as suas capacidades de “liderança, determinação, visão de futuro e empenhamento social e cultural”.

Marcelo Rebelo de Sousa refere, num curto comunicado, que o empresário foi uma “figura marcante” do meio empresarial e da sociedade portuguesa, apresentando “sentidas condolências” à família.

“Com a morte do engenheiro Belmiro de Azevedo, Portugal perdeu uma personalidade marcante e uma voz livre”, refere, por seu lado, Cavaco Silva. O antigo Presidente da República destaca que “a nossa economia beneficiou enormemente com a sua ousadia e a sua visão”.

O ministro da Economia, Manuel Caldeira Cabral, fala da morte de Belmiro como “uma grande perda para Portugal”, destacando que foi “muito inovador” em termos de gestão.

Já os ex-ministros da Economia e das Finanças, Daniel Bessa e Eduardo Catroga, respectivamente, concordam em dizer que Belmiro foi “o maior empresário português do pós-25 de Abril”.

O presidente da Câmara do Porto, Rui Moreira, recorda Belmiro como um homem “muito corajoso” e uma pessoa “muito desassombrada” que “dizia muito o que lhe ia no peito”. “Não dizia aquilo que as pessoas gostavam de ouvir, dizia aquilo que achava que devia dizer, nos momentos certos”, constata o autarca que passou pela Igreja de Cristo Rei, no Porto, para prestar uma última homenagem ao empresário.

“Um grande homem do Norte”

Para o candidato à liderança do PSD, Rui Rio, Belmiro foi “um verdadeiro empresário”, que “criou milhares de empregos” e “fez crescer a economia”.

Pedro Santana Lopes, o outro candidato à liderança dos sociais-democratas, refere que o empresário tinha “uma visão que ultrapassou em muito as nossas fronteiras”, considerando que “tanto deu a Portugal” e “tanto contribuiu para a economia portuguesa”.

Do mundo empresarial, chegam também os elogios de Rui Nabeiro, fundador do grupo Delta Cafés, que fala de Belmiro como “um homem extraordinário” e “um exemplo em Portugal para todos os empresários”. “Foi um grande criador”, conclui.

Destaque ainda para a homenagem de Pinto da Costa, presidente do FC Porto, que lembra que Belmiro foi atleta e dirigente do clube da Invicta e que salienta que o empresário foi “um grande homem do Norte, que sempre defendeu os ideais nortenhos e que nunca teve medo de assumir as suas posições publicamente”.

De Angola, chegam os pêsames de Isabel dos Santos, com quem a Sonae de Belmiro fez negócios. A empresária fala de uma “perda enorme”, considerando que “Belmiro de Azevedo deixa no mundo empresarial português, e em todos os que consigo se cruzaram, uma marca indelével, de determinação, trabalho, capacidade de concretização e liderança”.

PCP contra voto de pesar

O Parlamento já aprovou um voto de pesar pela morte de Belmiro de Azevedo, com os votos favoráveis de PSD, CDS, PS e PAN, as abstenções do Bloco de Esquerda e dos Verdes, e o voto contra do PCP.

O empresário de 79 anos morreu nesta quarta-feira, depois de décadas ligado à Sonae, onde chegou há mais de 50 anos, e que transformou num império com negócios em várias áreas e extensa actividade internacional.

O velório de Belmiro de Azevedo realiza-se nesta quinta-feira, na Paróquia de Cristo Rei, decorrendo a missa de corpo presente no mesmo local, às 16 horas, seguida de uma cerimónia fúnebre reservada à família.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

13 COMENTÁRIOS

  1. Agora vão ser só elogios ” Grande Homem ” Grande Empresário” Enfim só para quem não conhece a “história”
    Só Para lembrar
    Fundador Sonae? Lembram-se:
    E quem era empregado do Sr. Pinto Magalhães? Não era o Agente Técnico de Engª , agora Engº Belmiro Azevedo? Em 1975 encabeçou o movimento dos quadros da Sonae para fazerem “greve”,
    não para defesa dos postos de trabalho, mas para ficar “dono” da Empresa.
    Prodec-IsaRakol-Robótica-Siaf-Banco Universo- Aonde estão? Carta escrita Portugueses sobre BANCO TOTTA, a apelar ao espírito nacional e para quem tinha acções não vender aos espanhóis, para depois ser ele a vender aos Antes “malandros” Espanhóis
    Também quando dizem criador dos Supermercados Continente, esquecem-se que no Grupo Pinto de Magalhães existiam os Supermercados Modelo.
    Ameaça deslocação Sede Empresas para Estrangeiro? Grande Patriota!
    Só ele é que é Bom e Honesto? Nem todos tiveram a sorte de “receber” os bens do Sr.Pinto Magalhães
    Não questiono quem de trabalhador por conta de outrem, fica , segundo dizem, um dos mais ricos de PORTUGAL.
    Deve ser muito mérito

