Avião desaparecido teve problemas mas Interpol investiga atentado

francescoprocida / Flickr

Avião Boeing 777 da Malaysia Airlines

Avião Boeing 777 da Malaysia Airlines

O Boeing 777-200, que desapareceu com 239 pessoas a bordo, teve problemas numa das asas em 2012, mas foi completamente reparado e teve “luz verde” para voar, informou este domingo a Malaysia Airlines.

O incidente de 2012 ocorreu numa leve colisão com uma aeronave que estava na pista do Aeroporto Internacional de Shanghai Pudong, segundo relatos anteriores.

“O avião tinha uma parte da asa cortada. Uma porção, possivelmente de 1 metro, foi arrancada”, disse aos jornalistas o presidente da companhia, Ahmad Jauhari, acrescentando que o problema foi reparado pela Boeing, que garantiu que o avião “estava seguro para voar”.

O Boeing 777-200, que fazia o voo MH370, de Kuala Lumpur a Pequim, desapareceu na sexta-feira. A sua última localização foi registada nas águas entre a Malásia e o Vietname.

No entanto, ainda não foram encontrados destroços, embora as autoridades do Vietname e da Malásia tenham dito que manchas de combustível detectadas no mar estavam perto do local onde foi perdido o contacto com o avião.

Parentes dos passageiros partem esta segunda-feira para Kuala Lumpur, capital malaia, onde serão assistidos pela companhia. De acordo com a Xinhua, agência oficial de notícias da China, cinco parentes de cada um dos passageiros chineses do avião desaparecido poderão seguir num voo especial, disse o porta-voz da Malaysia Airlines, Ong Ming Choy.

Segundo as autoridades malaias, é possível que os pilotos tenham tentado voltar a Kuala Lumpur, uma vez que as informações de radar indicam mudança de rota.

Avião poderá ter-se desintegrado no ar

A investigação preliminar ao desaparecimento do avião das linhas aéreas da Malásia aponta para desintegração no ar. A hipótese foi avançada pela agência Reuters, que cita fonte da investigação, dando seguimento à tese de terrorismo, que está a ser investigada depois de terem sido divulgadas informações sobre dois passageiros que viajariam com passaportes roubados na Tailândia.

Pelo menos dois passaportes – um austríaco e um italiano – estavam registados na base de dados como perdidos ou roubados. O primeiro-ministro da Malásia, Najib Razak, afirmou que o sistema de segurança dos aeroportos do país pode ser revisto.

Os dois passaportes roubados foram usados no mesmo dia, na mesma agência, para comprar passagens para o voo MH370, reforçando a ideia de atentado terrorista.

ZAP / Lusa / ABr

PARTILHAR

RESPONDER

Extinção do SEF aprovada na especialidade no Parlamento

A proposta do PS e do Bloco de Esquerda sobre a extinção do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) foi aprovada na Comissão de Assuntos Constitucionais, Direitos, Liberdades e Garantias, esta quarta-feira. Segundo o jornal Público, …

Steve Bannon deve ser investigado por envolvimento no ataque ao Capitólio, indica Comissão responsável

Antigo conselheiro de Donald Trump foi aconselhado pelo antigo presidente e pela respetiva equipa de advogados a não colaborar com a comissão especial designada para investigar os ataque. A Comissão responsável por investigar o ataque ao …

Trânsito em Lisboa regista valores mais altos do que em pré-pandemia - e há uma razão para isso

O trânsito na capital tem registado valores que ultrapassaram os da pré-pandemia. O receio que as pessoas ainda têm de usar transportes públicos é visto como o principal fator. Se durante o período de confinamento circular …

Qualificações mais elevadas já não garantem salários altos aos jovens. Contratos a prazo triplicam face às gerações anteriores

Estudar mais anos em Portugal já não é representativo de remunerações mais elevadas. Esta é a principal conclusão de um estudo desenvolvido pela Fundação Calouste Gulbenkian, centrado nas diferenças e semelhanças entre as gerações de …

Ordem dos Médicos define equipas mínimas para urgências, mas números são "impraticáveis"

A Ordem dos Médicos (OM) decidiu avançar com uma uma proposta de regulamento que define a dimensão mínima das equipas que asseguram o funcionamento de serviços de urgência nos hospitais. Numa altura em que se prevê …

Turistas estão de volta, mas agora falta pessoal nos hotéis

Os turistas estão a voltar às cidades portugueses, nomeadamente a Lisboa, onde os hotéis se debatem agora com um novo problema, a falta de pessoal qualificado. Há responsáveis que já falam da necessidade de fazer …

Gestão do PRR faz tremer Governo dos Açores (que foi bombardeado por críticas)

O Governo dos Açores tem sido acusado de beneficiar empresas no acesso às verbas das Agendas Mobilizadores do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR). Esta polémica levou à marcação de um debate de urgência, que ficou …

Inédito na medicina. Rim de porco foi transplantado com sucesso num humano

Pela primeira vez na história, uma equipa médica conseguiu transplantar um rim de porco geneticamente modificado num humano. Foi uma experiência num paciente em morte cerebral, mas que abre portas à utilização de rins de …

Golo do FC Porto: como não assinalaram falta do Taremi?

Avançado do FC Porto desviou Ismaël Bennacer, no momento decisivo do FC Porto 1-0 AC Milan. Mas os portistas mereceram ganhar. Stefano Pioli admitiu que o FC Porto venceu o AC Milan (1-0), na terceira jornada …

Senado defende que Bolsonaro seja acusado de genocídio devido à sua gestão da pandemia

Um relatório do Senado brasileiro defende que o Presidente Jair Bolsonaro deve ser acusado de homicídio pela sua gestão da pandemia de covid-19 no país. O documento ainda pode ser alterado pelos senadores, pois só vai …