/

Assunção Cristas vai deixar o Parlamento

13

António Cotrim / Lusa

A líder demissionária do CDS-PP, Assunção Cristas, vai renunciar ao mandato de deputada, mas ficará na Assembleia da República até ao próximo congresso, em 25 e 26 de janeiro de 2020.

O anúncio foi feito esta quinta-feira por Assunção Cristas no arranque do conselho nacional do CDS, na sede do partido, em Lisboa, de acordo com o secretário-geral do partido, Pedro Morais Soares. A líder centrista anunciou também que vai manter-se como vereadora do partido na Câmara Municipal de Lisboa, para que foi eleita nas autárquicas de 2017.

O 28.º congresso do CDS-PP, para decidir a sucessão de Assunção Cristas, vai realizar-se em 25 e 26 de janeiro de 2020, foi também esta quinta-feira aprovado no conselho nacional do partido. A proposta foi feita pela direção de Cristas, que assumiu o mau resultado do partido nas legislativas, e anunciou que não se recandidatava à liderança dos centristas logo na noite das eleições, em 6 de outubro.

O secretário-geral do partido, Pedro Morais Soares, afirmou aos jornalistas que a escolha se deve a uma “questão simbólica”, por ter sido nessa data que se realizou o primeiro congresso do partido, no Palácio de Cristal, no Porto, em 1975, que foi cercado durante horas por militantes de esquerda.

Agora, segundo o dirigente centrista, a direção espera que as estruturas concelhias e distritais apresentem candidatura para o local onde se vai realizar a reunião magna dos centristas. A eleição de delegados ao congresso está prevista para 30 de novembro e o prazo para a apresentação de moções globais, com que os candidatos apresentam a sua candidatura à liderança, e as setoriais, termina em 27 de dezembro.

Até ao momento, há dois candidatos “em reflexão”, João Almeida, deputado e porta-voz do partido, e Filipe Lobo d’Ávila, do grupo “Juntos pelo Futuro”, e um candidato assumido, Abel Matos Santos, da Tendência Esperança em Movimento (TEM).

O conselho nacional do CDS-PP demorou seis horas e meia e terminou já nesta sexta-feira de madrugada, sem que nenhum dos dirigentes “em reflexão tenha anunciado uma candidatura à liderança. No final da reunião, em declarações aos jornalistas, tanto Lobo d’Ávila, que à entrada admitiu que anunciará a sua decisão “dentro de dias”, nem João Almeida revelaram posições definitivas.

No final de um concorrido conselho nacional, mas já com a sala da sede do CDS-PP com pouco mais de 20 conselheiros, a ainda líder, Assunção Cristas, prometeu uma “presença discreta”, para fazer a representação institucional do partido, e disse sair da reunião tranquila com a participação que teve e com o debate de ideias a que assistiu.

“Vamo-nos vendo e, se não for antes, vemo-nos no congresso”, despediu-se Assunção Cristas, já passava das 4 da madrugada.

“Não abandono, não fujo”

Esta quinta-feira, à entrada para a reunião, o líder da JP, Francisco Rodrigues dos Santos, também admitiu uma eventual candidatura e afirmou-se “disponível para aquilo que os militantes” entenderem que ele possa “ser mais útil”.

“Eu estou, como sempre estive, ao lado do meu partido, não o abandono, não fujo. Estou disponível para aquilo que os militantes do meu partido entenderem que eu posso ser mais útil”, afirmou aos jornalistas, à entrada da reunião de esta quinta-feira à noite do conselho nacional dos centristas, na sede nacional do partido, em Lisboa.

Primeiro, o dirigente da JP criticou, sem identificar, quem, “a partir de fora”, manda “mensagens para dentro”, tentando “condicionar” a discussão interna no partido. E terminou citando Winston Churchill: “O fracasso não é eterno, o sucesso não é definitivo, o que conta é coragem para continuar”.

  ZAP // Lusa

13 Comments

  1. Aqui está uma boa notícia! Temo apenas que seja substituída por outra nulidade como ela. De qualquer forma, estou certo que os meus vómitos vão diminuir.

  2. Ainda é Jovem… Quem sabe um dia não volta? “Em política nada é definitivo”… O novo(a) líder não vai ter uma tarefa muito fácil no futuro…

  3. Já não era sem tempo! Apesar de tudo, aceitou carregar o fardo sem nunca ter sabido tirar proveito da “pesada herança”. Merece o nosso respeito. Desejo-lhe a maior felicidade.

  4. Isto apenas demonstra que há pessoas que não vivem da política. Há outros que nada mais fazem na vida: Galambas, Costas, Ferros Velhos, Cabritas e praticamente todos os atuais governantes e deputados socialistas.
    O Rio também não vive da política. O PS tem de repensar-se

    • Já o teu comentário demonstra que não vives neste mundo!!
      A Cristas não vive da política?
      Pois não, vive das negociatas que o “seu” escritório de advogados faz, por exemplo, com a Mota-Engil – como aconteceu na linda falcatrua da barragem do Tua!!
      E o cargo de vereadora da CM Lisboa não é politico?!
      Sabes quanto ganha a Cristas como vereadora?
      Pois é anjinho… vê se acordas:
      “Portas e Cristas abriram caminho à Mota Engil no Vale do Tua”
      rtp.pt/noticias/pais/portas-e-cristas-abriram-caminho-a-mota-engil-no-vale-do-tua_v928957.
      “O peso das sociedades de advogados no CDS
      Pacheco Pereira afirmou na SIC Notícias que os advogados das grandes sociedades dominam o CDS. Acertou
      “sabado.pt/portugal/politica/detalhe/o-peso-das-sociedades-de-advogados-no-cds

  5. Já o teu comentário demonstra que não vives neste mundo!!
    A Cristas não vive da política?
    Pois não, vive das negociatas que o “seu” escritório de advogados faz, por exemplo, com a Mota-Engil – como aconteceu na linda falcatrua da barragem do Tua!!
    E o cargo de vereadora da CM Lisboa não é politico?!
    Sabes quanto ganha a Cristas como vereadora?
    Pois é anjinho… vê se acordas:
    “Portas e Cristas abriram caminho à Mota Engil no Vale do Tua”
    rtp.pt/noticias/pais/portas-e-cristas-abriram-caminho-a-mota-engil-no-vale-do-tua_v928957
    .
    “O peso das sociedades de advogados no CDS
    Pacheco Pereira afirmou na SIC Notícias que os advogados das grandes sociedades dominam o CDS. Acertou”
    sabado.pt/portugal/politica/detalhe/o-peso-das-sociedades-de-advogados-no-cds

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.