    • Fala como se fosse fácil gerir uma empresa. Não é só receber bens é saber geri-los. Quantas pessoas recebem bens dos pais para depois estoirar tudo? Toda a gente tem defeitos mas ao menos fez alguma coisa para melhorar a economia do país. A maior parte das pessoas nem sabe gerir a sua casa quanto mais dar emprego a outros.

      • Melhorar a vida das pessoas…. ah ah ah…. Ou são hipócritas ou distraidos… Este homem foi o principal responsável pela precarização do trabalho em Portugal. Criou postos de trabalho…. ah ah ah… E que postos de trabalho. Mal remunerados, sem direitos, sem horários,……. Foi o principio da destruição da familia (suporte da nossa sociedade) que agora se debate com problemas de continuidade por falta de crianças… Pudera os jovens(que trabalham) até aos trinta anos não têm fins de semana em conjunto com as namoradas e depois querem familias com filhos??? Cambada de hipócritas ou distraidos… Este homem vai ser lembrado daqui a uns anos como o coveiro da nossa sociedade. Com a liberalização dos horarios de trabalho e dos periodos de funcionamento dos estabelecimentos, que, inteligentemente, este homem fomentou, criou espaço para as suas negociatas imobiliárias… E antes disso sugou o dinheiro aos portugueses nos hiper que lhe deu a possibilidade de tornar um império industrial em falência por falta de capital num negócio financeiro altamente lucrativo…. A inteligência ao serviço do chico-espertismo é de uma pessoa desprezivel…… Adeus BELMIRO, o problçema é que a merda que fizestes continua a deixar aroma na nossa sociedade….

        • A responsabilidade dos horários de trabalho é mundial. Nós estamos em competição com os outros países quer queiramos quer não. Os EUA é que comecaram com o horário de 8 horas. Mas concordo que deviamos ter um horario de trabalho mais curto. Temos um problema de falta de tempo que leva a não haver investimento ou mesmo circulação monetária e economica. Alias, há muitos países que já se deixaram disso das 8 horas há algum tempo.

          Os postos de trabalho são mal renumerados e sem direitos porque não há competição. Se não há mercado não há salário nem direitos. O mercado adapta-se consoante o que existe. Isso é um problema da gestão do país. Quem tem que impor esse tipo de regras é o governo. Não podemos continuar a ter demasiada burocracia e a favorecer quem não tem interesse nenhum em contribuir para o país e a prejudicar os que têm. A meu ver ainda não chegou um partido que ponha essas ideias em claro.

          • E sabe porquê? Porque são gente como o Belmiro que mandam (por detrás das cortinas) nos politicos! O seu raciocínio até tem algo algum mérito, mas encalha nos interesses económicos deste páis (e de todo o mundo). Está tudo enquinado

            • Talvez. Não me admirava a que assim fosse. Pelo menos há rumores que em determinados países é isso que está a acontecer.

            • Não se admirava que assim fosse? “há rumores que em determinados países é isso que está a acontecer”? Não há rumores! Há factos! “Isto” existe no Mundo inteiro! Não é só neste e naquele país! É uma realidade! Algo que ninguém quer ver. Nem sequer o Emanuel.

  2. O PCP votou contra? Alguém está admirado? Pessoalmente acho a maioria das ideias deles completamente tolas mas ao menos são consistentes.

  3. Tolas? O Sr. deve ser “Empresário” e daqueles que foge aos impostos, para achar que a defesa dos trabalhadores são ideias tolas. Podem ser reivindicadas, às vezes de uma forma menos correcta, mas tolas não são de certeza, para quem ganha 557 €.

