Autarca da Bolívia foi arrastada pelas ruas descalça e coberta de tinta vermelha

Jorge Abrego / EPA

Patricia Arce, autarca de uma pequena cidade na Bolívia, foi esta quarta-feira arrastada pelas ruas descalça por manifestantes que a cobriram tinta vermelha e a obrigaram a assinar uma carta de demissão.

A Bolívia, recorde-se, enfrenta uma onda de protestos por causa dos resultados da eleições presidenciais de 20 de outubro. Esta quarta-feira, foi confirmada a terceira vítima mortal.

Segundo o relato da BBC, Patricia Arce foi arrastada durante um protesto anti-Governo na cidade de Vinto, na região de Cochabamba, onde é autarca.

Um grupo de manifestantes, precisa a emissora britânica, estava a bloquear uma ponte na cidade quando surgiram rumores de que dois dois outros manifestantes haviam sido mortos numa zona próxima por apoiantes do presidente Evo Morales.

Perante os rumores, o grupo de opositores foi até à Câmara Municipal da cidade, onde encontrou a autarca, a a quem acusou de convencer os apoiantes do presidente da Bolívia a desbloquear a ponte e de ser responsável pelas duas mortes.

Enquanto alguns gritavam “assassina”, um grupo de homens com máscaras no rosto arrastaram a autarca descalça até à ponta, conta a emissora britânica, dando conta que Patricia Arce foi obrigada a ajoelhar-se. Depois, os manifestantes cortaram-lhe o cabelo, cobriram-na de tinta vermelha e obrigaram-na a assinar uma carta de demissão.

“Não tenho medo de dizer a verdade. Estou num país livre. Não me vou calar. Se me querem matar, que me matem. Como já disse antes, por este processo de mudança [forma pela qual o partido no poder apelida o movimento que levou Evo Morales ao poder em 2006], darei a minha vida“, disse Patricia Arce, citada pela agência EFE.

De acordo com os média locais, citados pela Time, os manifestantes, que estavam armados com madeira e pedras, também incendiaram parte da Câmara Municipal.

Horas depois, Patricia Arce foi entregue às autoridades e levada para o hospital.

ZAP //

 

 

 

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

    • Não vai haver tinta para tantos. Só para os autarcas a Robbialac, a Dyrup e por aí fora teriam de triplicar a produção. O stock que têm ia logo todo no primeiro dia.

  1. Pois quanto a mim seria uma boa medida a tomar por cá em relação a grande parte dos autarcas e da quadrilha que os apoia. Ainda há poucas horas passei frente a uma Câmara Municipal que esta semana deu que falar na televisão devido à poluição incontrolável de que esse município sofre há muitos anos devido há indústria e não só e tal foi o meu espanto que encontrei na parede frontal do edifício um cartaz bastante grande em pano dizendo mais ou menos isto, POR UM BOM MEIO AMBIENTE E SAÚDE PÚBLICA, até dei uma gargalhada sozinho sabendo eu as falcatruas que por lá se têm feito até nas próprias “ETARes” que servem as aldeias do município as quais poluem mais do que anteriormente sem elas, dinheiro que vem dos contribuintes e da UE e que é “gasto” em vigarices de obras, para onde se passa o resto?

RESPONDER

Assistente social acusada de maltratar 14 crianças em centro de acolhimento

O Ministério Público (MP) acusa uma mulher de 46 anos, que era assistente social e diretora técnica de um centro de acolhimento na Maia, no distrito do Porto, de maltratar 14 crianças nesta instituição. De …

Marcelo não vê razão de preocupação com empresas portuguesas de Isabel dos Santos

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, disse esta sexta-feira ter sinais de que não há razão para preocupação nos setores económicos e empresas portuguesas nas quais a Isabel dos Santos está a vender …

Mina de lítio em Montalegre. "Impactes negativos minimizáveis” e 370 empregos

O Estudo de Impacte Ambiental (EIA) da concessão de exploração de lítio, em Montalegre, conclui que o projeto possui “impactes negativos” que, no entanto, “não são significativos”, “são minimizáveis” e de “abrangência local”. O EIA do …

Cristas faz o mea culpa e abandona o congresso. Corrida à sucessão faz-se a cinco

O 28.º congresso nacional do CDS arrancou este no Parque de Feiras e Exposições de Aveiro com o discurso da líder demissionária Assunção Cristas, que fez uma espécie de mea culpa e agradeceu aos centristas …

Sérgio Conceição sai do FC Porto no fim da época

O treinador do FC Porto, Sérgio Conceição, deixará o comando dos dragões no final da temporada. A derrota em casa com o Braga terá ditado a saída do técnico azul e branco. O técnico do FC …

Joacine quer mais direitos para deputados sem partido. "Está a antecipar" o futuro

A deputada Joacine Katar Moreira, do partido Livre, defendeu esta sexta-feira o alargamento dos direitos regimentais dos deputados não inscritos em partidos. A deputada única do Livre assumiu esta posição no final de uma reunião do …

França confirma 3 casos de coronavírus chinês. Já chegou à Austrália e Malásia

Depois de França ter confirmado três pessoas infetadas com o novo coronavírus oriundo da China, também a Austrália e Malásia reportaram casos. As autoridades da Malásia anunciaram este sábado terem registado os primeiros três casos de …

Amadora. Agredido motorista de autocarro que denunciou Cláudia Simões

Foi agredido o motorista de autocarro que chamou a PSP para denunciar a passageira Cláudia Simões, que alegou posteriormente ter sido agredida pelos agentes da polícia. As agressões tiveram lugar na noite desta sexta-feira, em …

"Dos 4 mil euros que ganho, 3 mil vão para os frades". O padre Vítor Melícias recusa que Tomás Correia ainda controle o Montepio

O padre Vítor Melícias, presidente da Assembleia Geral do Montepio, diz que Tomás Correia "faz falta, mas fez muito bem" em abandonar a liderança da mutualista Montepio. "Dizer que Tomás Correia continua a controlar através …

Amesterdão prepara-se para comprar dívidas dos seus jovens

A partir de fevereiro, a capital dos Países Baixos vai comprar dívidas dos seus jovens para ajudá-los a recomeçar e a construir um futuro. Numa nota publicada esta semana na página oficial do Governo local …