Autoridades russas invadem mosteiro e detêm monge que nega existência da covid-19

As forças especiais da polícia russa invadiram um mosteiro para deter um monge que repreendeu o Kremlin e a liderança da Igreja Ortodoxa Russa e negou a existência do coronavírus.

Durante a detenção, as autoridades entraram em confronto com os apoiantes do monge Sergiy, que se encontrava no mosteiro Sredneuralsk, nos montes Urais. Este foi levado de avião para Moscovo, acusado de incitar ações suicidas nos seus sermões, nos quais exortava os crentes a “morrerem pela Rússia”. Este negou as acusações.

Quando o coronavírus chegou à Rússia, no início do ano, o monge de 65 anos negou a sua existência e classificou os esforços do governo para conter a pandemia como o “acampamento eletrónico de Satanás”, afirmando que as vacinas contra a covid-19 fazem parte de um plano global para controlar as pessoas através de chips, noticiou o Guardian.



Sergiy, que pediu aos seguidores que desobedecessem às medidas de contenção do governo, se escondeu no mosteiro perto de Ekaterinburg, que o próprio fundou. Dezenas de voluntários, incluindo veteranos do conflito separatista no leste da Ucrânia, ajudaram a fazer cumprir as suas ordens.

O monge repreendeu o Presidente russo, Vladimir Putin, considerando-o um “traidor da pátria”, que está a servir um “governo mundial” satânico. Repreendeu também o chefe da Igreja Ortodoxa Russa, o Patriarca Kirill, bem como outros clérigos, indicando que se tratam de “hereges” e que deviam ser “expulsos”.

A Igreja Ortodoxa Russa retirou Sergiy do seu posto de abade em julho, por quebrar as regras monásticas, mas este rejeitou a decisão e ignorou a intimação das autoridades.

Centenas de apoiantes de Sergiy continuaram a se manifestar no mosteiro, horas depois que este ter sido foi levado.

Sergiy, que nasceu Nikolai Romanov, foi agente das autoridades durante a era soviética. Depois de deixar o cargo, foi condenado por roubo e agressão e sentenciado a 13 anos de prisão. Após ser libertado, se juntou a uma escola da igreja e mais tarde se tornou monge.

O monge se tornou conhecido pelos seus esforços para abrir novas igrejas e mosteiros nos montes Urais. Nos seus sermões, denunciou supostas conspirações do “governo mundial” e glorificou o último czar da Rússia, Nicolau II, morto pelos bolcheviques junto com a sua família, em Ekaterinburg, no ano de 1918.

Sergiy é um dos clérigos ultraconservadores que desafiam a liderança da Igreja Ortodoxa Russa, com as suas ações a contestar a autoridade do Patriarca Kirill.

Taísa Pagno //

PARTILHAR

RESPONDER

Nova teoria sugere que a Islândia é “a ponta” de um continente desconhecido

Uma equipa de geólogos acredita que a Islândia não é uma ilha, mas sim uma parte de um continente até aqui desconhecido. A nova teoria geológica defende que a Islândia pode ser o último remanescente exposto …

Descoberta a mais curta explosão de raios gama já observada

A nova descoberta destaca a necessidade de uma nova classificação de explosões de raios gama, não baseada apenas na sua duração. Uma equipa de cientistas descobriu uma rara emissão de raios gama, denominada GRB 200826A, relacionada …

O Projeto Galileu quer provar a existência de aliens através da tecnologia deixada para trás

Investigadores vão centrar o seu trabalho na procura de objetos físicos associados a equipamento tecnológico extraterrestre, em oposição às pesquisas anteriores que se focaram em sinais eletromagnéticos. Um grupo de investigadores de Universidade de Harvard está …

O tesouro dos Templários pode estar escondido debaixo de uma casa em Inglaterra

Um historiador inglês alega que um edifício histórico em Burton, em Inglaterra, é onde está escondido o lendário tesouro dos Templários. Existem várias lendas sobre um tesouro que alguns templários conseguiram esconder do rei francês Filipe …

O núcleo interno da Terra está a crescer mais de um lado do que do outro

O núcleo interno da Terra está a crescer mais de um lado do que do outro. No entanto, isto não quer dizer que o nosso planeta esteja a ficar inclinado. Mais de 5.000 quilómetros abaixo de …

Incêndios devastam sul da Europa e obrigam a retirar moradores e turistas

Dezenas de aldeias e hotéis foram este domingo evacuados nas zonas turísticas do sul da Turquia devido a incêndios que começaram há cinco dias e já mataram oito pessoas no país, devastando também regiões da …

Há uma empresa a transformar as cinzas de entes queridos em diamantes

Uma empresa norte-americana transforma cinzas de entes queridos — e animais de estimação — em diamantes, que podem ser colocados em anéis ou colares. Lidar com a morte de um ente querido é sempre uma altura …

Pianista de aeroporto ganhou 60 mil dólares em gorjetas

Tonee "Valentine" Carter, que toca piano num aeroporto norte-americano, ganhou 60 mil dólares (cerca de 50.800 mil euros) depois de um estranho partilhar um vídeo seu a tocar. Tonee "Valentine" Carter, de 66 anos, não é …

Youtubers denunciam campanha de fake news contra vacina da Pfizer

De acordo com a imprensa brasileira, uma agência de marketing terá tentado que influenciadores digitais de todo o mundo partilhassem desinformação sobre as vacinas contra a covid-19. A denúncia foi feita por alguns dos influenciadores …

Na Tailândia, a legalização do aborto enfrenta "resistência espiritual"

Desde fevereiro, qualquer pessoa que procure fazer um aborto na Tailândia consegue fazê-lo legalmente, pelo menos no primeiro trimestre. Ainda assim, muitos médicos e enfermeiros recusam-se a levar a cabo o procedimento. A advogada Supecha Baotip …