Mais de 12.000 km sem escalas. Ave pulveriza recorde mundial depois de voar do Alasca à Nova Zelândia

Uma ave bateu um novo recorde mundial depois de voar mais de 12.200 quilómetros do Alasca à Nova Zelândia sem qualquer escala.

O percurso do pássaro foi rastreado pela Global Flyway Network, um grupo de conservação que estuda aves migratórias de longa distância, conta o portal IFL Science.

A ave pertence ao grupo Limosa, segundo os especialistas, que detalharam que o pássaro tem uma estrutura aerodinâmica de um “caça a jato”, característica que lhe permitiu partir do noroeste da América a 16 de setembro e chegar à Oceânia 11 dias depois.

A velocidade de voo foi de até 88 quilómetros por hora.

O espécime, um macho, tinha um dispositivo de monitorização de satélite colocado na parte inferior das costas para acompanhar o seu regresso, juntamente com outras quatro aves que deixaram o Alasca juntas, onde passaram dois meses a alimentar-se.

“[Estes animais] parecem ter uma certa habilidade em saber onde estão no mundo. Não podemos realmente explicar, mas parecem ter um mapa a bordo“, disse Jesse Conklin, especialista da Global Flyway Network, em declarações ao jornal britânico The Guardian.

O peso padrão de uma Limosa pode oscilar entre 190 e 400 gramas.

Contudo, antes de um voo, a espécie é capaz de duplicar o seu tamanho, mas tem ainda a capacidade de encolher os seus órgão internos para aliviar a carga.

O especialista disse também que estas aves “têm uma taxa de conversão de combustível em energia incrivelmente eficiente”, comparando a estrutura do seu corpo a um avião de combate com “asas longas e pontiagudos” que lhes dá “grande potencial aerodinâmico”.

Suspeita-se que os pássaros não durmam durante a viagem, onde na maioria das vezes batem as asas. O antigo recorde do voo sem escalas mais longo já registado por um pássaro foi de 11.680 quilómetros em 2007.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Caça ao tesouro secular. Lendária ilha pode esconder Santo Graal, manuscritos de Shakespeare e jóias reais

Perto da Nova Escócia, no Canadá, há uma lendária ilha com misteriosos túneis e estranho artefactos. Há quem acredite que esconde o Santo Graal, os manuscritos de Shakespeare e um tesouro de um capitão. Porém, …

Aprender "baleiês" pode evitar choque de navios com o animal

Uma equipa de cientistas da Universidade de Stanford, nos Estados Unidos, tem uma nova ideia para salvar as baleias-azuis em migração das colisões com navios. Durante a época de migração das baleias-azuis, os animais enfrentam sérios …

Afinal, os carros elétricos não são a melhor resposta para combater as alterações climáticas

Os carros elétricos, surgem como alternativas mais sustentáveis aos veículos a gasolina ou gasóleo, podem não ser a melhor forma de combater as alterações climáticas no âmbito dos transportes, de acordo com um novo estudo. …

Seria Jesus um mágico? Há arte romana que parece sugerir que sim

Em alguma arte antiga, Jesus é retratado a fazer milagres com algo na mão que parece ser uma varinha. Investigadores sugerem que se trata de um cajado, que era usado como símbolo de poder. Segundo a …

Nem todos os clubes estão a afundar – alguns estão a prosperar durante a pandemia

Nem todos os clubes estão a sofrer às mãos desta pandemia de covid-19. Alguns deles têm conseguido bons resultados financeiros apesar da crise. A covid-19 provou ser um adversário devastador para o desporto profissional em todo …

Kibus: o aparelho que vai revolucionar a forma como os nossos cães se alimentam

Ter cães como melhores amigos pode ser muito benéfico, mas também traz a sua dose de trabalho e responsabilidades. Levar ao veterinário, dar banho, levar a passear, brincar, dar de comer... No fundo é como …

Marta Temido antevê dias complicados e alta pressão sobre o SNS (e admite novas medidas)

A ministra da Saúde disse que se vive "um momento muito difícil da evolução da pandemia em Portugal e na Europa" e que "os próximos dias se anteveem complicados e com elevada pressão sobre o …

O maior navio de guerra americano disparou o seu primeiro míssil

O maior navio de guerra norte-americano, o USS Zumwalt, disparou pela primeira vez um míssil. O projétil disparado intercetou com sucesso o alvo de teste. Em 2015, o maior e mais futurista contratorpedeiro da Marinha norte-americana …

Republicanos no Senado preparam-se para um possível "mundo pós-Trump"

Enquanto os republicanos enfrentam um eleição que pode trazer más notícias para o Presidente e o seu partido, alguns começam a se distanciar de Donald Trump, ao mesmo tempo que tentam não atrair a sua …

Dez curiosidades sobre o asteróide Bennu

A primeira missão da NASA a enviar uma amostra de um asteroide antigo chegou ao seu alvo, o asteroide Bennu, no dia 3 de dezembro de 2018. Esta missão, OSIRIS-REX (Origins, Spectral Interpretation, Resource Identification, Security-Regolith …