CIA avisou em maio para atentado em Barcelona. Catalunha nega

David Armengou / EPA

Segundo um novo balanço divulgado pelo Governo da Catalunha, o ataque ocorrido hoje provocou pelo menos 13 mortos e mais 50 feridos.

Os serviços secretos dos EUA contactaram os agentes para lhes transmitirem os indícios recolhidos e que apontavam para a existência de planos do Estado Islâmico para atacar no verão “zonas turísticas concorridas” de Barcelona.

A polícia da Catalunha recebeu um alerta da agência norte-americana de serviços secretos, CIA, a 25 de maio, sobre a existência de um plano do autodenominado Estado Islâmico para um atentado no verão, especificamente nas Ramblas (Barcelona).

O El Periódico de Catalunya escreveu, esta quinta-feira, que também a 25 de maio o Centro Nacional de Inteligência (CNI) e as forças de Estado informaram a polícia catalã.

Os serviços secretos dos Estados Unidos contactaram os agentes para lhes transmitirem indícios recolhidos pela Agência Central de Inteligência (CIA) sobre os planos do EI de atacar no verão “zonas turísticas concorridas” de Barcelona e “especificamente as Ramblas”.

O mesmo jornal diário tinha já dado essa informação a 17 de agosto, pouco depois do atentado na capital catalã, mas a notícia foi desmentida posteriormente por várias autoridades locais, incluindo o presidente da região, Carles Puigdemont.

As autoridades catalãs voltaram a negar esta quinta-feira que a CIA tenha avisado sobre um atentado planeado para Barcelona. No entanto, admitiram ter recebido dicas de fontes não consideradas credíveis.

O responsável pela administração interna regional catalã, Joaquim Forn, falou em conferência de imprensa dizendo que não recebeu qualquer aviso por parte da CIA ou do Centro Nacional Contra o Terrorismo, acrescentando que esses avisos foram feitos através de canais estatais.

No entanto, as autoridades admitiram ter recebido dicas para possíveis ataques vindas de outras fontes consideradas não credíveis. Joaquim Forn, acrescentou que os avisos foram transmitidos ao Estado pelo que o tema não foi levado às reuniões de avaliação porque não foi valorizado, apesar de ter sido feito um reforço de segurança nas Ramblas.

Espanha foi a meio deste mês alvo de dois ataques terroristas, em Barcelona e em Cambrils, na Catalunha, que fizeram 16 mortos, entre os quais duas portuguesas, e 125 feridos. Os ataques foram reivindicados pelo EI.

Segundo as autoridades espanholas, a célula responsável pelos ataques era constituída por 12 homens, oito dos quais foram abatidos e quatro detidos após os ataques. Dos quatro detidos, dois foram libertados condicionalmente e outros dois estão detidos sem fiança.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

"Tofu nunca causou uma pandemia", publica PETA em outdoors

A organização de direitos dos animais PETA está a incentivar os norte-americanos a experimentar tofu, através de anúncios em 'outdoors' nos Estados Unidos (EUA) onde defendem que o produto de soja "nunca causou uma pandemia". A …

Portugueses estão menos preocupados com a pandemia, mas apreensivos com a economia

O grau de preocupação com a pandemia diminuiu de 80,9% durante o estado de emergência para 76,2% no estado de calamidade, mas os portugueses estão mais alerta quanto ao impacto na economia, conclui um inquérito …

Nova morte, saqueamentos e protestos. Minneapolis vive caos após homicídio de George Floyd

Um homem foi encontrado morto a tiro, na madrugada de hoje, suspeito de ter sido vítima dos protestos, em Minneapolis, contra a morte de um homem negro sob custódia policial. Durante a noite de quarta-feira, milhares …

Filho de Deeney tem problemas respiratórios. Jogador foi alvo de abusos por recusar treinar

O futebolista Troy Deeney, capitão do Watford, revelou que tem sido alvo de abusos e comentários depreciativos, por ter recusado voltar aos treinos, face aos problemas respiratórios do seu filho. “Vi comentários em relação ao meu …

Parlamento aprova alargamento de apoios a todos os sócios-gerentes afetados pela pandemia

O parlamento aprovou hoje, em votação final global, um texto final que alarga os apoios no âmbito do `layoff´ aos sócios-gerentes das micro e pequenas empresas afetadas pela pandemia covid-19, independentemente do volume de faturação. Com …

Pandemia de covid-19 alimenta corrupção na América Latina

A propagação da Covid-19 na América Latina está a alimentar a corrupção nos vários países que a integram, que vai desde a inflação dos preços a situações de aproveitamento económico e de ligações entre políticos …

Mais de 500 católicos portugueses contra proibição de comunhão na boca

Mais de 500 católicos portugueses, entre leigos e sacerdotes, apelaram à Conferência Episcopal Portuguesa para revogar a proibição de os fiéis receberem a comunhão na boca, por causa da pandemia de covid-19, informou na quarta-feira …

Adeptos recusam devolução dos bilhetes. Bayern distribui dinheiro por clubes amadores

Os adeptos do Bayern renunciaram ao direito de serem reembolsados pelos bilhetes comprados para os jogos até ao final da temporada. O clube decidiu distribuir o dinheiro pelos emblemas amadores da região da Baviera. Tal como …

Trabalhadores acusam TAP de pagar abaixo do salário mínimo a tripulantes em lay-off

O Sindicato Nacional do Pessoal de Voo da Aviação Civil (SNPVAC) acusou hoje a TAP de não estar a pagar o previsto na lei do ‘lay-off’, indicando vários casos em que a remuneração é inferior …

Tesla baixa preço de quase todos os modelos nos Estados Unidos

A empresa de carros elétricos Tesla baixou o preço dos Modelos 3, S e X no mercado norte-americano, visando estimular as vendas que estão em declínio durante a pandemia, avança a agência Reuters. O semanário …