Ataques em Cabul. “Não perdoamos, não esquecemos, vamos perseguir-vos e fazer-vos pagar”

Carlos M. Vazquez II / DoD

O presidente dos EUA, Joe Biden

A promessa foi feita pelo Presidente norte-americano, Joe Biden, numa declaração à nação a partir da Casa Branca: “Não perdoamos, não esquecemos, vamos perseguir-vos e fazer-vos pagar”.

Num discurso transmitido ao final da tarde em Washington, Joe Biden reagiu aos ataques desta quinta-feira, perto do aeroporto de Cabul, e prometeu: “Não perdoamos, não esquecemos, vamos perseguir-vos e fazer-vos pagar”.

“Aqueles que deram as suas vidas são heróis, heróis que estiveram envolvidos de forma altruísta em missões perigosas destinadas a salvar vidas alheias”, disse o Presidente que, antes de começar a responder às perguntas dos jornalistas, fez um minuto de silêncio em homenagem às vítimas dos atentados bombistas.

Vamos responder com força e precisão a seu tempo, num lugar escolhido por nós e da forma que nós escolhermos”, garantiu Joe Biden, citado pelo Expresso, revelando ter dado ordens aos comandantes militares para desenvolverem planos de ataque a ativos, lideranças e instalações do Daesh-K.

Estes terroristas do Daesh não vencerão, resgataremos os americanos, retiraremos os nossos aliados do Afeganistão e a nossa missão vai continuar”, acrescentou.

Apesar de ter assumido “a responsabilidade por tudo o que aconteceu”, Biden sublinhou que um antigo Presidente dos Estados Unidos é que andava a colaborar com os terroristas, numa referência a Donald Trump.

Mesmo depois do que aconteceu esta quinta-feira, o governante mantém a decisão de retirar as tropas do Afeganistão. “Minhas senhoras e meus senhores, já era tempo de terminar uma guerra que durava há 20 anos.”

O Presidente assinalou ainda que, nas últimas 12 horas, cerca de 7 mil pessoas saíram do país, das quais 5 mil são norte-americanos, num total de 104 mil desde o início da crise, em meados de agosto.

Questionado pelos jornalistas sobre as dificuldades que os norte-americanos e os aliados afegãos têm tido para conseguir sair do país, Biden admitiu que nem todos vão conseguir sair.

“Não há nenhum conflito em que, quando uma guerra acaba, um lado possa garantir que todos os que queriam sair conseguiram, há milhões de afegãos que não são talibãs e cooperaram connosco que se tivesse uma oportunidade para virem para os EUA, viriam amanhã mesmo; não se pode garantir que vamos tirar todos porque é preciso determinar quem e quantos são”, afirmou, citado pelo Jornal de Notícias.

O autoproclamado Estado Islâmico reivindicou os ataques desta quinta-feira. Segundo a televisão local Tolo, citada pela agência EFE, pelo menos 95 pessoas morreram e mais 150 ficaram feridas no duplo atentado do EI em Cabul.

95 pessoas morreram, no mínimo. E pelo menos 150 pessoas ficaram feridas”, disseram várias fontes dos talibãs e fontes hospitalares ao canal.

“Ataques cobardes e desumanos”

Os talibãs condenaram o ataque junto do aeroporto de Cabul, lembrando que o atentado ocorreu numa área controlada pelas forças militares dos Estados Unidos.

O porta-voz dos talibãs, Zabihullah Mujahid, disse que o seu grupo “condena veementemente” o ataque e disse que o Emirado Islâmico está a prestar “muita atenção à segurança e proteção do seu povo”. O porta-voz dos talibãs prometeu ainda que os autores do ataque “serão severamente dissuadidos“.

A presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, também condenou esta quinta-feira os “ataques cobardes e desumanos” junto ao aeroporto de Cabul.

“Condeno veementemente os ataques cobardes e desumanos ao aeroporto de Cabul”, escreveu no Twitter.

Vincando ser “essencial fazer tudo o que estiver ao alcance para garantir a segurança das pessoas no aeroporto”, a líder do executivo comunitário defendeu que “a comunidade internacional deve trabalhar em estreita colaboração para evitar um ressurgimento do terrorismo no Afeganistão e não só”.

Também o secretário-geral da Organização do Tratado do Atlântico Norte (NATO), Jens Stoltenberg, disse condenar “veementemente” aquele que classificou como “horrível ataque terrorista” junto ao aeroporto de Cabul, no Afeganistão, defendendo uma rápida e segura retirada de civis.

