Barcelona nas ruas. Porque “não temos medo”

Alejandro Garcia / EPA

Uma manifestação contra o terrorismo, convocada sob o lema “não temos medo” após os atentados na Catalunha, junta hoje, em Barcelona, milhares de pessoas, em resposta ao apelo das autoridades locais mas também do primeiro-ministro de Espanha.

Organizada pela Câmara Municipal de Barcelona e pelo governo regional da Catalunha, liderados por Ada Colau e Carles Puigdemont, respetivamente, a manifestação é secundada por concentrações noutras cidades, como Madrid, Valência, Alicante, Castelló e Vigo, com o mesmo lema e inicio à mesma hora, às 18:00 locais (17:00 em Lisboa).

O rei Felipe VI participa na manifestação, organizada após os atentados da semana passada, em Barcelona e Cabrills, onde morreram 15 pessoas, incluindo duas portuguesas, e mais de 100 ficaram feridas.

Em declarações aos jornalistas, aquando da convocação da manifestação, os dois dirigentes catalães convidaram todos os organismos de Estado, instituições e organizações sociais para se juntarem a esta iniciativa que, disseram, visa unir todos os cidadãos para levantar as suas vozes contra a atrocidade de ataques terroristas.

“Queriam-nos de joelhos na Rambla mas levantámo-nos e pusemo-nos de pé com mais força e com o grito de ‘não temos medo’ que já se ouviu em todo o mundo”, assegurou Puigdemont, que disse que a Catalunha “é um país da diversidade e quer que continuar a sê-lo”

O primeiro-ministro espanhol, Mariano Rajoy, juntou-se ao apelo pedindo, sexta-feira, a todos os espanhóis para participarem nas concentrações, manifestando o seu carinho pela Catalunha e a sua capital.

“Quero apelar a todos para participarem na manifestação de amanhã (hoje) em Barcelona. Com toda a sociedade catalã e toda a Espanha, voltaremos a dar uma mensagem de unidade e de rejeição do terrorismo e de carinho pela cidade de Barcelona“, declarou Rajoy numa conferência de imprensa.

Em Barcelona, o início da manifestação é nos Jardins de Gràcia, seguindo para o Paseo de Gràcia em direção à praça da Catalunha.

Em Madrid, a concentração terá lugar na Porta do Sol, em Valência na Praça do Município, em Alicante na Praça Muntañeta, em Castelló na Praça Maria Agustina e em Vigo na Calle Princípe.

Também este sábado, o jornal madrileno El País publicou um vídeo com depoimentos de apoio a Barcelona, que a chamou “Carta de amor de Madrid a Barcelona“.

Porque te quiero. Y no tiengo medo.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Mesmo depois da morte de Ihor, centro do aeroporto ainda tem videovigilância "muito limitada"

Um ano e meio após a morte de Ihor Homeniuk, o centro de instalação temporária do aeroporto de Lisboa (CIT) continua sem cobertura total de câmaras de videovigilância em zonas comuns. A situação atual distancia-se daquilo …

Liveblog Autárquicas. Ventura "muito confiante" nos resultados do Chega

Realizam-se este domingo Eleições Autárquicas em Portugal, nas quais está em jogo a eleição de 308 presidentes de câmaras municipais, os seus vereadores e assembleias municipais, bem como 3091 assembleias de freguesia. Acompanhe tudo no …

Arqueólogos desenterram (acidentalmente) ossadas com 800 anos no Peru

Os restos mortais de oito pessoas, com aproximadamente 800 anos de idade e enterrados com alimentos e instrumentos musicais na mesma câmara funerária, foram encontrados ao sul de Lima, no Peru, durante a instalação de …

Marcelo apela ao voto "por memória deste ano e meio que não esqueceremos"

O Presidente da República considerou que votar nas eleições autárquicas é mais importante do que nunca para o país recomeçar a viver e a sair das crises sanitária, económica e social. Este apelo ao voto foi …

Onde e como? Um guia para votar nas eleições autárquicas

As mesas de voto das eleições autárquicas abriram hoje às 08:00 no continente e na Madeira para a escolha dos dirigentes dos municípios e das freguesias para os próximos quatro anos. Nos Açores, as urnas abrem …

Ensino Superior: 33% dos candidatos ficaram de fora. Veja se ficou entre os colocados

Mais de 49 mil novos estudantes entraram agora para o ensino superior, tendo ficado sem colocação 33% dos candidatos à primeira fase do concurso nacional de acesso, revelam dados divulgados hoje pelo Ministério do Ensino …

Pessoas mais pobres são vistas como menos suscetíveis à dor

Um novo estudo indica que os indivíduos de classe baixa são estereotipados como insensíveis à dor física, o que pode impactar os seus cuidados médicos. “As estatísticas de saúde indicam que as pessoas ricas recebem um …

As crianças têm dez vezes mais micro-plásticos nas fezes do que os adultos

Uma equipa de cientistas da Universidade de Nova Iorque, nos Estados Unidos, usou espectrometria de massa para medir os níveis de micro-plásticos compostos de policarbonato (PC) e de polietileno tereftalato (PET) presentes nas fezes crianças …

MIT desenvolve mão robótica insuflável (que devolve o tato aos amputados)

Apesar de haver membros biónicos altamente articulados, concebidos para detetar os sinais musculares residuais e imitar roboticamente os seus movimentos pretendidos, a destreza de alta tecnologia tem um custo muito alto. Recentemente, engenheiros do Massachusetts Institute …

É agora possível os robôs mexerem-se sozinhos, graças a novos polímeros de alta energia

Através do uso de novos polímeros que armazenam mais energia e são depois aquecidos, investigadores da Universidade de Stanford conseguiram colocar manequins a mexer os braços sozinhos. Era ver robots a mexer os braços sozinhos, pelo …