O “banco mais burro da Alemanha” voltou a transferir milhões de euros por engano

wecand / Flickr

Edifício sede do KfW em Frankfurt, Alemanha

O Banco de Desenvolvimento Estatal Alemão (KfW) voltou a enganar-se, transferindo quase 6 mil milhões de euros para vários bancos devido a uma “falha técnica”.

Em Setembro de 2008, o KfW transferiu por engano mais de 300 milhões de euros para o Lehman Brothers no dia em que o Banco de Investimento norte-americano entrou em bancarrota.

Desta vez, o erro sucedeu em Fevereiro passado, com a transferência de quase 6 mil milhões de euros para vários bancos, conforme reporta a agência de notícias financeiras Bloomberg.

De acordo com a agência, foi o Banco Central Alemão, Bundesbank, que alertou o KfW para a anomalia, depois de este ter ficado com as suas contas a descoberto.

A transferência por engano terá sido motivada pela ocorrência de “uma falha técnica que repetiu pagamentos únicos múltiplas vezes”, salienta a Bloomberg, citando uma fonte interna do banco que não se quis identificar.

O KfW já admitiu a falha, lamentando o incidente e realçando que foi motivado por um “erro humano devido a uma configuração errada”, conforme nota enviada por email à Bloomberg.

“O erro foi rapidamente identificado e eliminado e as quantidades pagas em excesso foram reivindicadas com sucesso”, garante também o banco estatal alemão que assegura que “o comportamento incorrecto do sistema” foi detectado “muito cedo no processo”, o que permitiu mitigar “imediatamente a acção indesejada”.

O KfW acrescenta que já lançou “auditorias internas e externas” de modo a “clarificar em detalhe as causas do incidente e a retirar as conclusões correspondentes”.

Este caso vem colocar novamente em evidência, e pelas piores razões, a instituição financeira alemã que, em 2008, na altura do erro com o Lehman Brothers, foi apelidada pela imprensa germânica como o “Banco mais burro da Alemanha”.

Num tom mais sério, a “falha técnica” assume contornos de preocupação, tanto mais depois de uma auditoria recente, efectuada pela Autoridade Federal de Supervisão Financeira da Alemanha (mais conhecida por BaFin), ter detectado que os sistemas informáticos do KfW são desadequados e expõem o banco a riscos de segurança, conforme reporta a Bloomberg.

ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. É o tipo de burro que se faz de burro e pode ser que ninguém repare!
    Mais uma vez os alemães a demonstrarem que são correctissímos, cumpridores e que não falham, só os outros é que falham e roubam!

Responder a Celta Cancelar resposta

Turista danifica escultura do século XIX enquanto posa para fotografia (e é apanhado pelas câmaras de vigilância)

A polícia italiana identificou um austríaco de 50 anos que danificou uma estátua do século XIX num museu em Itália, enquanto posava para uma fotografia. O incidente ocorreu no passado dia 31 de junho, segundo …

Covid-19: Brasil supera as 100.000 mortes

O Brasil ultrapassou hoje a barreira das 100.000 mortes associadas à covid-19, quase cinco meses depois da confirmação do primeiro óbito no país, indicam dados oficiais divulgados pelas secretarias regionais de Saúde. Segundo os mais recentes …

As vacas leiteiras têm relações complexas (que se alteram quando mudam de grupo)

Uma nova investigação levada a cabo por cientistas do Chile e dos Estados Unidos concluiu que as vacas leiteiras vivem em redes sociais complexas que se alteram quando estes animais são movidos para outros grupos.  Para …

Virgin Galactic quer desenvolver avião comercial supersónico (que promete superar a velocidade do som)

A Virgin Galactic vai aliar-se à Rolls-Royce para criar um avião comercial supersónico, ainda mais rápido do que o mítico Concorde. A empresa de turismo espacial Virgin Galactic anunciou uma parceria com a Rolls-Royce para desenvolver …

PayPal resiste à pandemia. Volume de pagamentos cresce 30% no segundo trimestre

O volume de pagamentos através do PayPal cresceu 30% no segundo trimestre. A empresa parece resistir à pandemia de covid-19, que abalou o setor das viagens, cujos pagamentos estão muitas vezes associados a meios eletrónicos. …

Quatro pessoas morreram nos Estados Unidos depois de beberem desinfetante para as mãos

Quatro pessoas morreram nos Estados Unidos depois de ingerirem desinfetante para as mãos à base de álcool, revelou um relatório do Centros de Controlo e Prevenção de Doenças (CDC) do país esta quarta-feira publicado. De …

Jim Hackett deixa a Ford após três anos de liderança

Ao fim de três anos como CEO da Ford, Jim Hackett será substituído por Jim Farley. Um mandato que fica marcado por problemas financeiros, de produção e pela morte dos três volumes e utilitários. O mandato …

Covid-19: Portugal tem mais 186 casos e quatro pessoas morreram desde sexta-feira

Portugal regista hoje mais quatro mortos e 186 novos casos de infeção por covid-19 em relação a sexta-feira, segundo o boletim diário da Direção-Geral da Saúde. De acordo com o relatório da DGS sobre a situação …

Versão americana da Eurovisão chega em 2021

O Festival Eurovisão da Canção — o maior espetáculo de entretenimento televisivo do mundo — vai chegar aos Estados Unidos no final do próximo ano. A novidade foi divulgada, esta sexta-feira (7), em comunicado oficial. A …

Contratações na TVI após apoios financeiros "suscitam preocupação"

O professor universitário e ex-ministro Miguel Poiares Maduro manifestou "preocupação" relativamente às contratações na TVI, da Media Capital, grupo que beneficia do apoio do Estado, através da compra antecipada de publicidade institucional. Em entrevista à Lusa, …