Aversão de Barbara Bush a Trump vem dos anos 90 (e chegou a afetar-lhe o coração)

Tannen Maury / EPA

Barbara e George H. W. Bush

A aversão que a ex-primeira dama Barbara Bush sentia ao atual presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, data dos anos 90. Era tão intensa que chegou a afetar-lhe o coração.

A aversão que a ex-primeira dama Barbara Bush sentia ao atual presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, data dos anos 90 e era tão intensa que chegou a causar-lhe uma crise cardíaca, que qualificou de “ataque de coração”, de acordo com extratos de uma biografia avançados esta quarta-feira.

“Tecnicamente não foi um ataque de coração, embora Barbara Bush chamasse assim. Foi uma crise na sua longa batalha contra a insuficiência cardíaca congestiva e a doença pulmonar crónica de que padecia”, explicou esta quarta-feira a jornalista do jornal USA Today e autora do livro biográfico, Susan Page.

Em A matriarca, título da biografia, Page recolhe uma série de entrevistas com a esposa do ex-presidente George H. W. Bush (1989-1993) e mãe do também ex-presidente George W. Bush (2001-2009), falecida em abril do ano passado.

O episódio cardíaco descrito pela autora aconteceu durante a campanha eleitoral de 2016, na qual o agora Presidente norte-americano atacou com veemência um dos seus filhos, Jeb Bush, que também pretendia obter a candidatura presidencial do Partido Republicano.

A escritora relembra como Trump atacou Jeb Bush precisamente pelo apoio que tinha recebido da sua mãe durante a campanha, ao que Barbara Bush respondeu numa entrevista com a emissora CBS: “Pelo amor de Deus, (o presidente russo Vladimir) Putin apoia-o a ele; Putin é o pior e aprovou Trump!“.

No entanto, a aversão da ex-primeira dama não se deve às estratégias políticas do atual Presidente, já que datam dos anos 90, como demonstra uma anotação de 1992 no seu diário – ao qual a jornalista teve acesso – onde acusava o magnata de ser “um autêntico símbolo da avareza dos anos 80″.

Pouco depois do mediático divórcio de Donald Trump da sua primeira esposa, Ivana, Barbara Bush escreveu que o apelido Trump se tinha tornado numa “nova palavra” que “significa cobiça, egoísmo e fealdade“.

O seu nível de rejeição para com Donald Trump foi aumentando consoante o crescimento da sua popularidade e alcançou o seu máximo quando este se tornou no líder de um partido historicamente muito vinculado à sua família: o Republicano.

Por este motivo, não é de estranhar que a nomeação de Trump como candidato do partido conservador a levasse a repensar os seus sentimentos, segundo Page, que perguntou numa ocasião à ex-primeira dama se continuava a sentir-se republicana.

Atualmente, diria provavelmente que não“, respondeu.

ZAP // EFE

PARTILHAR

RESPONDER

Boris Johnson comparou o Reino Unido ao Hulk (e ele não gostou)

Há 12 anos que o ator Mark Ruffalo encarna Hulk, uma das mais célebres personagens da Marvel, no cinema. Agora, decidiu pronunciar-se sobre o Brexit, depois de Boris Johnson ter evocado Hulk. Para o primeiro-ministro, o …

Família encontrou mais de 2.200 fetos preservados em casa de médico norte-americano

Uma família encontrou mais de 2.200 fetos preservados na casa de um médico norte-americano que morreu no início deste mês. O The Guardian avançou este domingo que uma família encontrou 2.246 fetos preservados em casa de …

Mais plástico e menos peixe. Explorador britânico teme pelo mar português

Farto de ver cada vez mais plástico e menos peixe no oceano, o veterano explorador e documentarista britânico Paul Rose defende que Portugal deve criar mais áreas marinhas protegidas. Paul Rose, que mergulha desde os anos …

Há 10 anos, Banksy pintou chimpanzés no Parlamento inglês. Agora, o quadro vai a leilão

Em 2009, o artista de rua conhecido como Banksy pintou uma enorme tela a óleo do parlamento inglês, mas em vez de deputados os tribunos eram chimpanzés. Banksy pintou o quadro, com quatro metros de comprimento, …

Tempestade em Espanha derrubou palmeira que era Património da Humanidade

A queda de "La Centinela", a árvore mais alta do conjunto que a Unesco classificou como Património da Humanidade desde 2000, está entre os danos materiais causados pela passagem da "gota fria" - um fenómeno …

Dador de esperma teve 12 filhos com autismo (e foi processado)

Danielle Rizzo tem dois filhos autistas, um com seis anos e outro com sete. Ambos foram concebidos com recurso a um dador anónimo. Há três anos, Rizzo descobriu que estes fazem parte de uma "família" …

Em Hollywood, os homens ganham mais 1 milhão de dólares do que as mulheres

Uma equipa de economistas analisou o salário de 246 atores e atrizes e concluiu que as mulheres ganham em média menos 56% do que os homens na indústria cinematográfica, pelos mesmos papéis. A diferença média entre …

"O primeiro passo para salvar o planeta é eleger outro presidente dos EUA"

John Kerry esteve em Lisboa para o encerramento da conferência "O Futuro do Planeta". O ex-secretário de Estado de Barack Obama lembrou que na luta para salvar a Terra, "não estamos a ganhar". John Kerry começou …

Gibraltar dissolve o parlamento e convoca eleições antes da data do Brexit

O chefe do governo de Gibraltar dissolveu esta segunda-feira o parlamento e convocou eleições para 17 de outubro, com o objetivo de preparar este território britânico situado no extremo sul de Espanha para o Brexit, …

Aumento do turismo nos Açores provoca mais acidentes de viação (mas menos graves)

O aumento de viaturas de aluguer que circulam nas estradas açorianas tem levado a um aumento da sinistralidade, ainda que muitos deles não sejam registados. Ainda assim, os acidentes são, no geral, menos graves. Quem o …