  4. E quem fala bem do “senhor”? O Pinto, o Cavaco, o Rui Rio, o Rui Moreira, o Santana, o Nabeiro, o Marcelo, a Isabel dos Santos… Tudo gente “boa”… Este homem era um santo… mas só para alguns… Aqueles com pilim ou os que defendem aqueles que têm pilim… O Cavaco diz: “a nossa economia beneficiou enormemente (…)” A economia? Só se for de alguns… E a gente (o povo) sabe bem que portugueses foram esses…

    É muito mau dizer isto, especialmente após o falecimento de um ser humano, mas este “senhor” não vai fazer falta alguma… Muito pelo contrário!

  5. Nunca mais me esqueço deste “senhor empresário-negreiro” a anunciar na televisão o fim dos “empregos para a vida” num país onde a linha entre a sobrevivência e a pobreza dependia desses mesmos empregos. Foi um dos principais impulsionadores da miséria laboral em que se encontram os nossos jovens. No YouTube existem mais pérolas deste senhor. Se fosse parar ao inferno o caso dele devia de ser: ganhar o ordenado mínimo, ter-se a si mesmo como patrão e ter de ouvir-se a si próprio falar das “vantagens” da mão de obra barata e sentir o desespero dos contratos a prazo. Tudo isto enquanto calado, abanava a cabeça num ” sim” resignado para não ser despedido mais cedo.

RESPONDER

PayPal resiste à pandemia. Volume de pagamentos cresce 30% no segundo trimestre

O volume de pagamentos através do PayPal cresceu 30% no segundo trimestre. A empresa parece resistir à pandemia de covid-19, que abalou o setor das viagens, cujos pagamentos estão muitas vezes associados a meios eletrónicos. …

Quatro pessoas morreram nos Estados Unidos depois de beberem desinfetante para as mãos

Quatro pessoas morreram nos Estados Unidos depois de ingerirem desinfetante para as mãos à base de álcool, revelou um relatório do Centros de Controlo e Prevenção de Doenças (CDC) do país esta quarta-feira publicado. De …

Jim Hackett deixa a Ford após três anos de liderança

Ao fim de três anos como CEO da Ford, Jim Hackett será substituído por Jim Farley. Um mandato que fica marcado por problemas financeiros, de produção e pela morte dos três volumes e utilitários. O mandato …

Covid-19: Portugal tem mais 186 casos e quatro pessoas morreram desde sexta-feira

Portugal regista hoje mais quatro mortos e 186 novos casos de infeção por covid-19 em relação a sexta-feira, segundo o boletim diário da Direção-Geral da Saúde. De acordo com o relatório da DGS sobre a situação …

Versão americana da Eurovisão chega em 2021

O Festival Eurovisão da Canção — o maior espetáculo de entretenimento televisivo do mundo — vai chegar aos Estados Unidos no final do próximo ano. A novidade foi divulgada, esta sexta-feira (7), em comunicado oficial. A …

Contratações na TVI após apoios financeiros "suscitam preocupação"

O professor universitário e ex-ministro Miguel Poiares Maduro manifestou "preocupação" relativamente às contratações na TVI, da Media Capital, grupo que beneficia do apoio do Estado, através da compra antecipada de publicidade institucional. Em entrevista à Lusa, …

Invocando Sá Carneiro, Miguel Albuquerque também defende diálogo entre PSD e Chega

O Presidente do Governo Regional da Madeira, Miguel Albuquerque, defendeu que o PSD deve dialogar com vários partidos, incluindo o Chega de André Ventura. Depois de Rui Rio admitir em entrevista à RTP que poderá vir …

Sobe para 18 o número de mortos no acidente de avião na Índia

As autoridades indianas atualizara para 18 o número de mortes no acidente com o avião da Air India Express, que voava do Dubai para Kozhikode, no sul da Índia, e que se partiu em dois …

Luz verde para reabertura de centros de dia. DGS sugere dois metros de distância entre idosos

Os centros de dia vão poder reabrir a partir de 15 de agosto, mas de forma faseada e condicionados a uma avaliação prévia da Segurança Social e entidade de saúde local sempre que funcionem juntamente …

Vacina russa para a covid-19 preocupa cientistas. País pode estar a saltar etapas

Países de todo o mundo continuam na corrida por uma vacina contra a covid-19. A Rússia diz estar prestes a anunciar a vacina, deixando preocupada a comunidade científica, ao passo que Itália avança para os …