Ativistas alertam para maus-tratos animais, circo Cardinali diz que os trata com festinhas

Leão no circo Victor Hugo Cardinali (foto: Gdiniz / wikimedia)

Leão no circo Victor Hugo Cardinali (foto: Gdiniz / wikimedia)

Um grupo de pessoas manifestou-se, este domingo, contra o Circo Cardinali por usar animais, alegando que estes são espancados com ferros nos treinos, uma acusação negada pela empresa, que diz ensiná-los “com festinhas e alimentos”.

Faltava mais de meia hora para o início do segundo espetáculo da tarde e os dois portões de entrada para o recinto do Circo Vitor Hugo Cardinali já tinham centenas de pessoas concentradas, que pareciam ignorar a presença dos cerca de 30 manifestantes que se deslocaram ao Parque das Nações Norte, em Lisboa.

A concentração fazia-se ouvir apenas através dos cartazes que criticavam o uso de animais em espetáculos.

“Artistas humanos sim; animais nos circos não” ou “Açoitados e confinados sem direitos e sem proteção” eram algumas das frases dos ativistas que distribuíram panfletos pelos presentes.

Para os manifestantes, o circo é um grande espetáculo do ilusionismo que esconde também os maus-tratos feitos aos animais durante os treinos para que realizem performances perfeitas.

“No espetáculo não se nota. Eles até lhes dão festinhas, mas o problema são os treinos. Eles são espancados com paus, picados com ferros em brasas, são privados de alimentos. Estes animais fazem vários espetáculos por dia… E vivem uma vida fechados numa jaula até à sua morte”, alertou Camilo Soveral, dos Veganos de Sintra.

Claúdio Alves, de 24 anos, assume-se como ativista em nome individual e juntou-se à iniciativa para criticar “a escravização de animais que são sujeitos a condições adversas, que são alvo de treinos à base do medo e sofrimento e que passam onze meses a viajar em espaços super-pequenos”.

As ideias de Cláudio são repetidas pelos outros manifestantes, que questionam como é que, por exemplo, um leão consegue passar por um círculo de fogo, quando este é o elemento natural que mais teme.

“Há vídeos que mostram como ensinam estes animais a fazer estes truques. São espancados com ferros e amarrados pelas patas. Passam fome”, resumiu Eduardo Araújo, da Cidadãos pelos Circos SEM Animais, o outro grupo que organizou a iniciativa.

A Lusa confrontou o representante do Circo Cardinali, que negou todas as acusações.

“Os nossos animais são muito bem tratados. Já não são animais selvagens, são todos de cativeiro. Nasceram aqui no circo e não são treinados com violência, senão seriam muito mais agressivos”, disse à Lusa Gonçalo Dinis.

“Os treinos começam por ser uma brincadeira e é através de estímulos positivos. Damos-lhes caricias e alimentos”, adiantou.

O porta-voz da organização garantiu que as pessoas gostam de assistir a espetáculos com animais e que há cada vez mais adesão ao Circo Hugo Cardinali.

“Neste momento temos 3.200 pessoas lá dentro a assistir ao espetáculo, e 20 cá fora a manifestar-se contra”, resumiu.

Apesar de estarem em clara minoria e de serem raras as famílias que se mostraram sensibilizadas, os manifestantes acreditam que estas iniciativas têm resultados.

Os ativistas garantem que não são contra as outras atividades do circo, só não concordam com a utilização dos animais em espetáculos.

ZAP / Lusa

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

Cientistas produziram um processador quântico em larga escala feito apenas de luz

Uma equipa internacional de cientistas da Austrália, Japão e Estados Unidos produziu um protótipo de um processador quântico em larga escala feito apenas de luz laser. O mais recente processador quântico é baseado num projeto com …

FIFA investe 449 milhões de euros para desenvolver o futebol feminino

A FIFA anunciou que vai investir 500 milhões de dólares no desenvolvimento do futebol feminino. Em cima da mesa está uma Liga das Nações, um mundial de clubes e torneios para camadas jovens. A FIFA vai …

Escritor famoso escreve livro para ser lido apenas em 2114

O famoso escritor norueguês Karl Ove Knausgaard, autor de romances como A Morte do Pai e a Ilha da Infância, onde explora a sua história pessoal e o seu dia a dia, aceitou escrever um …

PS deverá aprovar recandidatura de Ferro à presidência da Assembleia da República

O Grupo Parlamentar do PS vai reunir-se na quinta-feira, com a presença do secretário-geral, António Costa, ocasião em que deverá aprovar a recandidatura de Ferro Rodrigues ao cargo de presidente da Assembleia da República. Fonte oficial …

Perito revela que arma que investigação diz que matou Luís Grilo foi adulterada

O perito que examinou a arma que, segundo o Ministério Público, António Joaquim usou para matar o triatleta Luís Grilo revelou hoje em tribunal que o revólver foi adulterado, não conseguindo garantir se essa foi …

Cientistas criam vasos sanguíneos artificiais funcionais

Cientistas nos Estados Unidos usaram impressão 3D para fabricar vasos sanguíneos funcionais que poderão vir a ser usados clinicamente em casos de doenças vasculares. O resultado das experiências é relatado num estudo publicado esta terça-feira no …

Ordem suspende durante seis meses obstetra do caso do bebé sem rosto

O Conselho Disciplinar do Sul da Ordem dos Médicos decidiu suspender preventivamente o obstetra envolvido no caso do bebé que nasceu em Setúbal com malformações graves. A informação foi avançada à Lusa por fonte oficial da …

A China está a criar porcos gigantes (tão grandes como ursos polares)

https://vimeo.com/368036025 Porcos tão pesados como ursos polares. Esta é a solução encontrada por produtores chineses de porcos que tentam resolver o problema da falta de carne no mercado, muito por culpa da gripe suína africana dizimou …

Rússia e Síria vão partilhar controlo do nordeste sírio

O Presidente turco Recep Tayyip Erdogan disse hoje que a Turquia e a Rússia alcançaram um acordo pelo qual as forças curdas da Síria vão recuar 30 quilómetros a partir da zona fronteiriça do nordeste …

Câmara dos Comuns aprova acordo do Brexit (mas rejeita calendário apertado)

A Câmara dos Comuns aprovou esta terça-feira a primeira votação do acordo para o Brexit. No entanto, a calendarização da saída foi rejeitada numa segunda votação, deixando um impasse na data para o Brexit. Pela primeira …