Bebé morreu no parto devido a atraso em cesariana de emergência

Jessica Merz / Flickr

A morte de um bebé durante o parto num hospital de Beja foi motivada por falhas de um médico e de uma enfermeira nos procedimentos clínicos efectuados. A conclusão é da Entidade Reguladora da Saúde, que analisou o caso ocorrido no ano passado.

A deliberação da Entidade Reguladora da Saúde (ERS), emitida a 7 de Setembro e agora divulgada pela Rádio Renascença, constata que o bebé de 40 semanas de gestação que morreu no Hospital José Joaquim Fernandes, em Beja, integrado na Unidade Local de Saúde do Baixo Alentejo (ULSBA), morreu devido a negligência médica.

A morte ocorreu durante o parto, a 9 de Abril de 2015, e em consequência de falhas nos procedimentos médicos adoptados, nomeadamente à demora na realização de uma cesariana de urgência.

O relatório da ERS, citado pela Renascença, salienta que o médico “desvalorizou” os primeiros sinais de preocupação dos exames efectuados, para medir o batimento cardíaco do feto.

Quando esses sinais se tornaram mais preocupantes, o médico decidiu fazer a cesariana de emergência, mas a grávida demorou “30 minutos a chegar ao bloco operatório”, fruto da “distância existente” entre o bloco de partos e a zona de realização das cesarianas, conforme aponta a ERS.

A entidade lembra que, a partir do momento em que se decide fazer uma cesariana de emergência, devem decorrer apenas 15 minutos até que a cirurgia comece, de acordo com uma norma da Direcção Geral de Saúde.

A ERS conclui que, de acordo com os registos hospitalares do batimento cardíaco do bebé, este terá falecido no “lapso de tempo” entre a ida do bloco de partos até ao bloco operatório.

Assim, a entidade conclui que o médico e a enfermeira envolvidos no caso “não agiram segundo a legis artis, com o cuidado que lhes era devido e exigido” e que “não agiram conforme seria de esperar, recomendava e esperava”.

Assim, o caso foi enviado para a Ordem dos Médicos por está em causa um “comportamento passível de consubstanciar infracção disciplinar e consequente aplicação de medida disciplinar”, salienta a ERS, conforme cita a Renascença.

Fica ainda o alerta ao hospital para que adopte todas as medidas necessárias para assegurar “o direito dos utentes à prestação de cuidados de saúde de qualidade e com segurança e em tempo útil e adequado à situação concreta de cada utente”.

ZAP

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Com os sistema implementado actualmente vão surgir muitos casos como este infelizmente. Nos dias de hoje porque razão se espera até ás 40/41 semanas de gestação quando na grande % dos casos os bebes já estão formados, tem tamanho e peso mais que suficiente p/ se fazer um parto ás 38 semanas. Isto é desumano quer p/ os futuros pais quer p/ o bebe e depois acontecem casos como este ou que os bebes ficam c/ graves problemas físicos/mentais. È p/ poupar dinheiro em quê? Em matar seres humanos indefesos? E no fim ninguém é culpado, mas tão somente este desumano sistema de saúde que não lembra a ninguém, somente ao DIABO.

RESPONDER

Tweet de Elon Musk afunda Bitcoins (e dá força à criptomoeda que nasceu como meme)

A Tesla vai deixar de aceitar Bitcoins como forma de pagamento. A revelação foi feita por Elon Musk numa publicação no Twitter e levou à queda do valor da criptomoeda no mercado. A par disso, …

Investigadores criam nova solução para óculos de realidade virtual e aumentada

Uma equipa de investigadores criou uma nova tecnologia para fornecer óculos de realidade virtual que não parecem "olhos de inseto". Num novo artigo publicado na Science Advances, os especialistas descrevem a impressão de ótica de forma …

Genética da população portuguesa pode explicar deficiência de vitamina D

Investigadores portugueses concluíram que a população portuguesa tem uma prevalência superior à média europeia de algumas alterações genéticas que levam a uma predisposição para o défice de vitamina D. Este estudo, coordenado pelo Centro Cardiovascular da …

Polónia quer comprar casa de campo francesa (para recuperar o legado de Marie Curie)

A Polónia quer comprar e renovar a casa de campo francesa de Marie Curie e transformá-la num museu, naquele que é um esforço para reivindicá-la como génio científico e pioneira polaca. Embora tenha nascido na Polónia, …

Min Nyo é jornalista, cobriu os protestos em Myanmar e foi condenado a 3 anos de prisão

Min Nyo, um jornalista birmanês de 51 anos, foi condenado a três anos de prisão pela sua cobertura dos protestos na sequência do golpe de Estado em Myanmar. Min Nyo, que trabalhava para a DVB (Voz …

McDonald's e Casa Branca unem-se para sensibilizar população a ser vacinada

Numa parceria com a Casa Branca, a cadeia de fast food norte-americana também está a dar o seu contributo para sensibilizar a população para a vacinação contra a covid-19. A ideia é promover informações relevantes sobre …

Voo "para lado nenhum" esgota em tempo recorde. Bastaram 2,5 minutos

A companhia aérea australiana Qantas vendeu os bilhetes para o próximo "voo para lugar nenhum" em tempo recorde: 2,5 minutos. A Qantas está a promover um novo "voo para lugar nenhum" que dará aos famintos por …

Todos queriam "O Senhor dos Anéis". Mas cinemas chineses foram obrigados a exibir filmes de propaganda

Pequim ordenou que os cinemas chineses divulgassem propaganda em homenagem ao Partido Comunista. Os cinéfilos do país, que clamam pelos filmes de Hollywood, revoltaram-se. A 1 de abril, no dia em que entrou em vigor um …

Presidente da República condecorou Jorge Coelho a título póstumo

Marcelo Rebelo de Sousa condecorou, a título póstumo, o antigo ministro e dirigente socialista Jorge Coelho com a grã-cruz da Ordem do Infante D. Henrique. O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, condecorou esta quinta-feira, …

Comer caladas, autocarro sem parque, pavilhão sujo: assim foi uma final europeia

Episódios quase inacreditáveis rodearam a final feminina da Taça EHF. O diretor da equipa vencedora conta tudo o que aconteceu (e há muito para contar). O Rincón Fertilidad Málaga conquistou a Taça EHF feminina desta época. …