Não, não são enganos: Bayern fora da Liga dos Campeões e Abel venceu por 8-1 na Libertadores

1

 

EPA/Ronald Wittek

Jogadores do Bayern, após empate com Villarreal

Dois desfechos surpreendentes em poucas horas. Vamos ter um novo campeão europeu de futebol: Chelsea também ficou fora da Liga dos Campeões.

Bayern Munique? Na Liga dos Campeões? Vai à final, quase de certeza. E é grande candidato a vencer o torneio. Afinal, não.

O Villarreal terá surpreendido a Europa e o mundo do futebol ao conseguir afastar o Bayern nos quartos-de-final. Depois da vitória em Espanha por 1-0, empatou a um golo em Munique, na noite passada.

Esperava-se uma primeira parte de “sufoco” para os espanhóis. Mas o intervalo chegou sem registo de qualquer oportunidade clara de golo para o Bayern; aliás, até foi Moreno a estar perto de marcar para o Villarreal.

O início da segunda parte foi bem diferente. Upamecano ameaçou e logo a seguir Lewandowski marcou e igualou a eliminatória.

Aí sim, o Bayern apertou, queria passar para a frente, mas Müller e Coman não conseguiram chegar ao golo.

O Villarreal defendia mais do que atacava mas eis que, a apenas dois minutos do final, Chukwueze (que tinha entrado pouco antes) finalizou da melhor forma um contra-ataque e “gelou” os alemães.

A equipa espanhola, que já tinha afastado a Juventus nos oitavos-de-final, vai estar pela segunda vez nas meias-finais da Liga dos Campeões.

“O treinador do Bayern tinha dito que queria sentenciar a eliminatória logo no primeiro jogo. Não o conheço mas acho que faltou um pouco de respeito pelo Villarreal. Às vezes, o que cospes cai-te em cima”, disse Dani Parejo, jogador do Villarreal, recordando declarações de Julian Nagelsmann.

As meias-finais da Liga dos Campeões vão ter, no mínimo, duas equipas espanholas. O Real Madrid ainda tremeu em casa contra o Chelsea, esteve a perder por 0-3, reduziu para 1-3 perto dos 90 minutos (tinha vencido com esse resultado em Londres); mas no prolongamento Benzema voltou a resolver. Derrota por 2-3 mas passagem do Real.

Assim os dois últimos campeões europeus estão fora da Liga dos Campeões: Bayern em 2020 e Chelsea em 2021.

8 golos na Libertadores?

Noutro continente, na Taça Libertadores, Palmeiras já partia como claro favorito para o duelo com o Independiente Petrolero, na segunda jornada do Grupo A. Mas provavelmente ninguém acertou no resultado: 8-1.

Neste caso destacou-se claramente um jogador: Rafael Navarro marcou quatro golos. Contou com ajuda de Zé Rafael, Rony e Raphael Veiga (bis).

Nunca o Palmeiras tinha marcado oito golos num jogo da Libertadores. Abel Ferreira – que nem esteve no banco por ter sido suspenso – nunca tinha visto o seu Palmeiras marcar oito golos, em qualquer competição.

No duelo entre treinadores portugueses na Libertadores, Paulo Sousa derrotou Pedro Caixinha. O Flamengo levou a melhor sobre o Talleres por 3-1, no Grupo H.

  Nuno Teixeira da Silva, ZAP //

1 Comment

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.