Terceira vítima mortal na Bolívia. Protestos contra Evo Morales duram há três semanas

Jorge Abrego / EPA

Um jovem, que sofreu ferimentos graves durante os confrontos na região boliviana de Cochabamba, morreu esta quinta-feira no hospital, a terceira vítima mortal na Bolívia desde que os protestos começaram após as eleições presidenciais de 20 de outubro.

Limbert Guzmán, de 20 anos, morreu num hospital em Cochabamba, no centro do país, depois de sofrer ferimentos graves nos confrontos entre apoiantes e opositores do Presidente boliviano, Evo Morales, que foi reeleito, segundo os resultados oficiais.

Segundo o relatório médico, o jovem foi internado no hospital de Viedma com “traumatismo craniano grave na cabeça e fratura no crânio”.

Os confrontos de quarta-feira provocaram ainda ferimentos em pelo menos 34, numa onda de violência desencadeada na região central de Cochabamba.

O chefe da polícia disse que os feridos ocorreram em confrontos entre grupos de manifestantes nos quais foram utilizados explosivos e arremessadas pedras e paus, sendo que a maioria dos ferimentos são contusões.

A região de Cochabamba registou sérios confrontos entre entre apoiantes e opositores do Presidente boliviano desde o início da manhã até à noite.

Os protestos duram há quase três semanas na Bolívia, depois da oposição e movimentos civis terem denunciado fraudes na contagem dos votos a favor do Presidente, que a comissão eleitoral deu como vencedor para cumprir um quarto mandato.

Os comités da oposição não reconhecem a vitória e exigem a renúncia de Evo Morales e a repetição do escrutínio.

ZAP ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Da "obsessão por cargos" à "subserviência ao PS". Críticos internos do BE descarregam na direção

A convenção do Bloco de Esquerda está marcada para os dias 22 e 23 de maio. Os grupos críticos da direção do partido já têm preparada uma extensa lista de críticas. De acordo com o Observador, …

Pela primeira vez, a idade da reforma pode cair (e a culpa é da pandemia)

A idade da reforma é determinada pela esperança média de vida. No entanto, a pandemia e o consequente aumento da mortalidade podem fazer cair esse indicador, levando a um recuo histórico na idade da reforma. Até …

Onde estão os antigos "donos disto tudo" no desporto?

Sporting parece estar em ano de regresso ao topo do futebol. Mas outros clubes dominadores, ou desapareceram, ou andam discretos. "Felizmente não subimos à I Divisão", admite o presidente do HC Sintra. "Donos disto tudo" pode …

Após chumbo ao aeroporto do Montijo, Governo quer mudar a Lei para tirar poder aos municípios

O chumbo ao aeroporto do Montijo, depois de os municípios da Moita e do Seixal terem reprovado o projecto, não demove o Governo da empreitada. Em cima da mesa estão três soluções e a intenção …

Vacina da Janssen deverá ser aprovada na Europa a 11 de março. Imunizante só requer uma toma

A Agência Europeia do Medicamento convocou uma reunião extraordinária para concluir a avaliação da vacina à covid-19 da multinacional Janssen, com vista a colocá-la rapidamente no mercado. Neste sentido, espera-se que haja mais uma vacina contra …

Medina leva nega. Bloco, PCP e PAN querem concorrer sozinhos em Lisboa

O anúncio de que Carlos Moedas vai encabeçar a candidatura PSD/CDS à Câmara Municipal de Lisboa uniu a direita, mas não mudou a estratégia da esquerda. O Bloco, o PCP e o PAN querem concorrer …

Coates alcançou feito sem paralelo na Europa

Coates não comete uma única falta há mais de um mês, embora tenha sido totalista de minutos nesse período. É o único jogador das principais ligas europeias a consegui-lo. Provavelmente já não se lembra da última …

"Nunca batem certo". Madeira contesta dados do boletim da DGS

As autoridades regionais madeirenses afirmam que "os números fidedignos são os dados reportados, diariamente, pela Direção Regional de Saúde". A Direção Regional da Saúde (DRS) da Madeira contestou, esta terça-feira, os dados reportados nos boletins da …

I Liga pondera reduzir número de equipas a partir de 2022/2023

O desportivo Record avança esta quarta-feira que a Liga de Clube pondera reduzir o número de equipas em competição na I Liga já a partir da época de 2022/2023. Em cima da mesa está a redução …

Sob risco de expulsão, Fidesz de Orbán deixa bancada do Partido Popular Europeu pelo próprio pé

O partido Fidesz, liderado pelo primeiro-ministro húngaro Viktor Orbán, vai deixar a bancada do Partido Popular Europeu no Parlamento Europeu. De acordo com a agência Reuters, o partido Fidesz, que governa a Hungria, anunciou esta quarta-feira …