Austrália investiga falhas em hotéis que levaram ao surto em Melbourne

Peter Mackey / Flickr

Melbourne, na Austrália

Arrancou, esta segunda-feira, uma investigação judicial ao novo surto de covid-19 em Melbourne, na Austrália, para apurar se houve violações das regras de segurança nos hotéis designados para realizar a quarentena obrigatória de viajantes vindos do estrangeiro.

O governo do estado de Victoria, cuja capital é Melbourne, ordenou, no início deste mês, o início da investigação, depois de o número de infetados com o novo coronavírus ter aumentado, levando a um segundo confinamento na cidade de cinco milhões de habitantes, que deverá prolongar-se até 20 de agosto.

“Os comentários feitos pelo médico responsável [de Victoria] aos meios de comunicação social sugerem mesmo que cada caso de covid-19 em Victoria nas últimas semanas pode ter tido origem no programa de quarentena dos hotéis“, disse o advogado assistente Tony Neal na abertura de uma audiência em Melbourne.

Esta hipótese foi noticiada por meios de comunicação australianos, que deram conta de falhas por parte dos seguranças responsáveis pela vigilância nos hotéis de Melbourne. De acordo com a imprensa local, os seguranças terão deixado os viajantes sair dos seus quartos ou mesmo tido relações sexuais com pessoas em quarentena.

O inquérito judicial, que deverá estar concluído a 25 de setembro, altura em que deverá ser apresentado um relatório final, abordará também as ações tomadas pelas autoridades em resposta à pandemia.

Embora o país tivesse anunciado que conseguiu controlar a epidemia, Melbourne registou um ressurgimento de casos desde meados de junho. A nova vaga foi atribuída a violações das regras nos hotéis em que os viajantes que regressavam do estrangeiro se encontravam de quarentena.

A 8 de julho, a segunda cidade mais populosa do país foi colocada novamente em confinamento, durante seis semanas, após o fracasso das medidas para evitar a propagação do vírus. Victoria é responsável por metade do total de 12 mil casos confirmados na Austrália desde que a primeira pessoa infetada foi detetada, em março.

O novo surto levou aquele estado a ordenar a utilização de máscaras em Melbourne e na cidade rural de Mitchell, também sob confinamento, uma medida sem precedentes na Austrália.

A fronteira entre Victoria e Nova Gales do Sul, estados que representam mais de metade da população australiana, foi encerrada no início deste mês pela primeira vez em 100 anos. Além disso, o Parlamento de Camberra cancelou a próxima sessão, que deveria realizar-se entre 4 e 13 de agosto.

O estado de Nova Gales do Sul, que registou transmissões locais na cidade de Sydney e na cidade costeira de Baía de Batesman, também reforçou os controlos na fronteira com Victoria.

O novo confinamento na cidade de Melbourne custará à Austrália cerca de 3.695 mil milhões de euros.

A Austrália, com uma população de 25 milhões de habitantes, registou mais de 11 mil casos do novo coronavírus e 122 mortes desde o início da pandemia.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Israel fecha os olhos e deixa palestinianos cruzarem a fronteira para ir a banhos

As autoridades israelitas têm deixado milhares de palestinianos cruzar a barreira de separação entre os dois territórios para poderem ir às praias. Este foi um fim-de-semana muito especial para Siham e os seus cinco filhos. …

Diabéticos e hipertensos voltam a ter faltas justificadas

Os diabéticos e hipertensos sem condições para desempenharem funções em teletrabalho voltam a ter direito a justificar as faltas ao trabalho devido à pandemia de covid-19, segundo um diploma publicado em Diário da República. “Os imunodeprimidos …

Deputada da Coreia do Sul debaixo de fogo. Usou um vestido no Parlamento

Na semana passada, a deputada sul-coreana Ryu Ho-jeong usou um vestido numa assembleia legislativa, sendo bombardeada com críticas que gerou um debate sobre sexismo e a cultura patriacal do país. De acordo com a CNN, na …

SC Braga oficializa "top gun" Gaitán por duas temporadas

O internacional argentino Nicolas Gaitán assinou um contrato com o Sporting de Braga válido por uma época, com outra de opção, informou esta terça-feira o clube minhoto da I Liga de futebol. Formado no Boca Juniors, …

Vacina russa chama-se "Sputnik V" e foi já pedida por 20 países

A vacina russa contra a covid-19, cujo registo foi esta terça-feira anunciado pelo Presidente, Vladimir Putin, chama-se "Sputnik V", vai começar a ser fabricada em setembro e já foi encomendada por 20 países. De acordo com …

Rui Pinto no Twitter: "Travessia do deserto” terminou mas a “luta continua”

Rui Pinto assumiu que a “árdua e longa ‘travessia do deserto’” chegou ao fim, aludindo à sua libertação, mas avisou que “a luta continua”, pois Portugal “continua um paraíso para a grande corrupção” e branqueamento …

PJ deteve suspeita de atear fogo florestal no Parque Nacional da Peneda-Gerês

A Polícia Judiciária (PJ) de Braga deteve uma mulher de 57 anos suspeita de atear um incêndio florestal registado em 4 de agosto no Parque Nacional da Peneda-Gerês (PNPG), no concelho de Terras de Bouro. Em …

Mais duas mortes e 120 novos casos. Lisboa com 60% dos novos infetados

Portugal regista esta segunda-feira mais duas mortes, 120 novos casos de infeção por covid-19 e 160 curados em relação a segunda-feira, segundo o boletim diário da Direção-Geral da Saúde (DGS). O número de pessoas internadas é …

Encontrado cadáver com 30 anos em mansão abandonada em Paris

As obras de reforma numa mansão abandonada em Paris tiveram de ser suspensas inesperadamente depois de trabalhadores terem descoberto um cadáver a decompor-se na cave há 30 anos. De acordo com o jornal britânico The Guardian, …

Quase cem mil crianças contraíram a covid-19 em apenas duas semanas nos Estados Unidos

Noventa e sete mil crianças norte-americanas foram identificadas como infetadas com o novo coronavírus (covid-19) nas últimas semanas de julho. Os números relativos a estas duas semanas são avançados pela empresa norte-americana, que cita um relatório …