“Condeno veementemente o horrível ataque terrorista fora do aeroporto de Cabul”, escreveu Jens Stoltenberg, numa reação publicada no Twitter. Após a explosão, a prioridade da NATO “continua a ser retirar o maior número possível de pessoas para um local seguro o mais rapidamente possível”, vincou o responsável.

“Os meus pensamentos estão com todos os afetados e os seus entes queridos”, disse ainda Jens Stoltenberg.

  Liliana Malainho, ZAP // Lusa

PARTILHAR

6 COMENTÁRIOS

  1. Depois de 20 anos nesta guerra e de muitos outros noutras guerras, já era tempo de terem adquirido mais experiência, sobretudo na forma de compreender outras culturas, o mais escandaloso é que passado todo este tempo deixaram um país entregue a um exército de papel sem se terem apercebido de com quem lidavam, terem abandonado na altura devida teria sido a boa solução e teriam evitado a perda de muitas vidas de soldados seus.

  2. Estou emocionado com a frontalidade do “Bidé”… entrega o PÔVO AFEGÃO aos terroristas da Al Qaeda, digo, talibãs, para a China e a Rússia extorquirem o minério precioso. Provavelmente, esse minério não interessa aos USA.
    Para complementar, respeita a democracia e a cultura dos talibãs, isto é, o trânsito de ópio (heroina) será livre e a China alarga sua influência (fronteiras).
    Ameaça quem? Onde está a coragem. O outro é que era “louco”… kkkkkkkkkkkk

RESPONDER

Cientistas estão a plantar mesas de xadrez de corais para restaurar recifes - e contam com a ajuda de garrafas de Coca-Cola

Nas últimas três décadas, os recifes de coral têm sofrido uma grande tensão e consequente destruição, devido ao impacto das alterações climáticas. Agora, os cientistas querem minimizar os danos e já encontraram uma solução. O objetivo …

Belenenses 0-4 Sporting | Melhor o resultado que a lesão

O Sporting, da I Liga, venceu hoje o Belenenses, do Campeonato de Portugal, por 4-0, em jogo da terceira eliminatória da Taça de Portugal de futebol, garantindo o apuramento para a próxima fase da competição. No …

Sintrense 0-5 FC Porto | Dragões goleiam e seguem em frente na Taça

O FC Porto, da I Liga, venceu hoje o Sintrense, do Campeonato de Portugal, por 5-0, em jogo da terceira eliminatória da Taça de Portugal de futebol, e segue em frente na competição. A jogar em …

Nova tecnologia usa calor dos estacionamentos subterrâneos para aquecer apartamentos

A startup Enerdrape, que funciona dentro da Escola Politécnica de Lausanne (EPFL), na Suíça, desenvolveu uma tecnologia que aproveita o calor emanado pelo solo no aquecimento de apartamentos. Quase 60% do aquecimento utilizado nos edifícios residenciais …

Pela primeira vez, um drone transportou os pulmões de um dador em segurança. Voo demorou seis minutos

Pela primeira vez na história da medicina, um drone aéreo transportou os pulmões de um dador com rapidez e segurança entre dois hospitais. O voo, que durou apenas seis minutos, ocorreu no passado dia 25 de …

Grupo de hackers clonou a voz de empresário para roubar 35 milhões de dólares do banco

Um grupo de hackers clonou a voz do diretor de uma empresa, conseguindo assim roubar mais de 35 milhões de dólares de um banco nos Emirados Árabes Unidos. No início do ano passado, o gerente de …

Portugueses comem duas vezes mais do que o recomendando

Os portugueses consumiram, em média, duas vezes mais calorias do que o recomendando para um adulto entre 2016 e 2020, ano em que a pandemia provocou uma redução do consumo de alimentos diário, mas ainda …

Aos 95 anos, a rainha Isabel II terá de abdicar da sua bebida favorita

A monarca foi aconselhada pelos médicos a abdicar do seu habitual martini de fim de dia, em antecipação a uma fase de agenda especialmente preenchida. Com 95 anos, a rainha Isabel II tem tido uma semana …

Médicos vão avaliar estado mental do atacante da Noruega

A investigação ao ataque com arco e flecha que na quarta-feira fez cinco mortos na Noruega reforçou, até agora, a tese de um ato devido a doença, anunciou hoje a polícia norueguesa. “A hipótese que foi …

Há mais de 100 anos, o Hawai teve uma monarquia - mas a força da princesa Ka'iulani não chegou para a preservar

Antes de morrer, com apenas 23 anos, a princesa Victoria Ka'iulani foi a última herdeira da coroa havaiana. A jovem era uma das últimas esperanças em manter a monarquia viva, mas nem a sua determinação …