Autoeuropa paga domingos com uma folga extra por mês

Mário Cruz / Lusa

Os trabalhadores da Autoeuropa só vão ter um dia de folga extra por trabalharem aos domingos na sequência dos novos horários que vão entrar em vigor na fábrica de Palmela depois das férias de agosto.

Ao abrigo do novo esquema de horário da fábrica de Palmela, os 5700 funcionários da Autoeuropa vão ter apenas mais uma folga por mês por trabalharem as domingos.

Segundo o Diário de Notícias, a Comissão de trabalhadores e os sindicatos estão insatisfeitos com esta imposição, existindo um apelo à greve para dia 9 de Junho.

A folga extra semanal vai ser atribuída a cada quatro semanas, revela uma nota interna a que o DN teve acesso, com uma remuneração idêntica à dos dias úteis. No entanto, os funcionários recebem um dia de salário adicional por mês por cada dois turnos ao fim de semana e “serão ainda pagos 25% trimestralmente de acordo com o cumprimento do volume de produção”, revela a mesma nota.

Os novos horários determinam também que a Autoeuropa vai ter 19 turnos de trabalho depois das férias de agosto: três de segunda a sexta e dois ao fim de semana. Já acordado com a administração, os operários terão uma semana de trabalho de cinco dias, com duas folgas consecutivas. Estes dias de descanso serão gozados ao sábado e domingo de duas em duas semanas.

O sindicato SITE-Sul, afeto à CGTP, chumba esta posição e apelas à adesão à greve para 9 de junho, dia da manifestação da CGTP em Lisboa. “O valor da compensação financeira pela prática do novo horário fica muito aquém das expectativas dos trabalhadores e do que a empresa e o Grupo VW podem pagar”, refere o sindicato em comunicado.

Esta posição é acompanhada pela comissão de trabalhadores, agora liderada por Fausto Dionísio, “pois os valores e condições apresentadas continuam insuficientes tendo em conta as expectativas dos trabalhadores”.

A empresa, por sua vez, alega que reviu e melhorou a sua proposta inicial, de modo a garantir que o rendimento mensal de cada colaborador no AE19 se mantenha equivalente ao atual, com menos tempo de trabalho.

Mas apesar das ameaças de paralisação, o grupo Volkswagen poderá reforçar o investimento na fábrica de Palmela por causa do SUV T-Roc. “De modo a que as atuais restrições técnicas não sejam um obstáculo ao crescimento da fábrica, estamos já a analisar novos investimentos”, admite a administração.

Ao DN, fonte oficial da Autoeuropa disse apenas que os investimentos do último ano e meio nas áreas da carroçaria e da pintura, vão permitir novo aumento de produção.

O SITE-Sul, ainda assim, entende que a administração “deve continuar a trabalhar junto das entidades competentes para que sejam feitos investimentos na fábrica de Palmela, de maneira a aumentar a capacidade produtiva e cumprir ou superar os volumes de produção previstos, criar mais emprego e voltar a praticar horários menos penosos”.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. vale tudo, fazem 30 por uma linha , e o pessoal papa tudo !!!
    o capital , os lobies é que mandam !

    deviamos por isto a ferro e fogo …

Responder a jota Cancelar resposta

Agentes do ex-Benfica Luka Jovic são suspeitos de branqueamento de capitais

Os agentes do antigo jogador do SL Benfica Luka Jovic, Fali Ramadani e Nikola Damjanac, são suspeitos de terem branqueado mais de 10 milhões de euros em Espanha. Os empresários Fali Ramadani e Nikola Damjanac, da …

Túmulos reais do Taj Mahal limpos pela primeira vez em 300 anos para receber Trump

Os túmulos reais do Taj Mahal foram limpos pela primeira vez em 300 anos como parte da preparação da visita do Presidente norte-americano, Donald Trump, à Índia, escreve o portal Newsweek citando média locais. Donald …

Microsoft revela novos detalhes da Xbox Series X

A Microsoft revelou novos detalhes da Xbox Series X, a principal corrente à Playstation 5 e à Nintendo Switch. A consola vai ser equipada com "12 Teraflops" e memória interna SSD. A Microsoft quer apostar forte …

OMS sobre Covid-19: O mundo "simplesmente não está pronto" para enfrentar a epidemia

O especialista que liderou a equipa da Organização Mundial de Saúde (OMS) enviada à China disse hoje que o mundo "simplesmente não está pronto" para enfrentar a epidemia do novo coronavírus. Bruce Aylward, médico canadiano especialista …

Um quinto das florestas australianas arderam devido a seca extrema

Os incêndios recentes "sem precedentes" que destruíram um quinto das florestas australianas estão ligados a uma seca de vários anos, devido às alterações climáticas, segundo um estudo publicado na segunda-feira. Os climatólogos estão, atualmente, a estudar …

Auditorias aos estádios da I Liga devido a casos de racismo começam amanhã

As auditorias aos estádios onde se realizam jogos da I Liga de futebol, motivadas pelos recentes atos de violência e racismo, vão decorrer até março, diz o Ministério da Administração Interna. As auditorias à segurança dos …

Liverpool já tem tantas vitórias como o invencível Arsenal de Wenger

O Liverpool operou esta segunda-feira a reviravolta sobre o West Ham (3-2) e evitou a primeira derrota na Liga inglesa de futebol, repondo a vantagem de 22 pontos para o Manchester City, no jogo que …

Lenine Cunha campeão de triplo e pentatlo em atletismo adaptado

O atleta paralímpico português Lenine Cunha sagrou-se, esta terça-feira, campeão mundial de triplo-salto e pentatlo, em Torun, na Polónia. Ana Filipe venceu a prova de triplo-salto no feminino. Lenine Cunha venceu a medalha de ouro, esta …

Kroos: Não foi fácil "adaptar-nos à falta de 40 ou 50 golos" de Ronaldo

Toni Kroos assumiu que foi difícil para o Real Madrid superar a saída de Cristiano Ronaldo. O alemão realçou a falta dos 40 ou 50 golos marcados pelo português fizeram-se sentir. Em entrevista ao The Athletic, …

Companhias aéreas querem conclusão das "obras urgentes" no aeroporto de Lisboa

A associação das companhias aéreas em Portugal (RENA) pediu ao Governo e à concessionária do aeroporto de Lisboa (ANA) a conclusão imediata "das obras urgentes" na infraestrutura, para além do "desenvolvimento do novo aeroporto" no …